IT-ONE Tecnologia da Informação S.A.

Fundada em 2002 e com mais de 180 colaboradores, a IT-ONE é líder no fornecimento e na integração de soluções de TI no Brasil. Nossa missão é fomentar a Transformação Digital dos nossos clientes, oferecendo serviços e soluções integradas para a otimização operacional e geração de valor.

Soluções:

  • Cloud,
  • IaaS,
  • Segurança,
  • Serviço Gerenciados

Optidata

Nosso foco é criar soluções para organizar, armazenar e processar, permitindo que você foque no seu negócio para gerar mais resultados.

Soluções:

  • Cloud,
  • E-mail,
  • IaaS,
  • PaaS,
  • Software.

Netserv

A Netserv é uma empresa pioneira em Telecomunicações, especializada em transmissão de dados em
alta velocidade, acesso a internet e oferta de soluções
de telefonia fixa, consolidada no interior de São Paulo.
Toda estrutura adquirida ao longo do tempo é resultado dos investimentos feitos em rede própria, que hoje utiliza tecnologia dos principais fornecedores globais em FIbra Óptica e Rádio Frequência.
Nossa rede de Backbone atinge mais de 1.000 quilômetros de Fibra Óptica, com monitoramento pró-ativo em regime 24/7/365.
A partir da capacitação de equipes próprias, garantimos aos nossos clientes atendimento de qualidade, com eficiência, rapidez e respeito.

Soluções:

  • Cloud

IXMetro – PowerHost

IxMetro/PowerHost is a Main Neutral Carrier with focus in Chile, as a Hub of Telecomunications to Latin America. Providing Dark Fiber and/or Capacity to all main DCs in Santiago Region, and Valparaiso connecting all CLS (Cable Land Station) to main businees in Santiago, and connecting Submarine Cables from Pacific to Atlantic (Santiago to Las Toninas). All own fiber Pops to Pops and high avaliability, with customers like OTTs and Carriers, ISPs.

Soluções:

  • Cloud

SaveinCloud

Somos uma empresa brasileira de Cloud Escalável, com 2 pontos de presença no Brasil. Somos o maior parceiro da Virtuozzo na América Latina, focados na solução Virtuozzo Applicacion Platform, que entrega uma plataforma intuitiva e de fácil configuração. São centenas de ambientes prontos pra uso, incluindo Clusters de Aplicação e Banco de Dados, com escalabilidades Vertical e Horizontal. Toda essa facilidade, somada ao suporte no Brasil em Português, cobrança em reais e com um sistema inovador de cobrança Pay-per-use, gerando uma economia significativa de custos sem abrir mão de recursos computacionais.

Soluções:

  • Cloud

Engemon IT

Sempre atenta às necessidades dos clientes, a Engemon IT oferece produtos e serviços totalmente integrados para atender à crescente demanda por soluções de TI do mercado e se posiciona não apenas como um simples fornecedor, mas sim como um verdadeiro parceiro. Para isso, desenvolve um portfólio estratégico baseado em duas grandes unidades de negócio: BU de Infraestrutura e BU de Inovação.

Soluções:

  • Cloud

Planeja TI

A Planeja TI nasceu da necessidade de mais do que uma solução tecnológica. Viemos para preencher a lacuna entre a complexidade dos negócios modernos e as soluções digitais eficientes. A fundação da nossa empresa foi marcada pela união de especialistas em processos de negócios e profissionais de tecnologia, formando uma equipe capacitada para entender e superar os desafios únicos de cada cliente.

Soluções:

  • Software

As vantagens dos serviços de Cloud Computing sob medida 

Enquanto muitas empresas já entendem os benefícios de investir em serviços de Cloud Computing, outras não sabem como dar os primeiros passos. Além disso, ainda existem negócios que utilizam a nuvem em alguns setores, mas têm dificuldades de enxergá-la como uma solução geral para as suas necessidades de TI. 

De fato, nem todo dado e serviço pode (ou deve) ser migrado para a nuvem. Mais do que isso: mesmo os que podem aproveitar essa transição, devem receber um olhar personalizado para suas necessidades.  

É por isso que a oferta de serviços de Cloud Computing sob medida cresce no mercado. Afinal, resume-se em um serviço consultivo, que considera as demandas de cada negócio e permite um projeto alinhado com suas expectativas e capaz de gerar os melhores resultados técnicos e financeiros.  

Para entender melhor o funcionamento e as vantagens dos serviços de Cloud Computing sob medida, continue a leitura e confira o conteúdo que preparamos! 

O que são serviços de Cloud Computing? 

Serviços de cloud computing equivalem ao fornecimento de recursos de computação sob demanda por meio da Internet. Assim, em vez de depender de infraestrutura física local — como servidores e sistemas de armazenamento —, os usuários podem acessar e utilizar vários recursos remotamente, a partir da contratação de provedores terceirizados. 

Portanto, estamos falando da disponibilidade de recursos computacionais fornecidos por provedores de serviços de nuvem, como: 

  • Servidores; 
  • Redes; 
  • Armazenamento; 
  • Bancos de dados; 
  • Softwares. 

Esses provedores são responsáveis por gerenciar a infraestrutura e garantir que os serviços estejam sempre disponíveis e acessíveis aos usuários, independentemente de onde e quando. 

Quais os principais tipos de serviços de Cloud Computing? 

A oferta de serviços de Cloud Computing cresce com a evolução da tecnologia. Por isso, é possível encontrar uma grande variedade de soluções, ideais para as variadas necessidades empresariais.  

A seguir, listamos os principais tipos desses serviços. Confira e tire suas dúvidas!  

Software como Serviço (SaaS) 

O modelo SaaS é aquele em que há o fornecimento de sistemas aos usuários como um serviço. Assim, os aplicativos são hospedados e gerenciados pelos provedores de nuvem e o cliente pode acessá-los por meio de uma interface web ou aplicativo específico — eliminando a necessidade de instalação e manutenção local de softwares. 

Infraestrutura como Serviço (IaaS) 

No modelo IaaS, os usuários têm acesso a recursos de infraestrutura virtualizados, como: servidores virtuais, armazenamento, redes e outros componentes necessários para compor uma infraestrutura de TI.  

Aqui, o provedor de nuvem é responsável por manter a infraestrutura física subjacente. Já os usuários têm acesso e controle total sobre esses recursos, incluindo a configuração, gerenciamento e escalabilidade. 

Plataforma como Serviço (PaaS) 

Nesse formato, os usuários recebem uma plataforma completa para o desenvolvimento, execução e gerenciamento de aplicativos. Assim, é valioso para programadores e desenvolvedores. 

O provedor PaaS tem o papel de hospedar os componentes de hardware e software em sua infraestrutura. Desse modo, o cliente tem acesso a tudo por meio de uma conexão com a internet e consegue construir e implantar aplicativos com mais facilidade. 

Function as a Service (FaaS) 

O FaaS é um modelo em que os desenvolvedores podem executar pequenos trechos de código (funções) em resposta a eventos ou solicitações específicas.  

Com o FaaS, esses profissionais focam apenas no código da função, sem precisar se preocupar com a infraestrutura necessária ou o gerenciamento de servidores. Isso porque, o provedor de nuvem aloca os recursos computacionais necessários automaticamente, de acordo com a demanda. 

As vantagens dos serviços de Cloud Computing sob medida 

Como vimos, as necessidades específicas dos usuários são extremamente relevantes para o melhor aproveitamento da nuvem. Afinal, a ideia é conseguir usar e pagar apenas por aquilo que o seu negócio realmente precisa

Diante disso, há diversas vantagens que justificam a utilização do formato sob demanda. Se você ainda tem dúvidas, confira algumas possibilidades e benefícios!  

Ter um Data Center sob medida 

Algumas organizações optam por não levar seus dados para um ambiente em Cloud Computing e preferem investir na criação de um ambiente de processamento próprio.  

Embora essa abordagem não seja a melhor estratégia do ponto de vista financeiro, ela é eficaz quando há a necessidade de um maior nível de controle sobre a infraestrutura de TI. 

Nesse caso, é preciso contar com certa expertise para a implantação bem-sucedida de um Data Center que verdadeiramente atenda às necessidades desse cliente. Sendo assim, é preciso avaliar diversos aspectos, como:  

  • gestão de riscos; 
  • escalabilidade; 
  • segurança; 
  • conformidade a normativos; 
  • requisitos físicos da infraestrutura — cabeamento, rede elétrica, climatização e instalação e configuração de roteadores e switches. 

Tudo isso faz diferença no resultado alcançado. Por isso, é interessante contar com um apoio consultivo, que o auxilie a determinar a estrutura necessária e disponibilize os recursos para uma gestão eficaz do ambiente.  

Em muitos casos, mesmo com a construção de um Data Center próprio, é possível transferir sua operação e gestão a uma empresa especializada. Assim, o negócio pode seguir com um foco maior em seu core business.   

Crescer com ambientes híbridos 

A nuvem híbrida já é uma realidade de mercado e combina serviços locais em nuvem privada com serviços de nuvem pública. Conforme a demanda, as cargas podem se concentrar mais na nuvem privada ou na pública, considerando outros fatores como: custo, requisitos computacionais e disponibilidade de recursos

Entretanto, manter um ambiente híbrido funcionando é um grande desafio. Nesse caso, vale contar com o papel consultivo de especialistas para evitar riscos e aumento de custos com serviços de Cloud Computing.  

O importante é que a empresa tenha à sua disposição uma infraestrutura flexível o bastante para garantir uma operação lucrativa e manter o foco no negócio, seja no curto, médio ou longo prazo. 

Aproveitar o potencial de diversas plataformas 

Embora escolher a plataforma seja um desafio, a personalização dos serviços de Cloud Computing sob demanda ajuda a melhorar o ROI da estratégia.  

Explicando melhor, além de ter valores e benefícios diversos, as plataformas podem proporcionar resultados diferentes para cada tipo de empresa.  Assim, uma decisão errada é capaz de gerar prejuízos financeiros e de desempenho.   

Sendo assim, a orientação de especialistas é uma estratégia inteligente que o ajudará a avaliar cuidadosamente as suas necessidades e aproveitar todo o potencial de um serviço sob medida para os seus desafios.  

Reduzir custos de forma estratégica 

Migrar para a nuvem é uma forma de gerar economia com infraestrutura, mão de obra qualificada e gestão de segurança. Mas serviços de cloud computing sob medida ainda têm o benefício de otimizar os investimentos do negócio, garantindo retornos vantajosos e adequados à sua realidade e necessidade. 

Como os serviços e soluções são planejados e dimensionados de maneira estratégica, a empresa é capaz de investir de forma muito mais eficiente. Isso porque, sempre avalia suas necessidades, prioridades e possibilidades.  

Por isso, os serviços de Cloud Computing sob medida também são altamente recomendados para quem precisa controlar gastos sem renunciar aos avanços tecnológicos e operacionais proporcionados por bons investimentos em TI. 

Vá para a nuvem no Marketplace da Ascenty! 

Como vimos, ao optar pelos serviços de Cloud Computing sob medida, sua empresa pode desfrutar de uma série de vantagens. Aliás, escalabilidade, flexibilidade, segurança, redução de custos operacionais e maior eficiência são apenas alguns exemplos. 

Mas, se você não sabe por onde começar ou escolher o parceiro ideal, nós podemos te ajudar! No Marketplace da Ascenty, você encontra os melhores fornecedores do mercado e pode impulsionar sua transformação digital. 

Não perca mais tempo e migre para a nuvem. Acesse aqui o Marketplace e escolha seu fornecedor

Read More

2023

2023

  • Iniciamos a operação do Data Centers de São Paulo 4.
  • A empresa ainda é classificada como líder, pelo quarto ano consecutivo, do Quadrante de Serviços de Colocation no Brasil do ISG Provider Lens 2023™
  • Ascenty é líder no mercado de Data Center Colocation na América Latina segundo relatório da Frost & Sullivan

2022

2022

  • Iniciamos a operação de dois Data Centers do México 1 e 2, Chile 2, Hortolândia 5 e a construção de São Paulo 4.
  • Fomos certificados, pelo segundo consecutivo, como um empresa 100% Carbono Neutro.
  • Conquistamos 4 novas certificações: 9001, 22301, 27701, 45001 e 37301.

Coordenador de de Operações DC – SP

  • Vaga: Coordenador de Operações DC
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Ensino superior completo nas áreas de Engenharia – Elétrica/Eletrônica, ou Mecânica, ou Automação ou Correlatas
  • Idiomas: Desejável Inglês Avançado
  • Local de Trabalho: Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário Comercial
  • Sigla: COORD.OP

       Principais Atividades:

  • Coordenação da equipe de operação dos sistemas de Energia e Ar-Condicionado de missão crítica do Data Center;
  • Coordenação e controle dos calendários de manutenção preventiva, preditiva e corretiva, interação e coordenação dos fornecedores e prestadores de serviço;
  • Coordenar treinamentos e preparação técnica da equipe. Realizar a gestão de ponto eletrônico, férias, engajamento e motivação da equipe;
  • Interação e coordenação das demandas dos clientes, participar de reuniões com as equipes nacional e estrangeira dos clientes, elaborar e gerir relatórios técnicos de indicadores mensais, manter e coordenar os planos de atividades de rotina;
  • Assegurar os controles de parâmetros ambientais das salas de servidores para garantia dos acordos contratados com os clientes.

      Experiência anterior:

  • Experiência com instalações de missão crítica como Hospitais, Bancos, Governo, mas principalmente em Data Center;
  • Experiência como coordenador de equipe, de preferência em áreas de missão crítica;
  • Experiência mínima com interação com clientes estrangeiros será considerado como diferencial.

Líder Técnico – SP

  • Vaga: Líder Técnico
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Ensino médio completo, desejável curso técnico de ar condicionado e ou Elétrica
  • Idiomas: Inglês Avançado
  • Local de Trabalho:  Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário comercial
  • Sigla: LID.TEC

       Principais Atividades:

  • Garantir que a melhor técnica seja utilizada durante as manutenções preventiva, preditiva e corretiva nos equipamentos e nas instalações do data center;
  • Suporte técnico aos analistas de infraestrutura e os auxiliares de manutenção;
  • Acompanhar manutenções em campo;
  • Criar e ministrar treinamentos para a equipe;
  • Buscar soluções para problemas técnicos apresentados pelo data center;
  • Criação e melhorias de processos e documentos de manutenção (MOPs);
  • Análise de causa raiz;
  • Garantir a reposição de materiais empregados nas manutenções;
  • Sempre que necessário efetuar o deslocamento entre unidades e fornecedores utilizando veículos da empresa.

      Experiência anterior:

  • Experiência em gestão de infraestrutura de Data Center;
  • Conhecimentos avançados em equipamentos elétricos (UPS, baterias, geradores, transformadores, painéis elétricos, inversores de frequência, etc);
  • Conhecimentos avançados de equipamentos de ar condicionado e refrigeração (chilleres, fan coils, selfs, splits, centrífugas, ventiladores, bombas, etc).
  • Conhecimento avançado nas ferramentas do pacote office.

Na Febraban Tech, Ascenty anuncia início de operação de seu 24º data center e compra de terreno em São Paulo para expansão

Em participação inédita no principal evento de tecnologia bancária, Ascenty revela investimentos para o setor financeiro, área que cresceu 50% em clientes nos últimos dois anos

A Ascenty, empresa líder no mercado de data centers na América Latina com 34 unidades no Brasil, Chile, México e Colômbia, participa pela primeira vez da Febraban Tech, principal evento de tecnologia e inovação do setor financeiro, com anúncios de investimentos voltados aos clientes de finanças.

Durante a feira, que ocorre de 27 a 29 de junho de 2023, no Transamerica Expo Center, em São Paulo, a Ascenty estará com um Lounge Coffee, ao lado da Arena Fintech, para anunciar o início de operação do quarto data center em seu campus de Osasco (SP) e a compra de um terreno de 47.430,46 m² na mesma região.

O novo data center – São Paulo 4 – entra em funcionamento com 5,5 MW de uma capacidade total de 9 MW onde a empresa possui um total de seis infraestruturas, quatro em operação e duas em construção. Já na nova área, equivalente a pouco mais de quatro campos de futebol, serão erguidas novas unidades com início de construção e valores de investimento em fase de planejamento.

Essa expansão está em linha com a estratégia de avanço do portfólio para o mercado de enterprise, que inclui os segmentos de tecnologia, telecom, finanças, varejo, agronegócio e saúde. A participação da Ascenty na Febraban Tech visa expandir contratos com o setor financeiro, que registrou crescimento de 50% em número de clientes nos últimos dois anos.

“Nosso objetivo é expandir a operação e atender à crescente demanda por data centers de classe mundial e conectividade de excelência na região de São Paulo, especialmente para bancos, fundos de investimentos, fintechs e empresas de meios de pagamento”, revela Marcos Siqueira, vice-presidente de operações da Ascenty. “Quatro dos cinco maiores bancos do Brasil já estão com a Ascenty, seja em colocation ou conectividade, e o setor financeiro está entre os três que mais crescem na empresa”, acrescenta.

O terreno adquirido em Osasco consiste em uma das últimas áreas com alta disponibilidade de energia na Grande São Paulo, condição indispensável para o funcionamento de grandes data centers. Além disso, a localidade abriga o Network Access Point (NAP), tem acesso direto aos PIX de São Paulo e Campinas e, ainda, está interconectada à estação de cabos submarinos de Praia Grande (SP), por meio dos 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária da Ascenty.

Outro diferencial de mercado da Ascenty é possuir todas as unidades classificadas como Tier 3 – que certificam os data centers com a maior disponibilidade do mercado –, além de ser a única empresa latino-americana de data centers signatária do Pacto Global da ONU, com mais de 200 certificações de excelência em gestão ambiental e responsabilidade social corporativa. A empresa, ainda, está na zona de excelência em atendimento ao cliente da Net Promoter Score nos últimos cinco anos.

Serviço – Ascenty na Febraban Tech

Quando: de 27 a 29 de junho de 2023

Onde: Transamerica Expo Center

Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro, São Paulo

Estande da Ascenty: Coffee Lounge 01 – ao lado da Arena Fintech

Mais informações: site

Read More

Gerente de Parcerias e Alianças – SP

  • Vaga: Gerente de Parcerias e Alianças
  • Escolaridade: Ensino Superior Completo na área Tecnologia, desejável MBA em Vendas ou Marketing
  • Idiomas: Inglês Fluente (premissa) e Espanhol Avançado
  • Diferencial: Conhecimentos em serviços de Colocation e Conectividade
  • Local de Trabalho: Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário Comercial
  • Sigla: GER.PARCERIAS

       Principais Atividades:

  • Buscar oportunidades de novas parcerias na América Latina;
  • Buscar fortalecer parcerias existentes na América Latina;
  • Interação com time global para trazer mais negócios para a América Latina;
  • Apoiar time de Vendas em reuniões com parceiros;
  • Acompanhamento de Forecast e Pipeline.

      Experiência anterior:

  • Experiência com Serviço de Data Centers – Colocation e Conectividade;
  • Experiência em relacionamento com empresas de TI e fabricantes de hardware.

Gerente de Contas – SP

  • Vaga: Gerente de Contas
  • Quantidade: 02
  • Escolaridade: Ensino Superior Completo na área de TI (MBA será um diferencial)
  • Idiomas: Inglês Fluente – Premissa. Espanhol Fluente é um diferencial
  • Diferencial: Conhecimentos em serviços de Colocation e Conectividade
  • Local de Trabalho: Osasco – SP (Flex)
  • Horário de Trabalho: Horário Comercial
  • Sigla: GER.CON

       Principais Atividades:

  • Construção de relacionamento com Novos Clientes;
  • Responsável pela gestão da sua carteira de clientes (Upgrade, Downgrade e Churn);
  • Metas: Metas Trimestrais com planejamento das principais oportunidades e atendimento de padrões Ascenty de qualidade;
  • Atualização frequente de previsão e status na ferramenta de vendas;
  • Facilidade em comunicação e empatia com outras áreas da empresa como financeiro, jurídico e todas outras áreas operacionais.

      Experiência anterior:

  • Experiência sólida com serviços de Tecnologia, preferencialmente com Serviços de Data Centers – Colocation e Conectividade.

Assistente Administrativo Comercial – SP

  • Vaga: Assistente Administrativo Comercial
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Ensino Médio completo, desejável cursando Ensino Superior em Administração ou Finanças
  • Local de Trabalho: Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário comercial
  • Sigla: ASSIST.COM

       Principais Atividades:

  • Atendimento ao cliente em relação a processos administrativos;
  • Controlar e organizar contratos de clientes;
  • Atendimento administrativo pós-venda;
  • Suporte a equipe comercial e marketing;
  • Suporte as áreas relacionadas como faturamento, projetos e fiscal.

      Experiência anterior:

  • Experiência na área administrativa com interação com time de vendas;
  • Desejável experiência com a ferramenta Salesforce;
  • Conhecimento e experiencia com ferramentas do pacote office, principalmente Excel.

Auxiliar de Manutenção – HTL

  • Vaga: Auxiliar de Manutenção
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Ensino médio completo
  • Local de Trabalho: Hortolândia – SP
  • Horário de Trabalho: Horário comercial
  • Sigla: Manut.HTL

       Principais Atividades:

  • Atuar na manutenção das instalações hidráulica e civil em geral de suporte ao Data Center;
  • Realizar pinturas, preventivas em telhados, ajustes em encanamentos, limpeza de calhas e pequenos reparos;
  • Executar reparos em sistemas hidráulicos, alvenaria, pisos e revestimentos.

      Experiência anterior:

  • Conhecimentos avançados de manutenção civil;
  • Experiência no uso de recursos computacionais, incluindo pacote Office.

Analista de Infraestrutura – SP e HTL

  • Vaga: Analista de Infraestrutura
  • Quantidade: 02
  • Escolaridade: Técnico em Eletricista/Eletrotécnica ou Refrigeração
  • Curso: NR 10 e SEP, NR 35
  • Local de Trabalho: Hortolândia e Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Disponibilidade para atuar em escala 12×36 noturno e diurno
  • Sigla: INFRA.HTL (Hortolândia) ou INFRA.SPO (Osasco)

       Principais Atividades:

  • Manutenção preventiva/corretiva de painéis elétricos, operação de geradores de grande porte, conhecimento em UPS, ATS, STS e Subestações de baixa e média tensão;
  • Operar e executar manutenção sistema BMS e de automação predial;
  • Executar ativações e movimentações nas instalações elétricas e equipamentos elétricos de suporte ao data center;
  • Manutenção preventiva/corretiva de equipamentos de refrigeração industriais (chillers, fancoils, bombas); Operação de sistemas de Ar-condicionado de grande porte.
  • Acompanhar e supervisionar operadores de empresa terceira durante manutenções e vistorias.

      Experiência anterior:

  • Vivência e conhecimento sobre operação e manutenção de sites de Missão Crítica/ Datacenters;
  • Conhecimento de operação em Subestação de Baixa e Média Tensão;
  • Conhecimentos de equipamentos de ar condicionado e refrigeração (chilleres, fan coils, selfs, splits, centrífugas, ventiladores, bombas, etc);
  • Manutenção preventiva/corretiva quadros elétricos;
  • Experiência avançada no uso de recursos computacionais, incluindo pacote Office.

Coordenador de Propostas – SP

  • Vaga: Coordenador de Propostas
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Superior completo em Engenharia Civil/ Elétrica/ Telecomunicações/ Mecânica
  • Idiomas:Inglês avançado e Espanhol intermediário (diferencial)
  • Local de Trabalho: Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário Comercial
  • Sigla: Coord.Prop

       Principais Atividades:

  • Elaboração de CAPEX das obras;
  • Respostas a RFIs e RFPs;
  • Coordenar a elaboração dos projetos preliminares das obras dos Data Centers para as RFPs;
  • Validar e coordenar as atividades diárias dos times de projetos e empreiteiros das obras;
  • Trabalhar em conjunto com a área de Operações e Facilities nas respostas dos questionamentos dos clientes;
  • Cobrar as propostas dos fornecedores;
  • Manter contato recorrente com os clientes, apresentando e reportando o andamento das obras, projetos e propostas;

      Experiência anterior:

  • Vivência com obras de grande porte, civil, sistemas elétricos, CFTV, Cabeamento Estruturado, Controle de Acesso e BMS (Automação);
  • Experiência com elaboração desenhos técnicos, conhecimento de orçamentos e montagem de Infraestrutura;
  • Habilidades para coordenar diversas equipes de obras simultaneamente;
  • Experiência com relatórios de obras
  • Vicência com gerenciamento de equipe;
  • Domínio de AUTOCAD.

Arquiteto de Soluções – SP

  • Vaga: Arquiteto de Soluções
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Superior completo em Engenharia, Tecnologia, Telecomunicações ou áreas correlatas
  • Idiomas: Inglês Avançado , espanhol intermediário
  • Local de Trabalho: Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário comercial
  • Sigla: Arq.Soluções

       Principais Atividades:

  • Desenvolver solução técnica e propostas de Colocation, Conectividade e Cloud Connect que sejam aderente ao escopo dos clientes;
  • Buscar novas tecnologias e padrões para aumentar a excelência das soluções;
  • Realizar apresentações técnicas e comerciais para os clientes e prospects;
  • Acompanhar reuniões com Executivos de Contas;
  • Interagir com os times internos e fornecedores em busca de soluções e alternativas comerciais;
  • Escrever e otimizar os documentos pertinentes a área.

      Experiência anterior:

  • Experiência em Arquitetura de Soluções;
  • Experiência em operações de Data Center e Telecom;
  • Conhecimento em processos de RFI / RFP, infraestrutura de Data Center (Colocation), Telecom (IP, MPLS, DWDM e Dark Fiber) e conectividade com nuvens públicas

Líder Técnico VIN – SP

  • Vaga: Líder Técnico
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Ensino médio completo, desejável curso técnico de ar condicionado e ou Elétrica
  • Idiomas: Inglês Avançado
  • Local de Trabalho:  Vinhedo – SP
  • Horário de Trabalho: Horário comercial
  • Sigla: LID.TEC

       Principais Atividades:

  • Garantir que a melhor técnica seja utilizada durante as manutenções preventiva, preditiva e corretiva nos equipamentos e nas instalações do data center;
  • Suporte técnico aos analistas de infraestrutura e os auxiliares de manutenção;
  • Acompanhar manutenções em campo;
  • Criar e ministrar treinamentos para a equipe;
  • Buscar soluções para problemas técnicos apresentados pelo data center;
  • Criação e melhorias de processos e documentos de manutenção (MOPs);
  • Análise de causa raiz;
  • Garantir a reposição de materiais empregados nas manutenções;
  • Sempre que necessário efetuar o deslocamento entre unidades e fornecedores utilizando veículos da empresa.

      Experiência anterior:

  • Experiência em gestão de infraestrutura de Data Center;
  • Conhecimentos avançados em equipamentos elétricos (UPS, baterias, geradores, transformadores, painéis elétricos, inversores de frequência, etc);
  • Conhecimentos avançados de equipamentos de ar condicionado e refrigeração (chilleres, fan coils, selfs, splits, centrífugas, ventiladores, bombas, etc).
  • Conhecimento avançado nas ferramentas do pacote office.

Analista de Infraestrutura – VIN

  • Vaga: Analista de Infraestrutura
  • Quantidade: 04
  • Escolaridade: Técnico em Eletricista/Eletrotécnica ou Refrigeração
  • Cursos: NR 10 e SEP, NR 35
  • Local de Trabalho: Vinhedo – SP
  • Horário de Trabalho: Disponibilidade para atuar em escala 12×36 noturno e diurno
  • Sigla: INFRA.VIN

       Principais Atividades:

  • Manutenção preventiva/corretiva de painéis elétricos, operação de geradores de grande porte, conhecimento em UPS, ATS, STS e Subestações de baixa e média tensão;
  • Operar e executar manutenção sistema BMS e de automação predial;
  • Executar ativações e movimentações nas instalações elétricas e equipamentos elétricos de suporte ao data center;
  • Manutenção preventiva/corretiva de equipamentos de refrigeração industriais (chillers, fancoils, bombas); Operação de sistemas de Ar-condicionado de grande porte.
  • Acompanhar e supervisionar operadores de empresa terceira durante manutenções e vistorias.

      Experiência anterior:

  • Vivência e conhecimento sobre operação e manutenção de sites de Missão Crítica/ Datacenters;
  • Conhecimento de operação em Subestação de Baixa e Média Tensão;
  • Conhecimentos de equipamentos de ar condicionado e refrigeração (chilleres, fan coils, selfs, splits, centrífugas, ventiladores, bombas, etc);
  • Manutenção preventiva/corretiva quadros elétricos;
  • Experiência avançada no uso de recursos computacionais, incluindo pacote Office

Analista de DCOC – Vin

  • Vaga: Analista DCOC
  • Quantidade: 02
  • Escolaridade: Ensino médio completo, desejável curso técnico de ar condicionado e ou Elétrica com CREA.
  • Local de Trabalho: Vinhedo – SP
  • Horário de Trabalho: Disponibilidade para atuação em horário comercial ou escala 12×36 diurna/ noturna.
  • Sigla: An.DCOC

       Principais Atividades:

  • Operar o monitoramento 24×7, nas tratativas de alarmes e incidentes via sistemas de BMS, CSM, ITSM, chamadas e emergência;                                   
  • Seguir os processos voltados ao Operation Center;                                         
  • Realizar com qualidade o monitoramento, configuração de alarmes, verificação de logs, além de aderência aos procedimentos;                                                  
  • Triagem e acompanhamento de ocorrências de alarmes até encerramento completo;
  • Atuação operacional em situações decorrentes dos Alarmes, realizando o escalonamento quando necessário, seguindo as regras, dentro dos SLAs e SLOs estabelecidos;                                                                                                
  • Investigação de possíveis problemas, resposta a urgências e emergências, responder aos alarmes gerados nas ferramentas conforme procedimentos estabelecidos;
  • Acompanhamento de níveis de serviço do setor (SLA de tickets, ligações, SLO de equipes resolvedoras);                                                                              
  • Elaboração de relatórios, interação com os analistas de segurança dos sites na resposta a alarmes.

      Experiência anterior:

  • Experiência em ambientes de missão crítica;
  • Experiência em atividades como resposta a incidentes, análise de vulnerabilidades;
  • Conhecimentos em monitoramento de alarmes e reposta a incidentes.

Coordenador de Segurança – SP

  • Vaga: Coordenador de Segurança
  • Quantidade: 01
  • Escolaridade: Segundo grau completo, desejável nível superior
  • Idiomas: Desejável Inglês Avançado
  • Local de Trabalho: Osasco – SP
  • Horário de Trabalho: Horário Comercial
  • Sigla: COORD.SEG

       Principais Atividades:

  • Coordenação do time de Segurança;
  • Controle de emissão e recebimento de notas fiscais;
  • Gestão de procedimento de controle de acesso;
  • Atendimento de demanda dos clientes do site
  • Acompanhar e supervisionar atividades de empresas terceiras;
  • Coordenar equipe de analistas, garantindo a segurança física do DC;
  • Realizar acompanhamento de segurança junto ao cliente;
  • Garantir a conformidade nos acessos ao Data center;
  • Acompanhar auditorias internas, externas e de clientes, garantido a conformidade nos assuntos de segurança;
  • Realizar periodicamente atualizações e revisões nas políticas, processos e procedimentos da área de segurança;
  • Apresentar relatórios quantitativos de sua área/equipe;
  • Garantir aderência aos processos e procedimentos de segurança , qualidade e governança por parte de colaboradores, clientes, fornecedores e terceiros..

      Experiência anterior:

  • Experiência em operação de CFTV;
  • Experiência em análise de risco, conceitos de segurança física (seguranças por camadas, 4 D’s de segurança);
  • Bons conhecimentos em sistemas de segurança física;
  • Boas habilidades com gestão de equipe;
  • Bons conhecimentos em pacote office.

Ataques DDoS em dispositivos com IoT: entenda mais sobre o assunto

Sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e confira a narração profissional desse texto!

Computadores, tablets e smartphones são os alvos preferidos de ataques que visam coletar informações úteis para atividades ilícitas ou roubar suas informações com o intuito de fomentar fraudes. Aliás, segundo o relatório “Global DDoS Landscape Report”, realizado pela NSFOCUS, os ataques DDoS (de negação de serviço) cresceram 205% no primeiro semestre de 2022, em comparação com o primeiro semestre de 2021. Esse é o maior aumento desde 2018!

Ainda de acordo com esse relatório, 46% dos bots encontrados estavam em aparelhos com Internet das coisas, incluindo câmeras de segurança e roteadores.

As razões para uma invasão são diversas e, agora, quaisquer dispositivos alinhados com o conceito de IoT estão na mira de um DDoS, cuja meta é exceder os limites de um servidor. Isso acontece por meio de programas maliciosos que são instalados em diversos tipos de equipamentos que estiverem em rede.

O resultado desta ação é o acesso múltiplo e simultâneo a um serviço de e-mail ou a um site, tornando-os indisponíveis, por exemplo. Na prática, seria como se o DDos enchesse um supermercado com fregueses que não querem comprar nada, mas ocupam todo o espaço dos corredores, impedindo o fluxo de outros consumidores interessados em adquirir produtos.

Esse tipo de ataque consegue retirar muitos serviços importantes do ar, como sistemas e plataformas utilizadas por empresas. Continue a leitura para saber um pouco mais sobre o assunto!

Por que atacar dispositivos IoT e a cloud computing?

A IoT visa conectar diversos equipamentos eletrônicos de nosso cotidiano, como máquinas industriais, veículos, smartwatch, eletrodomésticos, entre outros dispositivos com acesso à internet. Além disso, ela conta com a ajuda da cloud computing, por meio dos diversos tipos de redes, para automatizar uma infinidade de serviços. Seu papel é processar e analisar o grande volume de armazenamento de dados (Big Data).

O DDoS, por sua vez, aproveita a vulnerabilidade de alguns aparelhos equipados com software embarcado que, algumas vezes não contam com uma boa proteção para a segurança da informação.

Toda esta integração torna os aparelhos IoT um terreno farto e atraente para os DDoS, e a quantidade de aparelhos com esta tecnologia sendo adquiridos é cada vez maior. Os ataques são feitos por meio de zumbis de uma botnet (rede de softwares ou bots), que conseguem gerar danos que ultrapassam a marca de terabits por segundo.

Como escapar de Ataques DDoS em dispositivos IoT?

Existem opções que protegem os dispositivos IoT, serviços em cloud e servidores para que não sejam atingidos pelos DDoS.  Antes de mais nada, é importante trabalhar com a prevenção de ataques e, para isso, contar com um sistema de gerenciamento de ataques DDoS evita que o alto tráfego atinja a rede.

Sempre verifique os riscos de seus dispositivos, servidores e sites. Além disso, é possível evitar os ataques sem desconectar ou desligar o servidor. Assim, há algumas medidas que impedem a ameaça dos DDoS:

  • Mantenha um registro de todas as alterações que forem realizadas na rede da empresa;
  • Comece utilizando um bom Firewall e crie regras exclusivas e consistentes;
  • Em seguida, mantenha sempre atualizado o sistema operacional, o firmware de roteadores, os programas utilizados no servidor e todos os dispositivos conectados à rede;
  • Jamais descuide da vigilância do tráfego da rede;
  • Faça testes de carga e testes de penetração constantemente;
  • Realize o direcionamento dos Log’s de acesso e segurança dos ambientes críticos para um Log Center, de forma que possa ter total rastreabilidade dos ambientes;
  • Utilize uma solução de Monitoração do tráfego de redes;
  • Utilize uma solução de Clean Pipe (Solução de mitigação DDoS para ambientes de missão crítica).

A rapidez para eliminar este problema é extremamente importante e deve ser na medida certa para o ambiente da organização. Assim, uma solução eficaz, como a Proteção DDoS da Ascenty, protege as empresas, seus dados e seus clientes.

Conte com a Ascenty e tenha a melhor solução anti-DDoS

Para evitar que o seu negócio não seja afetado pela ameaça de ataques DDoS, o melhor que a sua empresa pode fazer é investir em uma solução eficiente para blindar sua infraestrutura. Mas como fazer isso? Bom, você pode contar com a solução Anti-DDoS da Ascenty!

Que tal entender como funciona e quais os benefícios dela para uma empresa? Na prática, a solução da Ascenty funciona em conjunto com um sensor de fluxo (NetFlow, sFlow, jFlow) ou de pacotes (in-line servers, port mirroring ou network TAPs).

O objetivo é analisar todo tráfego de dados, sem afetar o desempenho da rede e nem prejudicar a experiência dos usuários. Ou seja, sua infraestrutura é blindada por algoritmos analíticos avançados, que constantemente varrem sua rede para entender se existe algum indício de ataque malicioso.

Tamanho potencial permite que a Ascenty proteja sua infraestrutura de diferentes tipos de ataques, como:

  • Volumétrico: é onde um bot ou uma série deles sobrecarrega sua banda, enviando uma série contínua de solicitações falsas para as portas abertas. Assim, a rede não consegue funcionar e trava, o que prejudica o funcionamento para os usuários reais.
  • Por aplicativos: um ataque direto aos protocolos de segurança de aplicativos utilizados por uma empresa, inutilizando-os por determinado período.
  • De protocolo: ataques direcionados para partes verificadoras de uma conexão ou para os próprios firewalls. O objetivo é enviar pings lentos ou malformados, com intuito de sobrecarregar a rede e ocasionar travamentos.

Os benefícios da solução da Ascenty

Os benefícios de contar com uma solução robusta para proteger sua infraestrutura são vários, incluindo:

  • Disponibilidade: garantia de disponibilidade dos acessos da sua empresa mesmo durante eventuais ataques DDoS.
  • Flexibilidade: a capacidade de mitigação e limpeza de tráfego pode ser superior à capacidade de banda IP alocada para a sua empresa, o que garante a mitigação de um volume superior de ataques, evitando indisponibilidades por estouro de tráfego de internet.
  • Versatilidade: a solução Anti-DDos protege a rede da sua empresa contra as principais ameaças da atualidade, além do tráfego não autorizado, que acaba sendo um dos grandes responsáveis pelo congestionamento da rede.
  • Agilidade: a Ascenty age rapidamente, de forma eficiente e estratégia para detectar os ataques que a sua empresa eventualmente possa sofrer.

E então, preparado para revolucionar seus mecanismos de segurança e evitar que a sua empresa sofra com ataques sérios como os DDoS?

Seja um cliente Ascenty!

A Ascenty é líder em data centers na América Latina, com cerca de 34 unidades em operação e/ou construção no Brasil, Chile, México e Colômbia. Todos eles estão localizados em pontos estratégicos do mapa, interligados por uma rede própria, nova e inovadora de fibra óptica, com mais de 5 mil km de extensão.

Toda essa infraestrutura, aliada à expertise comprovada com os vários certificados internacionais conquistados podem trabalhar a favor da sua empresa. Por isso, conte conosco não só para hospedar seus dados, mas para otimizar a proteção de suas operações.

Converse agora mesmo com um de nossos especialistas e conheça os diferenciais de um parceiro expert como a Ascenty!

Read More

Ascenty, Datacom e DataSafer disponibilizam estrutura de armazenamento em nuvem 100% brasileira

Servidores OCP com desenvolvimento, fabricação e mão-de-obra nacionais diminuem dependência do mercado interno por produtos importados

A Ascenty, empresa líder em colocation na América Latina, com 33 data centers no Brasil, Chile, México e Colômbia,  a DataSafer, especializada em armazenamento em nuvem, de Campinas, e sua fornecedora, a Datacom, fabricante de servidores e produtos para telecomunicações, com sede em Eldorado do Sul (RS), disponibilizam estrutura de armazenamento em nuvem 100% brasileira utilizando servidor OCP (Open Compute Project) desenvolvido e produzido integralmente no Brasil.

O OCP é uma comunidade colaborativa de criação de conceitos de arquitetura de hardware que suportam com eficiência as demandas crescentes da infraestrutura de computação em nuvem, com consumo de energia reduzido e menores custos de operação e de manutenção que as arquiteturas de TI tradicionais. E essa parceria entre Ascenty, Datacom e DataSafer diminui dependência do mercado interno por produtos importados ao disponibilizar tecnologia com desenvolvimento, fabricação de peças e equipamentos e mão-de-obra 100% nacionais.

“Foram dois anos projetando uma nova geração de servidores para data centers que, hoje, funcionam com uma redução de 30% no consumo de energia e de 20% nos custos operacionais em comparação com as instalações anteriores”, afirma Jairo Neto, gerente de contas da Datacom.

Walber Alexandre de Castro, Diretor Executivo da DataSafer, cita que “A infraestrutura da Ascenty foi determinante para o sucesso do projeto, tanto do ponto de vista de segurança, alta disponibilidade, conectividade e redundâncias, quanto de mão de obra qualificada e ágil para o atendimento das demandas urgentes, pois tivemos de dobrar a ocupação de racks para viabilizar essa tecnologia”, acrescenta.

Castro salienta que essa produção brasileira é uma alternativa à demora de entrega de servidores, por conta da escassez de semicondutores decorrente da guerra entre Ucrânia e Rússia, países líderes em produção de matérias-primas de chips[DV1] [BB2] . “Conseguimos superar a crise de componentes e suprir a demanda interna com planejamento, pois enquanto tivemos relato de empresas que esperaram um ano para receber esses equipamentos importados, nós recebemos em dois meses”, revela.

“É um grande diferencial oferecermos servidores OCP nacionais da Datacom e armazenamento em nuvem da DataSafer como serviços disponíveis em nosso ecossistema digital com infraestrutura de ponta em disponibilidade energética, alta conectividade e a mais baixa latência do mercado”, destaca Vinícius Minetto, Diretor de Vendas da Ascenty.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 33 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile, México e Colômbia, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Site da Datacom.

Site da Datasafer.


Read More

Ascenty viabiliza migração de infraestrutura do Voiter para a nuvem em tempo recorde

Banco de negócios amplia parceria estratégica com a Ascenty ao contratar colocation para data center e infraestrutura de internet e de conectividade

A Ascenty, empresa líder em colocation na América Latina, com 28 data centers no Brasil, Chile e México – sendo 22 em operação e seis em construção, foi escolhida como parceira estratégica pelo Voiter, banco de negócios que reúne tecnologia, crédito e mercado de capitais para oferecer de forma consultiva soluções e serviços financeiros integrados para clientes de todos os setores da economia.

Para aprimorar a segurança e os recursos tecnológicos das suas soluções e serviços, o banco de negócios migrou sua infraestrutura para a Ascenty, que passou a ser a principal fornecedora de internet e conectividade com as principais empresas de nuvem do mercado.

“Migramos toda nossa infraestrutura para a nuvem em 9 meses, de forma planejada e gradual, integrando todas as áreas de negócios do banco em um único fim de semana. Além disso, desativamos a conectividade legada para uma nova infraestrutura mais robusta e concluímos o plano de recuperação de desastres, aumentando a capacidade transacional em todas as nossas operações com a infraestrutura em nuvem escalável. Hoje o Voiter é parte dos 18% dos bancos do mundo que operam 100% em nuvem, segundo pesquisa da S&P Global”, diz Eduardo Kimura, CIO e Diretor de Transformação Digital do Voiter.

“Inicialmente procuramos a Ascenty para ser apenas o provedor da conectividade de Disaster Recovery, mas durante o processo identificamos oportunidades de sinergia de serviços, com maior qualidade e robustez. Hoje a Ascenty passou a ser o nosso fornecedor principal de conectividade e infraestrutura, oferecendo toda a redundância da conectividade entre os data centers e às nuvens”, acrescenta Kimura.

Para Vinícius Minetto, Diretor de Vendas da Ascenty, se tornar o principal parceiro de infraestrutura do Voiter é mais um endosso ao atendimento de excelência, com flexibilidade de serviços e oferta de preços competitivos. “Oferecemos um ecossistema digital de alcance global que funciona como uma engrenagem para alavancar negócios de parceiros, com especial atenção à flexibilidade e à eficiência nos serviços, com disponibilidade total aos nossos clientes”, destaca Minetto.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Sobre o Voiter

O Voiter traz um novo conceito de banco de atacado ao ser um banco de negócios que reúne tecnologia, crédito, mercado de capitais e parcerias para oferecer, de forma consultiva, soluções e serviços financeiros integrados para clientes de todos os setores da economia – de startups a grandes empresas. Para mais informações: https://www.voiter.com/.

Informações Voiter para a imprensa: TM Comunicações

Ana Paula Joaquim +55 11 991173495 / [email protected]

Flavia Galembeck +55 11 98890-7777 / [email protected]

Caroline Romero + 55 11 99496-1898 / [email protected]

Fernanda Malcher +55 21 99118-9393 / [email protected]

Informações Ascenty para a imprensa: Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty conquista excelência em atendimento ao cliente pelo quinto ano consecutivo

Empresa líder em data centers na América Latina atingiu a zona de excelência em atendimento ao cliente pelo quinto ano consecutivo segundo a metodologia de pesquisa da Net Promoter Score

Os resultados da pesquisa Net Promoter Score (NPS), realizada anualmente com os clientes da Ascenty, empresa líder em colocation na América Latina, revelam como o atendimento de excelência é um diferencial do posicionamento de mercado da organização.

Pelo quinto ano consecutivo, a Ascenty foi classificada na Zona de Excelência da avaliação, na faixa entre 75 e 100 pontos. A NPS é a métrica mais consagrada do meio corporativo em avaliação da lealdade e do grau de satisfação de clientes. O feedback positivo dos clientes da Ascenty nessa metodologia endossa, portanto, o sucesso da estratégia da empresa em se diferenciar como prestadora de serviços de excelência em colocation e conectividade.

“Investimos muito em infraestrutura, tecnologia, processos ágeis, mantendo uma cultura com foco em flexibilidade, e sempre temos iniciativas com foco em retenção e atração de novos talentos, tudo isso associado com constantes treinamentos para oferecer serviços de excelência com a mesma qualidade 24 horas por dia, todos os dias e em todos os data centers da América Latina. Além disso, estamos sempre muito atentos às necessidades dos nossos clientes”, afirma Marcos Siqueira, vice-presidente de Operações da Ascenty.

Com 33 data centers próprios no Brasil, Chile, México e Colômbia, a Ascenty atende clientes de grande porte que, pela complexidade dos seus negócios, exigem uma prestação de serviço de altíssima qualidade. Dentre os principais segmentos atendidos pela empresa estão os maiores provedores de serviços de cloud e tecnologia em geral, setor financeiro, e-commerce (varejo), educação e integradoras de serviços.

Entre a pesquisa realizada em 2021 e a pesquisa recém-concluída, em setembro de 2022, a Ascenty anunciou sete data centers – sendo três no Brasil, dois no México e um segundo data center no Chile, além do recente anúncio de outras cinco novas unidades, incluindo a entrada no mercado colombiano.

“Mesmo com expressiva expansão, conseguimos balancear o bem-estar e a segurança dos funcionários com a satisfação dos clientes, mantendo a qualidade do serviço confirmada pela NPS”, conclui Siqueira.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 33 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile, México e Colômbia, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty integra categoria Prata do Programa Brasileiro GHG Protocol por neutralização completa de emissões de gases de efeito estufa

Maior empresa de data centers da América Latina publica ciclo 2022, referente às emissões de 2021

Em continuidade ao seu comprometimento com boas práticas de ESG, a Ascenty – empresa líder no mercado de colocation na América Latina, com 28 data centers próprios no Brasil, Chile e México – foi classificada na categoria Prata do Programa Brasileiro GHG Protocol, principal método de desenvolvimento de ferramentas de cálculo para estimativas de emissões de gases do efeito estufa (GEE). A distinção é do ciclo 2022, referente às emissões de 2021.

A categoria prata é destinada às organizações que fazem a publicação de um inventário completo de suas emissões de GEE, que contemple as fontes dos escopos 1,2, sendo o escopo 3 de relato opcional. Vale ressaltar, contudo, que a Ascenty foi certificada “carbono neutro” nos três escopos referente às emissões de 2021 e 2020.

O escopo 1 avalia as emissões diretas da empresa, provenientes de bens próprios da companhia, como automóveis e geradores proprietários, por exemplo. Já o escopo 2 mede as emissões indiretas resultantes de insumos da companhia, originárias na íntegra pela geração de energia elétrica consumida pela empresa. E o escopo 3 contempla as emissões indiretas sem controle da empresa, como aquelas resultantes de fontes particulares de funcionários, parceiros e clientes.

“Desde 2020 temos o Programa Carbono Neutro e, por acreditar na importância de uma cultura corporativa alinhada à agenda positiva global de enfrentamento às mudanças climáticas, decidimos dar esse novo passo ao virarmos membros na categoria prata do Programa Brasileiro GHG Protocol”, afirma Fábio Trimarco, diretor de Compliance e Qualidade da Ascenty. “Além de sermos os pioneiros do setor ao neutralizar a totalidade de emissões desde 2020, nos tornamos o primeiro data center certificado ISO 14001 em 2016, quando pouco se falava em sistema de gestão ambiental corporativo”, acrescenta.

Para mais informações sobre a neutralização das emissões da Ascenty, clique aqui.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa:

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

Ascenty lança marketplace de serviços de tecnologia

Iniciativa da maior empresa de data centers da América Latina cria oportunidades de negócios entre seus clientes

A Ascenty, empresa líder no setor de data centers na América Latina, com 28 unidades no Brasil, Chile e México – sendo 22 em operação e seis em construção – anuncia o lançamento de um marketplace de serviços de tecnologia para sua rede de clientes.

O espaço oferece inúmeros serviços de tecnologia, desde servidores e outros equipamentos físicos, passando por soluções ligadas a cloud computing, cybersegurança e desenvolvimento de aplicativos. Como a Ascenty tem foco exclusivo em colocation – que consiste na locação do espaço com energia, conexão com a Internet e ligações físicas redundantes com as principais clouds globais – ela não concorre com seus parceiros de tecnologia, criando um elo de negócios entre eles. Trata-se, portanto, de um marketplace de livre concorrência e aberto a toda rede de parceiros da empresa.

O ecossistema digital da Ascenty consiste em um ambiente com grande potencial de oportunidades de negócios. “Além de infraestrutura de excelência, nossos clientes dispõem de um marketplace com grande diversidade de oferta de serviços de tecnologia de ponta, com a Ascenty desempenhando o papel de fomentadora de novos negócios, para que eles tenham rápido e fácil acesso aos serviços que que precisem dentro do nosso ecossistema digital”, afirma Vinícius Minetto, diretor Comercial da Ascenty.

Com boa receptividade entre a base de clientes, foram cadastradas mais de 30 empresas nas duas primeiras semanas de marketplace. A expectativa da Ascenty é ultrapassar 50 prestadoras de serviços de tecnologia até o fim do ano.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty apresenta seu ecossistema global de conectividade na Futurecom

Empresa líder de data centers da América Latina provê ambiente de negócios digitais com o maior potencial do mercado

A Ascenty, empresa líder no setor de data centers e conectividade na América Latina, com 28 unidades no Brasil, Chile e México, participa pela primeira vez com um estande na Futurecom 2022, que acontece de 18 a 20 de outubro no São Paulo Expo, com o objetivo de apresentar seu ecossistema de conectividade de alcance global com o maior potencial de negócios do mercado.

Com 12 anos de história, a Ascenty oferece ao mercado a menor latência para conexão direta com os principais cloud providers do mundo. A companhia assegura uma velocidade de até 2 milissegundos para troca de dados, índice 15% inferior à média de oferta no mercado brasileiro.

A Ascenty possui, ainda, 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária conectada às estações de cabo submarino em Fortaleza, Rio de Janeiro e Praia Grande (SP); além de ser “carrier neutral” e prover acesso direto a inúmeras operadoras de telecomunicação interligadas em seus data centers.

Portanto, ao alocar dados nos data centers da Ascenty, mesmo de forma híbrida, o cliente passa a ter acesso direto a uma rede de clientes globais, que inclui os principais cloud providers do mercado, diversos serviços gerenciados de ambiente de negócios e soluções ligadas à cibersegurança, conectividade e desenvolvimento de aplicativos.

Com o apoio de seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, empresa canadense de gestão de ativos; e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades nos seis continentes –, a Ascenty ratifica o padrão de excelência mundial de seu ecossistema digital.

“Fazer parte de um grupo global líder em serviço de data centers nos permite prover conectividade com baixa latência, maior resiliência e, por consequência, disponibilidade superior de mercado, de ponta a ponta, em negócios realizados em qualquer lugar do mundo”, destaca Marcos Siqueira, vice-presidente de Operações da Ascenty.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: https://ascenty.com

Mais informações para a imprensa:

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

Ascenty inaugura seu quinto data center em Hortolândia

Com investimento previsto de R$ 920 milhões e capacidade de 31 MW, o data center expande em 134% a potência total do complexo que começou a ser construído em 2015

A Ascenty, empresa líder no setor de serviços de data centers na América Latina, anuncia inauguração da quinta unidade do complexo de Hortolândia, no interior do estado de São Paulo. A empresa ainda conta com um sexto data center em construção no local, com previsão de início de operação em 2023.

O investimento total para a instalação da unidade foi de R$ 350 milhões até o momento, com previsão de chegar a R$ 920 milhões ao término da fase final do site. Hortolândia 5 já inaugurou com 20% dos centros de processamento de dados ocupado por clientes, com plano de chegar a 60% até o fim de 2023.

Agora, a Ascenty conta com 28 unidades no Brasil, Chile e México, sendo 23 em operação e cinco em construção. Com a inauguração, o campus de Hortolândia teve sua potência expandida em 134%, indo de 23MW para 54MW de energia.

“No próximo ano, finalizaremos a sexta unidade do complexo que começou em 2015. Hortolândia é um importante polo industrial e tecnológico em crescimento. O investimento no município faz parte da nossa estratégia de expansão em linha com a alta demanda das empresas por serviços digitais”, afirma Marcos Siqueira VP de Operações.

O campus de Hortolândia está conectado aos 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária da Ascenty e interligado à estação de cabo submarino de Praia Grande (SP). A Ascenty é “carrier neutral” e disponibiliza a seus clientes acesso direto a inúmeras operadoras de telecomunicação em seus data centers.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Digital Realty, investidora da Ascenty, conclui aquisição da Teraco, empresa líder em data centers na África

Grupo global amplia liderança no setor de soluções de data centers ao concluir participação majoritária de companhia africana por cerca de US$ 3,5 bilhões

A Digital Realty (NYSE: DLR), maior fornecedora global de soluções de data center, colocation e interconexão de nuvem e carrier neutral – uma das investidoras da Ascenty, principal empresa de data centers da América Latina – anuncia a conclusão bem-sucedida de seu projeto comunicado anteriormente no início deste ano para adquirir participação majoritária na Teraco, provedora líder de serviços de interconexão e data center neutra para operadoras na África do Sul. A transação envolve um consórcio de investidores, incluindo Berkshire Partners e Permira, que avalia a Teraco em aproximadamente US$ 3,5 bilhões.

A aquisição da Teraco adiciona a África do Sul aos três mercados com presença da Digital Realty no continente, incluindo Quênia, Moçambique e Nigéria. A importância estratégica desses quatro mercados se deve à implementação recente e contínua de novas redes de cabos submarinos que circundam a África. Combinadas com as instalações altamente conectadas da Digital Realty em Marselha, na França, estabelecem-se hubs estratégicos de para atender a todos os cantos do mercado africano.

Para os clientes globais da Ascenty que atuam na América Latina, essa aquisição ratifica o padrão de excelência mundial do ecossistema digital em que atuam. As empresas com dados alocados em qualquer um dos 28 data centers da Ascenty no Brasil, Chile e México contam com 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária que as conectam às estações de cabo submarino em Fortaleza, Rio de Janeiro e Praia Grande (SP).

“Fazer parte de um grupo global líder em serviço de data centers nos permite prover conectividade com baixa latência, maior resiliência e, por consequência, disponibilidade superior de mercado, de ponta a ponta, em negócios realizados em qualquer lugar do mundo”, destaca Chris Torto, CEO da Ascenty.

Com a aquisição, a Teraco será conhecida como Teraco: A Digital Realty Company.

Para ler o anúncio na íntegra, em inglês, clique aqui.

Sobre a Digital Realty

A Digital Realty suporta as principais empresas e provedores de serviços do mundo, fornecendo todo o espectro de soluções de data center, colocation e interconexão. A PlatformDIGITAL®, plataforma global de data center da empresa, fornece aos clientes uma metodologia de solução confiável e comprovada de Arquitetura de Datacenter (PDx™) para dimensionar os negócios digitais e gerenciar eficientemente os desafios da gravidade dos dados. A pegada global de data center da Digital Realty dá aos clientes acesso às comunidades conectadas que lhes importam com 290 instalações em 47 metros em 24 países em seis continentes. Para saber mais sobre a Digital Realty, visite aqui.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa:

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

Read More

Ascenty é a primeira empresa de data centers do Brasil a conquistar o selo ISO 45001

A certificação atesta a empresa líder no mercado de data centers como a pioneira do País em práticas corporativas de excelência em segurança e saúde ocupacional

Com 28 unidades próprias no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e nove em construção – a Ascenty, líder em Colocation na América Latina, é a primeira empresa de data centers do Brasil a conquistar a certificação ISO 45001, que atesta as práticas corporativas de excelência em segurança e saúde ocupacional.

Para a obtenção do selo, a companhia concluiu um processo de 16 meses para adequação ao padrão de excelência exigido pela ISO 45001. “Com oito obras em andamento em três países, e uma operação que funciona 24 horas por dia, foi necessário liderar uma equipe inteiramente dedicada a estabelecer rotinas e padrões de comportamento de excelência global em segurança do trabalho e saúde ocupacional”, explica Fábio Trimarco, diretor de Compliance da Ascenty. “Essa certificação, portanto, é um diferencial de mercado, que nos posiciona como única empresa do setor no País referenciada por priorizar a vida e a saúde dos trabalhadores, o que é um carimbo de qualidade da entrega de serviços da Ascenty para a comunidade”, acrescenta.

Esse processo de conformidade teve o apoio da Diretoria de Segurança do Trabalho, sob a liderança de José Carlos Queiroz. “Hoje, a organização possui a compreensão de questões cruciais que podem afetar a operação positiva ou negativamente, o que nos permite ter clareza sobre o cumprimento de nossas responsabilidades, unindo excelência de serviços ao foco permanente rumo ao objetivo de zero incidentes”, ressalta Queiroz.

Além da ISO 45001, a Ascenty tem todas as suas unidades classificadas como Tier 3 – que certificam os data centers com a maior disponibilidade do mercado – e soma mais de 100 certificações de excelência em gestão ambiental e responsabilidade social corporativa.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty é a primeira empresa de data centers do Brasil a conquistar o selo ISO 45001

A certificação atesta a empresa líder no mercado de data centers como a pioneira do País em práticas corporativas de excelência em segurança e saúde ocupacional

Com 28 unidades próprias no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e nove em construção – a Ascenty, líder em Colocation na América Latina, é a primeira empresa de data centers do Brasil a conquistar a certificação ISO 45001, que atesta as práticas corporativas de excelência em segurança e saúde ocupacional.

Para a obtenção do selo, a companhia concluiu um processo de 16 meses para adequação ao padrão de excelência exigido pela ISO 45001. “Com oito obras em andamento em três países, e uma operação que funciona 24 horas por dia, foi necessário liderar uma equipe inteiramente dedicada a estabelecer rotinas e padrões de comportamento de excelência global em segurança do trabalho e saúde ocupacional”, explica Fábio Trimarco, diretor de Compliance da Ascenty. “Essa certificação, portanto, é um diferencial de mercado, que nos posiciona como única empresa do setor no País referenciada por priorizar a vida e a saúde dos trabalhadores, o que é um carimbo de qualidade da entrega de serviços da Ascenty para a comunidade”, acrescenta.

Esse processo de conformidade teve o apoio da Diretoria de Segurança do Trabalho, sob a liderança de José Carlos Queiroz. “Hoje, a organização possui a compreensão de questões cruciais que podem afetar a operação positiva ou negativamente, o que nos permite ter clareza sobre o cumprimento de nossas responsabilidades, unindo excelência de serviços ao foco permanente rumo ao objetivo de zero incidentes”, ressalta Queiroz.

Além da ISO 45001, a Ascenty tem todas as suas unidades classificadas como Tier 3 – que certificam os data centers com a maior disponibilidade do mercado – e soma mais de 100 certificações de excelência em gestão ambiental e responsabilidade social corporativa.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty é a única latino-americana entre as 20 maiores empresas de data center do mundo, aponta estudo

Relatório da União Internacional de Telecomunicações (UIT) também aponta a Digital Realty, investidora da Ascenty, como a maior provedora de data centers do mundo

A Ascenty, empresa líder em colocation na América Latina, com 28 data centers no Brasil, Chile e México – sendo 21 em operação e sete em construção – foi reconhecida como a 13ª maior empresa de data centers do mundo, sendo a única latino-americana da lista de 20 companhias.

O mesmo estudo, elaborado pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), posiciona a Digital Realty, investidora da Ascenty, na primeira posição do ranking. Isso significa que os clientes da Ascenty estão interconectados a maior rede de data centers do mundo, constituída por 290 unidades da Digital Realty localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, África, Ásia e Austrália.

O levantamento da UIT – Global Connectivity Report 2022 – usa como base dados de dezembro de 2021. A Ascenty está em 13º na categoria multi-tenant data centre (MTDC), que inclui os provedores de data center do mercado de colocation, ou seja, que alugam o espaço em seus data centers para clientes.

Líder absoluta na América Latina, a Ascenty registra crescimento acelerado e contínuo. Em dois anos de pandemia, a empresa passou de 14 para 19 data centers em operação ao final de 2021. No período, também inaugurou a primeira operação internacional, no Chile. Recentemente, iniciou a operação de duas unidades no México e, em breve, anunciará uma segunda unidade em atividade no Chile.

O relatório anual da UIT – agência da ONU especializada em tecnologias de informação e comunicação – fornece uma avaliação atual e detalhada sobre quão perto o mundo está de alcançar uma conectividade universal e significativa.

Para acessar o relatório completo, acesse o site da UIT clicando aqui.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site clicando aqui.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty inaugura dois data centers no México, os primeiros da empresa no país

A companhia já investiu R$ 1 bilhão para entrar no mercado mexicano e consolidar sua liderança no mercado de data centers latino-americano

A Ascenty, empresa líder no setor de serviços de data centers na América Latina, anuncia inauguração de duas unidades no México, primeiras operações da companhia no país.

O investimento total para a instalação dos dois novos data centers, localizados na cidade de Querétaro, foi de R$ 1 bilhão. Agora, a Ascenty conta com 28 unidades no Brasil, Chile e México, sendo 21 em operação e sete em construção.

Enquanto México 1 tem área de 20.000 m² e potência total de 21 MW, México 2 ocupa 24.000 m² e tem capacidade de 31 MW. As estruturas entraram em funcionamento em 1º de julho e já inauguraram com parte dos centros de processamento de dados ocupado por clientes: México 1 com 25% do total e México 2, com 20%.

Nos últimos anos, Querétaro se tornou a área que mais atrai investimentos estrangeiros e nacionais na implementação de data centers de classe mundial, segundo o relatório da Cushman & Wakefield “Data centers Global Market Comparison 2021“. A região também foi citada como um dos principais mercados do mundo no relatório de 2022.

“Querétaro é atrativa por sua localização geográfica: perto da zona industrial de Bajío e da Cidade do México, mas com baixo risco de catástrofes naturais, como terremotos, furacões ou tornados; e uma eficiente infraestrutura elétrica com disponibilidade de energia para data centers”, afirma Chris Torto, CEO e fundador da Ascenty. “Além dessas inaugurações no México, consolidaremos nossa liderança na América Latina com o início de operação de nossa segunda unidade no Chile, ainda neste ano, bem como avaliamos nossa entrada em outros mercados da região, como Colômbia e Peru.”

Características técnicas

A exemplo de todos os data centers da Ascenty, as novas unidades no México são classificadas como Tier 3 (TR3) e possuem sistema de distribuição tri-bus que permite aos geradores uma autonomia de mais de 48 horas sem abastecimento. Além disso, contam com sistema de refrigeração de alto desempenho, operando nos corredores técnicos laterais com redundância.

Os novos data centers são interconectados por uma rede de fibra óptica 100% subterrânea com quatro rotas distintas entre si, que também se conectam aos principais pontos de conectividade.

Já no quesito segurança física, o monitoramento é ininterrupto por 24 horas nos sete dias da semana, com detecção automática de movimento em alta definição e equipe de segurança capacitada. Adaptando-se à realidade local, os data centers do México foram construídos seguindo recomendações específicas para zonas com atividade sísmica.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty e NIC.br realizam novos investimentos na região de Vinhedo para expandir o mercado de interconexão

O novo ponto de interligação de redes está localizado no data center da Ascenty em Vinhedo, o maior da América Latina, e beneficia o interior do estado de São Paulo

A Ascenty, empresa líder em colocation na América Latina, com 28 data centers no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e nove em construção – anuncia um novo ponto de interligação de redes na região de Vinhedo, interior de São Paulo. O investimento foi realizado em conjunto com o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), que mantém e opera o IX.br, projeto referência em infraestrutura para a interconexão direta entre redes em regiões metropolitanas. O volume agregado total de tráfego é da ordem de 22 Tb/s, disponibilizando melhora de qualidade e redução de custo das trocas de tráfego na Internet.

O projeto resulta na extensão do IX.br de São Paulo – onde já existe um ponto de interligação de redes (PIX) com o data center São Paulo 2 da Ascenty – para dentro do campus da Ascenty em Vinhedo.

O foco da Ascenty em infraestrutura e conectividade foi essencial para a criação do novo ponto de presença do IX.br. Além de ter 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária conectada às estações de cabo submarino em Fortaleza, Rio de Janeiro e Praia Grande (SP), a Ascenty é “carrier neutral” e garante que seus clientes tenham acesso direto a inúmeras operadoras de telecomunicação em seus data centers.

“A nova estrutura do IX.br em Vinhedo é um passo importante para a expansão da Ascenty em termos de infraestrutura e conectividade. Investir na integração ao PTT em nosso campus com o maior data center da América Latina reforça a preocupação e interesse das empresas em quebrar as barreiras da interconexão preservando a disponibilidade dos acessos e as condições comerciais justas e acessíveis”, ressalta João Walter, executivo de Produtos e Soluções da Ascenty.

“A escolha do novo ponto de abrangência do IX.br foi consequência de um mapeamento estratégico e da necessidade de aproximação com o interior do estado. Também consideramos a importância da conectividade aos data centers de grande porte, com capacidade para hospedar ISPs e provedores de conteúdo. O investimento em novas regiões cria uma maior capilaridade e aproximação, além de tornar a interligação e a troca de tráfego acessíveis para operadoras, ISPs e provedores de conteúdo”, afirma Julio Sirota, gerente de Infraestrutura do IX.br.

Atualmente, os ISPs e as operadoras que atendem o interior do estado de São Paulo arcam com os custos de rede para se conectarem aos pontos de troca de tráfego na capital. Esse alto investimento de interconexão dentro dos data centers impacta negativamente na relação custo/benefício dessa iniciativa. Portanto, a disponibilidade de um ponto de conexão do IX.br dentro da Ascenty cria possibilidades de negócios e expansão para o mercado.

Sobre o IX.br

O Brasil Internet Exchange (IX.br) é uma iniciativa do CGI.br e do NIC.br que visa à instalação e operação de pontos de troca de tráfego Internet e provê a infraestrutura necessária para a interligação direta dos Sistemas Autônomos (AS) às redes que compõem a Internet. O IX.br colabora para reduzir os custos e melhorar o desempenho das redes participantes e de toda a Internet, seguindo a definição da Internet eXchange Federation. A iniciativa já abrange 35 Internet Exchanges independentes, distribuídos pelas cinco regiões do País, que se interligam diretamente, com importantes redes nacionais e internacionais também presentes. Para mais informações, acesse o site clicando aqui.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (https://nic.br/) é uma entidade civil de direito privado e sem fins de lucro, encarregada da operação do domínio .br, bem como da distribuição de números IP e do registro de Sistemas Autônomos no País. O NIC.br implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br desde 2005, e todos os recursos arrecadados provem de suas atividades que são de natureza eminentemente privada. Conduz ações e projetos que trazem benefícios à infraestrutura da Internet no Brasil. Do NIC.br fazem parte:  Registro.br (https://registro.br), CERT.br (https://cert.br/), Ceptro.br (https://ceptro.br/), Cetic.br (https://cetic.br/), IX.br (https://ix.br/) e Ceweb.br (https://ceweb.br), além de projetos como Internetsegura.br (https://internetsegura.br) e Portal de Boas Práticas para Internet no Brasil (https://bcp.nic.br/). Abriga ainda o escritório do W3C Chapter São Paulo (https://w3c.br/).

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site clicando aqui.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty é certificada empresa 100% carbono neutro pelo segundo ano

Pioneira do setor em neutralizar emissões de carbono, maior empresa de data centers da América Latina conclui neutralização de 2021 e atesta utilização de energia limpa

A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina, com 28 data centers próprios no Brasil, Chile e México, conquistou o título de empresa “carbono neutro” no Programa Brasileiro GHG Protocol, referente a 2021 e pelo segundo ano consecutivo. Assim, a companhia, pioneira em neutralizar emissões desde 2020, cumpre a meta de, em todo primeiro semestre, compensar 100% do carbono emitido por suas unidades em operação no ano anterior.

“Daremos continuidade ao Programa Carbono Zero ano após ano, reafirmando nosso compromisso com uma cultura corporativa alinhada à agenda positiva global de enfrentamento às mudanças climáticas”, afirma Fábio Trimarco, diretor de Compliance e Qualidade da Ascenty. “Além de sermos os pioneiros do setor ao neutralizar a totalidade de emissões desde 2020, nos tornamos o primeiro data center certificado ISO 14001 em 2016, quando pouco se falava em sistema de gestão ambiental corporativo”, acrescenta.

Liderado pela área de Environmental, Social and Corporate Governance (ESG) da Ascenty, o relatório de elaboração do inventário de emissões de GEE (gases de efeito estufa), com análise quantitativa e qualitativa, contempla três escopos que abrangem a integridade do impacto ambiental direto e indireto da atividade da empresa.

O escopo 1 avalia as emissões diretas da empresa, provenientes de bens próprios da companhia, como automóveis e geradores proprietários, por exemplo. Já o escopo 2 mede as emissões indiretas resultantes de insumos da companhia, originárias na íntegra pela geração de energia elétrica consumida pela empresa. E o escopo 3 contempla as emissões indiretas sem controle da empresa, como aquelas resultantes de fontes particulares de funcionários, parceiros e clientes.

Com um total de 70.880,28 toneladas de GEE emitidos ano passado, a Ascenty mais que dobrou o total de emissões na comparação com 2020 (29.464,87 toneladas). Esse crescimento vertiginoso se deve à expansão da empresa, que registrou um crescimento de 50% em termos de faturamento em 2020 e de 32% em 2021.

Além de ter inaugurado dois data centers em 2021 – Hortolândia 4 e Rio de Janeiro 2 –, a Ascenty registrou o dobro do consumo médio anual de energia em suas infraestruturas, passando de 500 GWh no ano. Já o tráfego de internet dentro das unidades cresceu aproximadamente 300%.

Da totalidade de emissões em 2021, 96,5% dizem respeito ao escopo 2 (68.430,98 toneladas), por conta do alto consumo de energia elétrica, o insumo mais importante para o funcionamento ininterrupto dos grandes data centers de classe mundial da Ascenty. A segunda fonte emissora se refere as emissões fugitivas, do escopo 1 (3,28% do total), ocasionadas por combustão estacionaria (geradores), veículos da frota, efluentes líquidos, aparelhos de ar-condicionado e outras fontes da operação. E a terceira fonte são as emissões provenientes dos nossos contratos com terceiros, como, por exemplo, transportadoras, viagens de negócios e outros (0,08% do total), estas do escopo 3.

Clique aqui para acessar e baixar do relatório de ESG da Ascenty.

Energia limpa e aterro zero

Além de zerar emissões, a Ascenty também assegura o uso de energia limpa e o destino ambientalmente correto de seus resíduos sólidos em todas as suas operações e obras.

Cerca de 86% de todo o consumo da companhia é de energia limpa na própria fonte, negociada no mercado livre de forma incentivada. Mas como no Brasil todo o insumo gerado entra na malha energética do sistema brasileiro antes de ser redistribuído, é exigência internacional do relatório de emissão de carbono ter o lastro do iREC. Dessa forma, é assegurada a rastreabilidade de comprovação das fontes renováveis.

Para atestar o consumo de energia limpa, insumo que responde por quase 96% do total de emissões da Ascenty, a empresa integra o sistema iREC (International REC Standard), certificado que atesta a procedência de energia de fontes renováveis.

Para a parcela dos 4% restantes, a Ascenty firmou compensações de carbono diretamente em ações de incentivo e valorização da produção de energia limpa, como projetos de construção de pequenas usinas hidrelétricas, eólica, solar e de biomassa. Na prática, portanto, 100% da energia utilizada pela empresa é limpa.

Já em relação aos resíduos sólidos, resultantes do descarte dos 650 funcionários nas 19 unidades em operação e do entulho de nove data centers em construção, a Ascenty assegura que 99,27% do total é destinado a centros de reaproveitamento e de reciclagem. Trata-se do projeto Ascenty Aterro Zero, que segue as melhores práticas internacionais e estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) de reutilização, compostagem, reciclagem, recuperação, aproveitamento energético e outras destinações admitidas pelos órgãos competentes.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty integra oferta de infraestrutura de Data Center da add it

Para suportar crescimento, empresa provedora de soluções na nuvem firma parceria com maior infraestrutura de data centers da América Latina

A Ascenty, empresa líder em colocation na América Latina, com 28 data centers no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e 09 em construção – anuncia parceria com a add it Cloud Solutions, especialista de nuvem para ambientes de missão crítica.  

A parceria nasceu da necessidade da add it de duplicar seu tamanho e aumentar a disponibilidade de nuvem. E foi o data center São Paulo 3 da Ascenty que atendeu todos os pré-requisitos da empresa. A infraestrutura segue criteriosamente os padrões de disponibilidade estabelecidos pela norma TIA 942 e são chancelados pela TUV com a certificação TR3, que asseguram o atendimento dos níveis de serviços com a maior disponibilidade do mercado. Além disso, o posicionamento comercial coeso e justo garante que os clientes finais não sejam impactados na contratação dos serviços.

“Atualmente, consideramos a Ascenty parte indispensável à continuidade e expansão dos nossos objetivos de crescimento de dois dígitos anualmente, por prover a infraestrutura necessária e se adiantar às necessidades de nossos clientes, tanto técnicas quanto financeiras, de forma rápida e eficiente”, conta, Eduardo Chiste CEO & Co-Founder da add it.

O projeto consumiu mais de 4.300 horas dedicadas para a ativação da nova infraestrutura de nuvem. “Nossos clientes, agora, podem contar com uma nuvem privada com ainda mais disponibilidade, elasticidade, flexibilidade e alto desempenho”, assegura Eduardo.

Para Vinícius Minetto, Diretor Executivo de Vendas da Ascenty, o portfólio de serviços complementares estabelece uma relação de solidariedade entre as empresas, em prol de crescimento e desenvolvimento mútuo. “Oferecemos um ecossistema digital de excelência global através da PlatformDigital – Digital Realty, que funciona como uma engrenagem para alavancar os negócios de parceiros, como a add it. Além disso, compartilhamos dos mesmos valores, em especial em relação à eficiência, flexibilidade nos serviços e disponibilidade total aos nossos clientes, o que irá amplificar o reconhecimento e a reputação de ambas as marcas”, destaca Minetto.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Ascenty conquista ISO 22301 para seus data centers em operação no Brasil

Com o selo de gestão da continuidade de negócios, Ascenty reforça diferencial competitivo de possuir a mais ampla gama de certificações do setor.

Com 28 unidades próprias no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e nove em construção – a Ascenty, líder em Colocation na América Latina, anuncia a conquista da certificação ISO 22301, que atesta a excelência do sistema de gestão da continuidade de negócios em suas 18 operações em território nacional.

O selo se soma às mais de 100 certificações em gestão ambiental e responsabilidade social corporativa da Ascenty, o que consiste em um diferencial competitivo no setor de data centers. A companhia tem, ainda, todas as suas unidades classificadas como Tier 3 (TR3) – que chancelam os data centers com a maior disponibilidade do mercado – e possui o título de empresa “carbono neutro” seguindo o Programa Brasileiro GHG Protocol.

“A ISO 22301 oferece um controle da estrutura para a gestão da continuidade de negócios que reduz a probabilidade de incidentes disruptivos em qualquer departamento da empresa, além de nos deixar preparados para agir pronta e apropriadamente caso haja alguma ocorrência, reduzindo drasticamente os danos potenciais”, explica Fábio Trimarco, diretor de Compliance e Qualidade da Ascenty. “Trata-se de uma norma que nos coloca em situação privilegiada no mercado, pois a complexidade dessa certificação, bem como a abrangência para 100% da nossa operação, qualificam a ISO 22301 como uma norma com muitos detalhes para implantação, fazendo com que poucas empresas no mercado a possuam”, acrescenta.

Entre os benefícios da certificação estão a mitigação de impacto a falha de sistemas; a adoção de processos adequados e testados periodicamente para a continuidade do negócio; a redução do tempo de resposta e de solução a incidentes críticos; e a manutenção das atividades mesmo diante da ocorrência de incidentes críticos.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty conquista certificação ISO 9001 para seus data centers em operação no Brasil

Empresa líder em data centers na América Latina conquista selo que atesta excelência da gestão da qualidade em todas as suas 18 operações no Brasil

Com 28 unidades próprias no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e nove em construção – a Ascenty, líder em Colocation na América Latina, anuncia a conquista da certificação ISO 9001, que atesta a excelência na entrega dos serviços e gestão da qualidade, em suas 18 operações em território nacional.

Para a obtenção da certificação, a empresa estabeleceu procedimentos padrões exigidos globalmente pela ISO 9001 aos data centers brasileiros. Para as duas unidades em Santiago, Chile – uma em operação e outra em fase final de construção – e os dois data centers em Querétaro, no México – com previsão de inauguração em 2022 – estão programadas a obtenção da normatização ainda neste ano.

“Implementamos um modelo de gerenciamento de documentação padronizado para monitorar o cumprimento de metas em relação à qualidade de toda a gestão do negócio, com processos e procedimentos que visam à eficiência das atividades de nossos funcionários”, explica Fábio Trimarco, diretor de Compliance da Ascenty. “Os principais benefícios da ISO 9001 são a redução de desperdícios; a identificação mais eficiente de problemas na operação; a maior fidelização de clientes; e a melhor organização dos processos de gestão”, acrescenta.

A ISO 9001 se soma às mais de 100 certificações em gestão ambiental e responsabilidade social corporativa da Ascenty. A companhia tem, ainda, todas as suas unidades classificadas como Tier 3 (TR3) – que chancelam os data centers com a maior disponibilidade do mercado.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty é a primeira empresa de data centers do Brasil a conquistar o selo ISO 45001

A certificação atesta a empresa líder no mercado de data centers como a pioneira do País em práticas corporativas de excelência em segurança e saúde ocupacional

Com 28 unidades próprias no Brasil, Chile e México – sendo 19 em operação e nove em construção – a Ascenty, líder em Colocation na América Latina, é a primeira empresa de data centers do Brasil a conquistar a certificação ISO 45001, que atesta as práticas corporativas de excelência em segurança e saúde ocupacional.

Para a obtenção do selo, a companhia concluiu um processo de 16 meses para adequação ao padrão de excelência exigido pela ISO 45001. “Com oito obras em andamento em três países, e uma operação que funciona 24 horas por dia, foi necessário liderar uma equipe inteiramente dedicada a estabelecer rotinas e padrões de comportamento de excelência global em segurança do trabalho e saúde ocupacional”, explica Fábio Trimarco, diretor de Compliance da Ascenty. “Essa certificação, portanto, é um diferencial de mercado, que nos posiciona como única empresa do setor no País referenciada por priorizar a vida e a saúde dos trabalhadores, o que é um carimbo de qualidade da entrega de serviços da Ascenty para a comunidade”, acrescenta.

Esse processo de conformidade teve o apoio da Diretoria de Segurança do Trabalho, sob a liderança de José Carlos Queiroz. “Hoje, a organização possui a compreensão de questões cruciais que podem afetar a operação positiva ou negativamente, o que nos permite ter clareza sobre o cumprimento de nossas responsabilidades, unindo excelência de serviços ao foco permanente rumo ao objetivo de zero incidentes”, ressalta Queiroz.

Além da ISO 45001, a Ascenty tem todas as suas unidades classificadas como Tier 3 – que certificam os data centers com a maior disponibilidade do mercado – e soma mais de 100 certificações de excelência em gestão ambiental e responsabilidade social corporativa.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Read More

Ascenty inicia construção de quarto data center em São Paulo, o 28º da empresa

Com investimento de R$ 220 milhões e 7.000 m² de área construída, nova instalação reafirma liderança absoluta da companhia na América Latina

A Ascenty, empresa líder no mercado de data centers na América Latina, anuncia o início de construção de sua quarta unidade em Osasco (SP). A infraestrutura terá um investimento total de R$ 220 milhões em 7.000 m² de área construída e 9 MW de potência total.

Com previsão de início de operação em dezembro deste ano, o novo empreendimento ampliará o campus de data centers da Ascenty em São Paulo para uma potência total de 33 MW.

Com essa instalação em São Paulo, a Ascenty contabiliza, agora, 28 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 19 em operação e oito em construção. Até o fim de 2020, a companhia terá iniciado as operações de cinco novas instalações, duas no Brasil – São Paulo 4 e Hortolândia 5 – e três no exterior – México 1 e 2 e Chile 2.

Segundo Marcos Siqueira, vice-presidente de Operações da Ascenty, a expansão da empresa visa a suportar o crescimento da demanda por serviços de data centers e migração para a nuvem por empresas de todos os segmentos da economia. “Hoje, o consumo de internet em nossas instalações é cerca de 300% na comparação com fevereiro de 2020, antes da pandemia. Já o consumo de energia, nosso principal insumo, quase que dobrou no período. Aumentamos em número de clientes, mas aqueles que já estavam em nossas instalações também expandiram o uso, o que evidencia o aquecimento do mercado”, avalia Siqueira.

Em linha com o padrão de excelência global de conectividade de todos os data centers da Ascenty, São Paulo 4 está interligado na rede fibra ótica proprietária de 5.000 km, mas por ser carrier neutral (rede neutra), também possui acesso às redes das principais empresas de telecomunicação do país. Para o funcionamento ininterrupto dos data centers, a energia é 100% de fontes renováveis negociada no mercado livre de forma incentivada. Além disso, as unidades já nascem com as certificações de gestão ISOs 14001, 27001, 37001 e 50001, bem como a TÜV TR3, que atesta a maior disponibilidade do mercado e assegura segurança e eficiência para a continuidade de negócios dos clientes.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 28 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected]

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Digital Realty, investidora da Ascenty, adquire Teraco, empresa líder em data centers na África

Grupo global amplia liderança no setor de soluções de data centers ao adquirir participação majoritária de companhia africana por aproximadamente US$ 3,5 bilhões

A Digital Realty (NYSE: DLR), maior fornecedora global de soluções de data center, colocation e interconexão neutras em nuvem e operadoras – investidora da Ascenty, principal empresa de data centers da América Latina – anuncia que adquiriu participação majoritária na Teraco, provedora líder de colocation de rede neutra da África. A transação envolve um consórcio de investidores, incluindo Berkshire Partners e Permira, que avaliou a Teraco em aproximadamente US$ 3,5 bilhões, e posiciona imediatamente a Digital Realty como provedora líder em colocation no continente africano.

Com sete instalações localizadas nos principais centros urbanos da África do Sul, em Joanesburgo, Cidade do Cabo e Durban, a Teraco atende cerca de 600 clientes, incluindo provedores de conectividade, plataformas de nuvem e conteúdo e empresas. A Teraco viabiliza 22.000 interconexões entre clientes, sendo seu campus em Joanesburgo um dos mais densamente interconectados do mundo, com 13.000 conexões cruzadas (cross-connects).

Para os 350 clientes globais da Ascenty que atuam na América Latina, essa aquisição reafirma o padrão de excelência mundial do ecossistema digital em que estão inseridos. A companhia com dados alocados em qualquer um dos 27 data centers da Ascenty no Brasil, Chile e México conta com 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária que a conecta às estações de cabo submarino em Fortaleza, Rio de Janeiro e Praia Grande (SP).

“O resultado de fazermos parte de um grupo global líder em serviço de data centers é prover conectividade com baixa latência, maior resiliência e, por consequência, disponibilidade superior de mercado, de ponta a ponta, em negócios realizados em qualquer lugar do mundo”, destaca Chris Torto, CEO da Ascenty.

Sobre a Digital Realty

A Digital Realty suporta as principais empresas e provedores de serviços do mundo, fornecendo todo o espectro de soluções de data center, colocation e interconexão. A PlatformDIGITAL®, plataforma global de data center da empresa, fornece aos clientes uma metodologia de solução confiável e comprovada de Arquitetura de Datacenter (PDx™) para dimensionar os negócios digitais e gerenciar eficientemente os desafios da gravidade dos dados. A pegada global de data center da Digital Realty dá aos clientes acesso às comunidades conectadas que lhes importam com 290 instalações em 47 metros em 24 países em seis continentes. Para saber mais sobre a Digital Realty, visite digitalrealty.com.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Read More

Ascenty é certificada como empresa 100% carbono neutro

Maior empresa de data centers da América Latina conclui neutralização das emissões de carbono em todas as suas unidades em operação no Brasil e Chile

A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina, com 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México, anuncia que conquistou o título de empresa “carbono neutro” seguindo o Programa Brasileiro GHG Protocol, referente ao ano-base de 2020. Com isso, a companhia completou 100% das compensações de crédito de carbono de suas unidades em operação, neutralizando as emissões de gases de efeito estufa (GEE) e reafirmando seu compromisso com uma cultura corporativa alinhada à agenda positiva global de enfrentamento às mudanças climáticas.

Liderado pela área de Environmental, Social and Corporate Governance (ESG) da Ascenty, o processo de elaboração do inventário de emissões de GEE, com análise quantitativa e qualitativa, levou cerca de 4 meses e foi concluído em outubro de 2021.

Montado em três escopos, esse relatório contempla, em primeiro, as emissões diretas da empresa, provenientes de bens próprios da companhia, como automóveis e geradores proprietários, por exemplo. O escopo 2 mede as emissões indiretas resultantes de insumos da companhia, originárias na íntegra pela geração de energia elétrica consumida pela empresa. E o escopo 3 contempla as emissões indiretas sem controle da empresa, como aquelas resultantes de fontes particulares de funcionários, parceiros e clientes.

“Essa abordagem em três escopos é um diferencial da Ascenty, pois abrange não apenas as atividades da empresa, mas também aquelas de stakeholders e funcionários, neutralizando efetivamente a integridade do impacto ambiental decorrente das emissões diretas e indiretas da atividade da empresa, por meio da compra de créditos de carbono”, ressalta Fábio Trimarco, diretor de Compliance e Qualidade da Ascenty.

De um total de GEE emitidos no ano passado, 84,6% dizem respeito ao escopo 2, por conta do alto consumo de energia elétrica, o insumo mais importante para o funcionamento ininterrupto dos grandes data centers de classe mundial da Ascenty. A segunda maior fonte emissora se refere as emissões fugitivas, do escopo 1 (15,2% do total), ocasionadas pela recarga de extintores e sistemas de incêndios e aparelhos de ar-condicionado. E a terceira maior fonte são as emissões estacionárias, também do escopo 1, devido ao uso de geradores de eletricidade que utilizam diesel como combustível.

Procedência da energia limpa reconhecida internacionalmente

Para assegurar o consumo de energia limpa, insumo que responde por quase 85% do total de emissões da Ascenty, a empresa integra o sistema iREC (International REC Standard), certificado que atesta a procedência de energia de fontes renováveis.

Cerca de 90% de todo o consumo da companhia é de energia limpa, negociada no mercado livre de forma incentivada. Mas como no Brasil todo o insumo gerado entra na malha energética do sistema brasileiro antes de ser redistribuído, é exigência internacional do relatório de emissão de carbono ter o lastro do iREC. Dessa forma, é assegurada a rastreabilidade de comprovação das fontes renováveis.

Para a parcela dos 10% restantes, a Ascenty firmou compensações de carbono diretamente em ações de incentivo e valorização da produção de energia limpa, como projetos de construção de pequenas usinas hidrelétricas, eólica, solar e de biomassa.

Paralelamente, a Ascenty investe em projetos proprietários de instituições que apoiam o melhor uso da energia, como a aquisição recente de incentivos para o Projeto de Gerenciamento de Gases do Aterro Sanitário Bandeirantes, localizado no km 26 da Rodovia dos Bandeirantes. O objetivo deste projeto é realizar a captura e a queima dos gases gerados pelo aterro, a fim de reduzir a quantidade de GEE na atmosfera. O gás capturado é utilizado para produzir energia elétrica.

Relativo ao ano-base de 2020, a Ascenty investiu cerca de meio milhão de reais para zerar a emissão de GEE. “Não é o fato apenas de ser uma empresa carbono neutro, mas os valores que passam a ser adotados por todos os colaboradores sobre uma atitude consciente em relação ao uso racional de insumos, que passam a ter essa conduta dentro de casa também, em atividades compatíveis com a nossa cultura corporativa”, conclui Trimarco.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Parceria entre Ascenty e Noroestecom potencializa transmissão de dados nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná

Contrato entre, empresa líder em data centers na América Latina – Ascenty, e sua parceira Noroestecom, amplia o desempenho, conectividade e segurança dos seus clientes e aumenta o leque de produtos ofertados

A Ascenty, empresa líder no mercado de colocation na América Latina – com 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e 10 em construção –, anuncia nova parceria com a sua cliente Noroestecom, empresa do mercado de telecomunicações que viabiliza soluções de infraestrutura de rede de transporte de alta capacidade e ampla capilaridade nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná.

A parceria iniciada em outubro melhora a resiliência na prestação de serviços de telecomunicações da Noroestecom, pois agora contam com o apoio de dois data centers da Ascenty, um em Campinas e outro em Osasco. “Há ganho de desempenho, conectividade e segurança, pois nossa conexão entre Campinas e Barueri passa a ser 100% por fibras ópticas enterradas nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, em uma malha moderna e monitorada, proporcionando alto índice de qualidade e disponibilidade”, afirma Ricardo Adenes, diretor da Noroestecom.

O acordo também é benéfico para os clientes da Ascenty, que passam a contar com mais 3.000 km aproximadamente de rede óptica em mais de 50 municípios paulistas e que alcançam cidades mineiras, sul-mato-grossenses e paranaenses. Com mais opções de linhas de transmissão de dados, maior a escalabilidade, a resiliência e a qualidade das conexões.

“Esta parceria agrega muito aos clientes da Ascenty. Com a capilaridade da Noroestecom, os nossos clientes conseguirão se conectar às principais clouds públicas globais, além de oferecerem uma melhor experiência aos usuários devido à baixa latência e à resiliência dos serviços”, afirma Vinícius Minetto, Diretor de Vendas da Ascenty.

Sobre a Noroestecom

A Noroestecom – NRT é uma empresa neutra no mercado de telecomunicações, focada em viabilizar soluções de infraestrutura de rede de transporte de alta capacidade (Backbone) e grande capilaridade (Acesso) de alta confiabilidade, garantindo escalabilidade, disponibilidade e qualidade de serviço, atuou inicialmente como Operadora SCM – (Serviços de Comunicação Multimídia) no estado de São Paulo atendendo aos segmentos de Mercado ISP, Carrier, Corporativo e Empresarial, com grande abrangência em seu portfólio de produtos (Fibra Apagada, Lan2Lan, Link Dedicado, Link Banda Larga). Para mais informações acesse o site.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse o site.

Mais informações para a imprensa (Ascenty)

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Conheça as vantagens da conexão direta com as duas localidades da nuvem Oracle no Brasil

Venha participar de um bate-papo exclusivo com o Weligton Pinto, Snr Director Tech Cloud Engineering and Architectureda Oracle e João Walter, Gerente Executivo de Produtos e Soluções da Ascenty.

Read More

Parceria entre Think IT e Ascenty amplia possibilidades de negócios em ambiente digital para companhias de todos os portes

Acordo entre empresas diversifica soluções estratégicas para o crescimento de negócios em ambiente digital

A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina – com 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e 10 em construção –, anuncia parceria com a Think IT, companhia especializada em serviços de infraestrutura de TI como Cybersercurity, Cloud, CDN e Outsorcing para empresas de diversos segmentos.

Válido para clientes sediados em todo o território nacional, o acordo, firmado em julho deste ano, amplia as possibilidades de soluções que atendem a necessidade de corporações que pretendem migrar ou inovar suas operações em ambiente digital de forma segura e com alto desempenho. Por meio da integração ao NAP Brasil (sigla em inglês para Ponto de Acesso de Rede), com 5.000 km de cabeamento próprio de fibra ótica que interconecta seus data centers, a Ascenty oferece uma latência de conexão de até 2 milissegundos para troca de dados, índice 15% inferior à média de oferta no mercado brasileiro.

“Esta parceria proporciona condições de ofertar soluções end to end em nuvem, pois como os clientes raramente levam 100% das aplicações para cloud, a interconexão da Ascenty nos dá a oportunidade de entregar um portfólio completo de tecnologias, podendo contar com um data center de primeira linha que garanta uma operação estável e sem atrito para qualquer necessidade de negócio. Muito além de uma gestão de infraestrutura 24×7, entregamos excelência operacional, escalabilidade, alta performance e segurança digital”, destaca Constantino Iliadis, vice-presidente da Think IT.

Para a Ascenty, o acordo diversifica as oportunidades para seus mais de 350 clientes na América Latina que fazem uso de seus data centers. “Uma vez interconectado aos nossos data centers, as empresas terão a oferta de serviços de tecnologia de excelência da Think IT, o que incrementa nosso ambiente de negócios para companhias de todos os portes, notadamente para o conceito de ambientes híbridos”, destaca Vinícius Minetto, diretor de Vendas da Ascenty.

Sobre a Think IT

A Think IT é uma empresa focada em soluções e serviços especializados de infraestrutura de TI. Fundada em 2006, atua nas principais verticais de tecnologia como Cybersecurity, Cloud, CDN, Outsourcing e Hardware, atendendo clientes em diversos segmentos no Brasil e no exterior. Ao cuidar da gestão do ambiente de TI das empresas, por meio de uma jornada sem atrito e personalizada, oferece uma experiência focada no aumento da produtividade e na integridade dos negócios, proporcionando aos líderes mais tempo para que possam se dedicar exclusivamente ao crescimento dos resultados das companhias.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Read More

Com dez obras em três países em meio à pandemia, Ascenty registra índices de excelência em segurança e saúde ocupacional

Empresa líder no mercado de Colocation na América Latina expande operações com desempenho superior em segurança do trabalho

Com 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México – sendo 17 em operação e 10 em construção – a Ascenty, líder em Colocation na América Latina, apresenta índices de excelência em segurança e saúde ocupacional. Mesmo nos períodos mais agudos da pandemia de Covid-19, a companhia manteve seus planos de expansão, sempre com muita atenção e cuidado para com os seus funcionários, por conta do aumento da demanda por serviços digitais.

Tocar 10 obras em três países distintos e, ainda, manter a qualidade de prestação de serviços em cenário de aumento de demanda, em uma operação que funciona 24 horas por dia, já seria, por si só, desafiador. Com os riscos de contaminação pelo novo coronavírus, então, a Ascenty teve de investir fortemente nas melhores práticas de segurança do trabalho para preservar o valor primordial da companhia, que é a integridade das pessoas.

Nesse contexto, a Ascenty instituiu há cerca de um ano a Diretoria de Segurança do Trabalho, sob a liderança de José Carlos Queiroz, executivo com décadas de experiência na área em empresas como IBM e Ericsson. “O primeiro passo foi reduzir o número de profissionais trabalhando simultaneamente e readaptar os prazos para conclusão dos projetos com base nas medidas de distanciamento social”, conta. “Fomos além das exigências legais trabalhistas e recomendações sanitárias. Hoje, estamos com aproximadamente 3.500 trabalhadores em canteiros de obras com a meta de zero acidentes – e com 98% de funcionários ao menos com a 1ª dose de vacina anti-Covid, com o objetivo de chegar a 100% até outubro”, acrescenta.

Desde o início da pandemia, a Ascenty promove testagens semanais de COVID-19 por amostragem de 20% dos trabalhadores em canteiros de obras, dos seus 350 funcionários e, também, dos fornecedores e clientes que frequentam as construções. Em caso de aumento de casos da doença, majoritariamente por razões de contaminação fora do ambiente de trabalho, todos os funcionários, fornecedores e visitantes são testados imediatamente. Esses testes massivos já ocorreram em construções no México, Rio de Janeiro e Hortolândia.

Ainda sobre medidas sanitárias, para impedir que o vírus circule, foram instalados totens de medição de temperatura e álcool gel na entrada de locais de construção e em todas as instalações da Ascenty. Máscaras cirúrgicas também estão disponíveis para quem transitar pelos locais.

“A nossa primeira preocupação é com os colaboradores e fornecedores. Por isso, temos essa visão 360 graus sobre como tornar o ambiente de trabalho o mais seguro possível, principalmente durante a pandemia”, afirma José Queiroz.

Outra medida importante foi a implementação de ambulatórios completos nos locais de obras. Equipados com desfibriladores, macas, medidores de pressão e temperatura, máscaras e galões de oxigênio, balança e medicamentos, os trabalhadores podem contar com a assistência permanente de um médico e duas enfermeiras. A ação garante que, em caso de acidente, os funcionários sejam atendidos prontamente, além de ajudar na identificação de possíveis sintomas de Covid em fase inicial.

Outra frente de ação é a realização de treinamentos periódicos e distribuição de materiais informativos sobre segurança e saúde ocupacional. Um exemplo disso foi a promoção de um webinar no mês de agosto sobre “A importância da vacina contra o Covid-19”, com o infectologista Dr. Tufi Chalita para responder dúvidas gerais a respeito dos comportamentos de risco para a contaminação de COVID-19. Circulares, cartazes, vídeos acessíveis por QR Codes e panfletos com informações sobre segurança e saúde complementam o ambiente de risco mínimo aos colaboradores.

Atualmente, a empresa projeta conquistar até dezembro a certificação ISO 45001, norma internacional para o Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional. Além de ter todas suas unidades classificadas como Tier III – que certificam os data centers com a maior disponibilidade do mercado –, a Ascenty soma mais de 100 certificações que referendam suas práticas de excelência em gestão ambiental, responsabilidade social corporativa e de segurança e saúde ocupacional.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Beatriz Biasoto | [email protected] | +55 11 93487-0994

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097 +55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty oferece conexão com o Google Cloud em São Paulo em três pontos distintos

A Ascenty está entregando latência de troca de dados de até 2 milissegundos, índice 15% abaixo da média do mercado brasileiro

– A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina com 27 data centers distribuídos entre Brasil, Chile e México, agora oferece um ponto de acesso direto, seguro e privado à rede global do Google Cloud em seus Data Centers de São Paulo – campus que se tornou um local de interconexão com Google Cloud.

Isso classifica a Ascenty como uma das poucas empresas que atualmente oferecem acesso em todos os locais de interconexão do Google Cloud no estado de São Paulo. Os três pontos de conexão são possíveis pela integração direta com o Partner Interconnect do Google Cloud, um serviço que permite aos clientes se conectarem à plataforma global da empresa.

Outro diferencial de mercado é que não se exige do cliente a hospedagem de servidores em data centers da Ascenty para que ele possa acessar o Google Cloud. Os pontos de conexão são oferecidos mesmo àquelas empresas que possuem os dados alocados em outras estruturas, sejam elas privadas (on premises), híbridas ou públicas. A latência de conectividade é semelhante em qualquer das soluções contratadas, porém a Ascenty está entregando uma latência de até 2 milissegundos para troca de dados, índice 15% inferior à média de oferta no mercado brasileiro. Para os clientes que não possuem backbone alocado em qualquer um dos data centers da Ascenty, quanto mais distante estiverem desses pontos de acesso em São Paulo, maior a latência.

Uma outra vantagem aos clientes do Google Cloud diz respeito ao peering, que é a integração da troca de tráfego entre o usuário final e os produtores de conteúdo na internet. A conexão privada com o Google Cloud, detentor de grande quantidade de informações em vídeo, streaming e redes sociais, entre outros conteúdos, traz, portanto, economia de custo e excelência de qualidade de serviços aos provedores de internet.

“Nós entregamos o que nossos clientes necessitam de acordo com o momento específico de maturidade de transformação digital de cada um. Ou seja, nos posicionamos no mercado como facilitadores da migração para a nuvem, estabelecendo em conjunto com nossos clientes um plano estratégico gradativo de transformação digital, minimizando eventuais percalços causados por uma aceleração digital não planejada”, afirma Vinícius Minetto, diretor de Vendas da Ascenty.

Entenda os benefícios ao negócio

A partir desse ponto de conexão direta à rede do Google Cloud, os clientes da Ascenty se beneficiam da capacidade de criar e hospedar aplicativos de negócios digitais na infraestrutura altamente escalonável e confiável do Google Cloud.

O acesso direto ao Google Cloud também oferece vantagens de custo significativas para o tráfego de saída entre a nuvem privada virtual do Google Cloud e os recursos de TI locais existentes dos clientes, potencializando as soluções híbridas.

Além disso, a facilidade de integração da API (sigla em inglês para Interface de Programação de Aplicativos) entre a infraestrutura do cliente e o Google Cloud simplifica o gerenciamento de serviços essenciais.

Por meio da integração ao NAP Brasil (sigla em inglês para Ponto de Acesso de Rede), com 5.000 km de cabeamento próprio de fibra ótica que interconectam os 27 data centers da Ascenty, ampliam-se as possibilidades de desenvolvimento de negócios para os cerca de 350 clientes de toda a América Latina.

Adicionalmente, os parceiros da Ascenty ainda contam com a expertise de suas empresas acionistas: a Digital Realty, maior empresa global de data centers, com 290 unidades localizadas na América, Europa, Ásia e Oceania; e a Brookfield Infrastructure Partners, gestora de ativos canadense com sólida experiência no mercado brasileiro.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Digital Realty, investidora da Ascenty, é reconhecida como líder no IDC MarketScape para serviços de data center, colocation e interconexão pelo segundo ano consecutivo

Grupo global continua a elevar sua posição no setor, oferecendo uma extensa gama de soluções para sistemas computacionais e armazenamento de dados corporativos

A Digital Realty (NYSE: DLR), maior fornecedora global de soluções de data center, colocation e interconexão neutras em nuvem e operadoras – investidora da Ascenty, principal empresa de data centers da América Latina – foi reconhecida como líder no IDC MarketScape: Worldwide Datacenter Colocation and Interconnection Services 2021 Vendor Assessment (Doc #US46746121, June 2021) pelo segundo ano consecutivo.

O relatório do IDC MarketScape ressalta a evolução da plataforma global da Digital Realty nos últimos 18 meses, à medida que a empresa emergiu como uma concorrente para implantações globais de infraestrutura de nuvem híbrida corporativa com foco em fornecer soluções diversificadas e flexíveis. A avaliação também cita a presença global em expansão da Digital Realty, incluindo a associação com a Interxion em 2020, o que melhorou significativamente o alcance da empresa na Europa, Oriente Médio e Ásia.

Para os 350 clientes globais da Ascenty que atuam na América Latina, esse reconhecimento reafirma o padrão de excelência mundial do ecossistema digital em que estão inseridos. A companhia que esteja alocada em qualquer um dos 27 data centers da Ascenty no Brasil, Chile e México está interligada por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária que a conecta às estações de cabo submarino em Fortaleza, Rio de Janeiro e Praia Grande (SP). “O resultado é conectividade com baixa latência, maior resiliência e, por consequência, disponibilidade superior de mercado, de ponta a ponta, em negócios realizados em qualquer lugar do mundo”, destaca Roberto Rio Branco, VP de Marketing e Relações Institucionais da Ascenty.

A avaliação do IDC MarketScape posicionou a Digital Realty pelos seguintes pontos fortes:

  • Soluções de data center: o relatório detalha as ofertas abrangentes de produtos da Digital Realty, desde recursos de construção em escala de hyperscale até suítes e gaiolas individuais, bem como instalações verdes que fornecem utilização de energia eficiente em todo o mundo. É observado que a empresa visa e alcançou cobertura 100% de fontes renováveis de energia na Europa, bem como para seu negócio de colocation nos EUA, juntamente com inúmeras certificações de sustentabilidade em 2020.
  • Soluções de conectividade: o estudo destaca a variedade diversificada de soluções disponíveis na PlatformDIGITAL®, incluindo cross-connect, campus e metro, bem como IX e IP Bandwidth. Ele cataloga as parcerias da Digital Realty com parceiros como o Megaport que permitem acesso flexível a vários provedores de serviços.
  • Soluções de conectividade em nuvem: o IDC MarketScape ressalta que a Digital Realty facilita arquiteturas em nuvem híbridas com acesso a plataformas populares em nuvem e acesso em nuvem.
  • PlatformDIGITAL®: O IDC MarketScape reconhece a plataforma global da Digital Realty para permitir conectividade corporativa escalável, sob demanda, segura e de baixa latência.

De acordo com o relatório, os clientes devem considerar a Digital Realty quando seus negócios baseados em dados exigirem uma plataforma escalonável e preparada para uma infraestrutura global híbrida e multi-nuvem. O estudo destaca as ofertas seguras de conformidade específicas do setor da PlatformDIGITAL®, junto com a plataforma de interconexão de multi-cloud flexível localizada em mercados metropolitanos e periféricos.

“Estamos muito felizes pelo reconhecimento do IDC MarketScape, pois legitima que a Digital Realty é um parceiro global confiável para apoiar o crescimento sustentável das empresas em suas iniciativas de transformação digital”, afirma Tony Bishop, vice-presidente sênior de Plataforma, Crescimento e Marketing da Digital Realty.

Sobre o IDC MarketScape

O modelo de avaliação de fornecedores do IDC MarketScape foi desenvolvido para fornecer uma visão geral da adequação de concorrência dos fornecedores de TIC (tecnologia da informação e comunicação) em um determinado mercado. A metodologia de pesquisa utiliza um método rigoroso de pontuação com base em critérios qualitativos e quantitativos que resulta em uma única ilustração gráfica da posição de cada fornecedor em um determinado mercado. O IDC MarketScape fornece uma estrutura clara na qual pode-se comparar, de forma significativa, as ofertas de produtos e serviços, capacidades e estratégias, fatores de sucesso de mercado atuais e futuros dos fornecedores de TI e de telecomunicações. A estrutura também fornece aos compradores de tecnologia uma avaliação completa dos pontos fortes e das limitações dos fornecedores atuais e potenciais.

Sobre a Digital Realty

A Digital Realty suporta as principais empresas e provedores de serviços do mundo, fornecendo todo o espectro de soluções de data center, colocation e interconexão. A PlatformDIGITAL®, plataforma global de data center da empresa, fornece aos clientes uma metodologia de solução confiável e comprovada de Arquitetura de Datacenter (PDx™) para dimensionar os negócios digitais e gerenciar eficientemente os desafios da gravidade dos dados. A pegada global de data center da Digital Realty dá aos clientes acesso às comunidades conectadas que lhes importam com 290 instalações em 47 metros em 24 países em seis continentes. Para saber mais sobre a Digital Realty, visite digitalrealty.com.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com.

Read More

Ascenty é líder absoluta do Quadrante de Colocation no Brasil do ISG Provider Lens™ pelo segundo ano consecutivo

Relatório da Information Services Group, instituição global líder em consultoria e pesquisa em tecnologia, ratifica que a Ascenty “oferece data centers de classe mundial nos mais exigentes mercados

A Ascenty, empresa com 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e 10 em construção, foi classificada pelo segundo ano consecutivo como líder absoluta do Quadrante de Serviços de Colocation no Brasil da ISG Provider Lens™. A pesquisa independente de 2021 do Information Services Group (ISG), empresa global de consultoria e pesquisa em tecnologia, ratifica que a Ascenty “oferece data centers de classe mundial nos mais exigentes mercados de São Paulo e Rio de Janeiro” e provê “serviços consistentes” com “altos níveis de satisfação do cliente e sólidas taxas de retenção”.

A categoria de líder no relatório atesta que a Ascenty tem oferta de produtos e serviços altamente atraente, uma posição competitiva muito forte e cumpre todos os requisitos para uma atuação bem-sucedida no mercado. Além disso, reputa à provedora de data centers a condição de formadora de opinião, “impulsionando estrategicamente o mercado” e garantindo “estabilidade e resistência inovadoras”.

“Nosso foco sempre foi e vai continuar sendo o atendimento de excelência aos nossos clientes. Acreditamos que dessa forma o crescimento e o sucesso vêm por consequência. Esse reconhecimento como líderes em Colocation nos deixa muito orgulhosos porque mostra que o trabalho de todo o time Ascenty está sendo reconhecido no mercado”, afirma Roberto Rio Branco, VP de Marketing e Relações Institucionais.

Confira, na íntegra, os trechos do relatório da ISG com análises da atuação geral e das forças da Ascenty, que justificam sua posição de liderança de mercado:

Visão geral:

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, possui 27 data centers no Brasil, Chile e México. A rede de fibra óptica de 5.000 km da empresa conecta essas instalações e muitos clientes. A Digital Realty adicionou mais de 290 data centers na América do Norte, Europa, Ásia e Austrália. A empresa atua no Brasil desde 2010, oferecendo a maior área de colocation do país. A Ascenty anunciou planos de expandir ainda mais suas operações na América do Sul.

Pontos fortes:

Plano de crescimento contínuo: A Ascenty investe constantemente para aumentar sua capacidade de infraestrutura. A empresa está construindo sete data centers no Brasil e três no exterior. Desde 2017, já investiu mais de US$ 30 milhões (R$ 150 milhões) para adicionar 1.080 km (670 milhas) de rede de fibra subterrânea para conectar 22 cidades nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Sua rede de fibra proprietária oferece conectividade de data center de “última milha” e conexão direta a cabos subaquáticos para alcance global.

Data centers de classe mundial: Todos os seus data centers cumprem estritamente os padrões globais, incluindo Tier III, TR3 TÜV Rheinland, SOC, ISO 27001, ISO 20000, PCI-DDS, ISO 14001, ISO 37001 e ISO 50001. Todas as instalações são neutras em termos de operadora. O Cloud Connect da Ascenty oferece conectividade de alta velocidade para AWS, Microsoft Azure, Oracle Cloud, IBM Cloud e Google Cloud Platform.

Níveis de serviço avançados: A Ascenty oferece disponibilidade contratada de até 100% e tempo de resposta de execução de serviço. A Ascenty Internet Connectivity Exchange (AICX) é uma plataforma de serviço que permite aos clientes ajudar os ISPs e clientes corporativos a acessar redes de conteúdo em sua infraestrutura, permitindo conexões privadas e seguras entre o provedor de conteúdo e o cliente.

Para baixar uma versão customizada do relatório ISG Provider Lens™, clique aqui.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 data centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectados por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo, e também clientes dos segmentos financeiro, varejo, indústria, saúde e integradoras de serviços. Para apoiar sua expansão, a Ascenty conta com os seus acionistas – a Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos, e a Digital Realty, maior empresa de data centers do mundo, com 290 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Sobre o ISG

ISG (Information Services Group) (Nasdaq: III) é uma empresa líder global em pesquisa de tecnologia e consultoria. Um parceiro de negócios confiável para mais de 700 clientes, incluindo mais de 75 das 100 maiores empresas do mundo, o ISG está comprometido em ajudar corporações, organizações do setor público e provedores de serviços e tecnologia a alcançar excelência operacional e crescimento mais rápido. A empresa é especializada em serviços de transformação digital, incluindo automação, nuvem e análise de dados; assessoria de sourcing; governança gerenciada e serviços de risco; serviços de telecomunicações; estratégia e desenho de operações; gestão de mudança organizacional, inteligência de mercado e pesquisa e análise de tecnologia. Fundada em 2006 e com sede em Stamford, Connecticut, o ISG emprega mais de 1.300 profissionais digital-ready que operam em mais de 20 países – uma equipe global conhecida por seu pensamento inovador, influência de mercado, profundo conhecimento em tecnologia e indústria, e pesquisa e recursos analíticos de classe mundial com base nos dados de mercado mais abrangentes do setor. Para mais informações visite www.isg-one.com.

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Algar Telecom e Ascenty anunciam parceria

Players se uniram com o objetivo de oferecer ao mercado de TI novas soluções de Hosting e Colocation

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do Grupo Algar, e a Ascenty, maior provedora de serviços de Data Centers e conectividade da America Latina, fecharam uma parceria para lançar no mercado de TI novas soluções de Hosting e Colocation.

“Nosso objetivo é unir forças para criar uma nova experiência na contratação desse tipo de serviço. Para isso, acreditamos que será um diferencial a soma do atendimento da Algar Telecom, marca com mais de 65 anos de mercado e especializada no segmento B2B, com todo o potencial da infraestrutura da Ascenty, detentora de 17 Data Centers atualmente em operação, espalhados por três países”, explica Melissa Kfouri, líder da Estação Algar Telecom.

A proposta de diferenciação no mercado também envolve o acompanhamento dos clientes na jornada de migração da infraestrutura de TI; a utilização de Data centers padrão mundial Tier III (Up Time e TR3 TÜV Rheinland); e estrutura física com equipe de monitoramento patrimonial própria e especializada na segurança de Data Centers.

A solução de Hosting consiste na aquisição dos equipamentos pela Algar Telecom e na disponibilização deles para solução específica, em caráter de uso exclusivo. O modelo permite processar, armazenar e disponibilizar dados da empresa de forma rápida e segura e é voltado para quem quer manter o foco nos negócios sem precisar investir na compra e manutenção de equipamentos, rede ou infraestrutura. São servidores de última geração alocados em Data Centers interligados por fibra óptica.

Já o serviço de Colocation considera que não são todas as empresas que contam com espaço físico para evoluir as suas infraestruturas de acordo com as necessidades de seus negócios. Nessa solução de TI, a empresa aluga todo o espaço físico, energia elétrica e refrigeração do Data Center para que possa fazer a alocação de equipamentos sem alto investimento. Além disso, neste modelo são oferecidas soluções eficientes em conectividade que se adaptam às mudanças tecnológicas da empresa e do mercado.

“Com a quantidade cada vez maior de informações e dados armazenados pelas empresas, é necessário que toda a infraestrutura, a disponibilidade e a agilidade na administração de dados estejam preparadas para crescer na mesma proporção”, acrescenta Vinícius Minetto, Diretor de Vendas da Ascenty.

Sobre a Algar Telecom

A Algar Telecom, empresa do grupo Algar, possui um amplo portfólio com soluções de Telecom e TI para atender clientes corporativos (B2B) e do varejo (B2C). A companhia oferece internet por fibra óptica em ultravelocidade, celular de qualidade, serviços de voz, dados, e TI, incluindo serviços de cloud e de segurança de redes, além de sistemas de gestão para pequenas empresas.

Com 67 anos de mercado, possui uma moderna infraestrutura, suportada por uma rede de mais de 77 mil km de fibra óptica que serve, atualmente, mais de 350 cidades, em 16 estados do Brasil e no Distrito Federal. Para todos esses locais, a empresa investe em um atendimento personalizado, consultivo e eficaz para entregar cada vez mais qualidade aos clientes.

Companhia aberta, não listada em bolsa desde 2007, a Algar Telecom se compromete com as melhores práticas de governança corporativa. São mais de 4,5 mil associados – como são chamados os colaboradores da empresa – comprometidos em manter um relacionamento próximo com seus clientes e alta qualidade na prestação de serviços, com práticas sustentáveis e inovadoras

Read More

Ascenty anuncia parceria de interconexão com a provedora global Upix

Acordo já adiciona 200 Gbps de interconexão nos data centers da Ascenty em São Paulo, capacidade que pode ser expandida conforme necessidade

A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina – com 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México -, anuncia parceria com a UPIX, operadora rede neutra e provedora global de serviços de conectividade presente em 10 países.

O acordo comercial é resultado das ações estratégicas de ampliação de ofertas de conectividade, intensificadas no primeiro trimestre deste ano, realizadas pelas duas empresas. Atualmente, a UPIX já oferece 200 Gbps de interconexão nos data centers da Ascenty em São Paulo, capacidade que pode ser escalável e expandida no caso de aumento de demanda.

Com sede em São Paulo e na Flórida (EUA), a UPIX possui presença operacional em grandes cidades como Madri, Palermo, Lisboa, Frankfurt, Amsterdã, Marselha, Londres, Sofia e Moscou. Particularmente, a parceria com a Ascenty tem objetivo de expansão dos negócios na América Latina.

“A expectativa com esta parceria é de poder oferecer aos nossos clientes maior diversidade em opções para interconexões e abranger a capilaridade da ampla rede da Ascenty para captação de novas oportunidades do mercado de conectividade”, diz Ronaldo Pelizon, CEO da UPIX.

Sinergia

Para Vinícius Minetto, diretor de Vendas da Ascenty, há uma sinergia entre as empresas em fornecer serviços de alta capacidade e altamente escaláveis, que sejam os grandes facilitadores para completa aderência ao processo de transformação digital.

“Os serviços de data center com conectividade de excelência e alcance global, como o que a UPIX oferece, potencializam os sistemas de interconexões e impulsionam investimentos no Brasil e na América Latina, bem como ampliam a atratividade de novos negócios para ambas as empresas”, afirma.

A UPIX

A UPIX é uma operadora de rede neutra e provedora global de serviços de conectividade, interconectada a mais de 10 países. Fundada como uma start-up de Telecom, a empresa tem como pilar na sua cultura corporativa a inovação.

O atendimento em 3 idiomas (português, inglês e espanhol), 24/7/365, reforça o seu comprometimento com a agilidade na comunicação e a internacionalização das suas operações.

O portfólio de serviços inclui: Transito IP, Lan to Lan, Last Mile, Peering Remoto (IXP’s), Wave (DWDM), Colocation, Smart Hands e projetos especiais.

Read More

Seaborn fornece conectividade internacional de alta capacidade para Data Centers da Ascenty no Brasil

A Seaborn Networks (“Seaborn”), uma desenvolvedora-proprietária-operadora líder de sistemas de cabos de fibra óptica submarinos e a Ascenty, o maior data center e provedor de serviços de conectividade da América Latina, anunciam hoje que a Seaborn, a mais confiável rede de fibra internacional, está conectando os data centers de São Paulo e Vinhedo da Ascenty no Brasil aos Estados Unidos.

“Nossos clientes dos Data Centers de São Paulo e Vinhedo exigem interconexão de baixa latência e alta capacidade entre suas operações de data center e a América do Norte”, afirma Marcos Siqueira, Vice-Presidente de Operações da Ascenty. “A Seaborn está entregando nosso ecossistema de conectividade. Estamos entusiasmados porque sabemos que a Seaborn nos oferece uma rede de transporte IP e acesso contínuo e robusto para os “internet exchanges”, que são estratégicos para nossos clientes, que dependem de tráfego internacional.”

A Ascenty está conectada ao cabo submarino Seabras-1 da Seaborn, que oferece um POP de latência mais baixa do que qualquer outro sistema atual, o que é uma vantagem competitiva para seus clientes. Esta parceria está conectando mais de 350 clientes em data centers da Ascenty, que atendem provedores de conteúdo, e-commerce, empresas de processamento de nuvem pública e corporações nos setores financeiros.

“Reconhecemos a necessidade crítica de que os serviços corporativos tenham conectividade de alta capacidade, resiliência e de baixa latência. Nossa rede foi construída com isso em mente, fornecendo capacidade de alta disponibilidade para clientes com necessidades de largura de banda e em constante mudança”, comenta Michel Marcelino, Vice-Presidente sênior e chefe para a América Latina da Seaborn. “Expandir nossos serviços para os Data Centers da Ascenty propiciam aos seus clientes acesso à nossa rede IP, líder da indústria, oferecendo conectividade local e global consistente, através do nosso cabo submarino.”

Sobre a Seaborn

A Seaborn é uma desenvolvedora-proprietária-operadora líder de sistemas de cabos de fibra óptica submarinos, que atende às necessidades de comunicações globais nas Américas, incluindo os cabos Seabras-1 e AMX-1 entre o Brasil e os EUA. O cabo Seabras-1 é o único sistema POP a POP direto entre a área metropolitana de São Paulo e New York, oferecendo a rota mais direta e de baixa latência entre a bolsa B3 em São Paulo e as bolsas de valores de New Jersey. A entrega e o desempenho de serviços líderes da indústria da Seaborn, combinados com nossas ofertas de serviços IP e Ethernet, ampliam nossa abordagem voltada para soluções e o compromisso de sempre superar às expectativas de serviços de nossos

clientes. Para obter mais informações, visite www.seabornnetworks.com e siga-nos no LinkedIn.

Contato de mídia:

Naaz Bax, Head of Marketing

[email protected]

Sobre a Ascenty

A Ascenty, empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de conectividade e data center da América Latina, gerenciando atualmente 27 data centers em operação e / ou construção no Brasil, Chile e México, interligados por 5.000 km de rede própria de fibra óptica. A empresa foi fundada em 2010, constrói e opera data centers de classe mundial, atendendo os maiores provedores de nuvem e tecnologia do mundo, bem como outros clientes nos setores de finanças, varejo, indústria, saúde e serviços. Para garantir a sua expansão, a Ascenty é apoiada por seus acionistas que incluem Brookfield Infrastructure Partners, uma empresa canadense de gestão de ativos e Digital Realty, o maior provedor de data centers do mundo, com 280 data centers localizados na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre o Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com/

Contatos de mídia:

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty inicia a construção de mais cinco data centers no Brasil

Em fase de expansão, maior empresa de data centers da América Latina também anuncia aprovação de nova linha de crédito de US$ 925 mi para ampliar operações.

A Ascenty, empresa líder no mercado de Data Centers na América Latina, anuncia o início da construção de mais cinco data centers, totalizando, agora, 27 unidades distribuídas entre Brasil, Chile e México.

As novas instalações são Hortolândia 5 e 6 e Sumaré 3, 4 e 5, no estado de São Paulo, com capacidade energética de 20 MW a 31 MW cada data center. Para viabilizar o financiamento das construções, a Ascenty já possui clientes âncora contratados em cada unidade.

Com um investimento total de US$ 250 milhões, os novos data centers serão construídos em localidades onde a empresa já opera atualmente. “A nossa estratégia de construção de campus de data centers é bastante positiva, não só em termos de custos e concentração de mão de obra, mas também para atender as necessidades de expansão dos nossos clientes nessas localidades”, afirma Marcos Siqueira, VP de Operações da Ascenty.

Para todo esse crescimento, a empresa conta ainda, com os investimentos da Digital Realty, maior rede global de data centers, com 280 estruturas localizadas na América, Europa, Ásia e Oceania, e da Brookfield Infrastructure Partners, gestora de ativos canadense com sólida experiência no mercado brasileiro.

Quanto ao início de operação das novas estruturas, a previsão é que Hortolândia 5 e Sumaré 3 estejam concluídos no primeiro semestre de 2022; Hortolândia 6 e Sumaré 4, no 1º semestre de 2023; e Sumaré 5, em 2024.

Novo financiamento

A Ascenty anuncia também a captação de US$ 925 milhões de dólares para acelerar o crescimento de suas operações no Brasil.

Esses recursos são destinados para a expansão de data centers já existentes e construção de novas unidades no território nacional, além da ampliação da rede proprietária de fibra óptica, que hoje conta com 5.000 km que interligam todas as estruturas da companhia às estações de cabos submarinos de Praia Grande (SP), Fortaleza e Rio de Janeiro.

O novo financiamento conta com as instituições Citibank, ING, Itaú, Natixis, Scotia Bank, Banco do Brasil, BNP Paribas, Credit Agricole, Deutsche Bank, EDC e SMBC.

“Estamos preparados para suprir toda a necessidade do mercado brasileiro quanto à conectividade e armazenamento em nuvem, que ainda tem de 50% a 60% de empresas com dados em data centers próprios, o que traz grandes possibilidades de novos negócios”, afirma Chris Torto, presidente da Ascenty.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 27 unidades em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectadas por 5.000 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, com tecnologia de ponta e estruturas robustas, atendendo provedores de serviços de nuvem e tecnologia em geral, segmento financeiro, varejo e integradoras de serviços, entre outros segmentos. Para apoiar seu projeto de expansão, a Ascenty conta, desde 2018, com investimento estratégico da Brookfield, uma das maiores gestoras de ativos do Brasil nos segmentos de infraestrutura e private equity. E, com a Digital Realty, agrega expertise ao seu desempenho ao integrar a maior rede de data centers do mundo, com 280 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Datasafer

A DataSafer, companhia focada em soluções de backup e armazenamento de dados em nuvem.

Desafio do negócio

A DataSafer enfrentava o desafio de ter uma infraestrutura de nuvem própria de alta qualidade (assim como as disponibilizadas pelos grandes Cloud Providers), contando com poucos recursos financeiros para iniciar o projeto.

Solução

A Ascenty selou a parceria estratégica oferecendo infraestrutura de Data Center de classe mundial, certificada pelas principais instituições do mercado, com preços competitivos e ajudou a empresa a se fortalecer no setor de cloud.

Resultado

A flexibilidade para a expansão do ambiente contratado de forma rápida e gradual foi outro fator responsável por sustentar o crescimento da DataSafer no mercado. Além disso, Ascenty também tem impulsionado os negócios da companhia ao indicar os serviços da DataSafer a novos clientes, com a possibilidade de contratação das soluções por meio de uma interconexão interna (cross connect), com acesso direto, rápido e seguro ao ambiente de backup em nuvem hospedado em seu data center.

Depoimento

“A escolha da Ascenty como infraestrutura de nuvem privada ocorreu respaldada pela visão da Ascenty pela qualidade dos serviços, alta disponibilidade e pelo atendimento diferenciado aos clientes. A Ascenty une confiabilidade na sua operação e relacionamento próximo no atendimento das nossas necessidades. Ano a ano, a DataSafer se mostra mais satisfeita com a escolha da Ascenty como provedora de serviços de data center e como parceira estratégica”.

Walber A. Castro – Diretor Executivo

Ascenty e Ativy anunciam parceria para expandir oferta de Cloud Computing

Em 2019, segundo o ISG, o mercado de Cloud Computing registrou alta de 30% no Brasil e, em meio à pandemia de Covid-19, esse movimento se intensificou ainda mais.

A Ascenty, com 22 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e cinco em construção, e a Ativy, empresa brasileira de Cloud Computing e serviços de tecnologia da informação, ampliam sua parceria para ofertar serviços digitais em escala.

O mercado de Cloud Computing é um dos que vem registrando maior crescimento nos últimos anos. Para suportar este crescimento a Ativy ampliou sua infraestrutura junto a Ascenty com o intuito de garantir aos seus clientes maior estabilidade, robustez e escala para crescimento.

Agora os contratantes da infraestrutura da Ascenty poderão adquirir os serviços da Ativy, maior facilidade de interconexão, isso garantirá que os clientes possam seguir sua jornada para a Cloud sem maiores preocupações com a integração de sistemas, além de ter disponíveis produtos de infraestrutura, big data e cyber security. Por outro lado, os clientes da Ativy também terão a possibilidade de migrar para os data centers da Ascenty, que já contabiliza 22 unidades próprias no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e cinco em construção.

De acordo com Tiago Garbim, fundador e CEO da empresa, a Ativy tem registrado crescimento expressivo nos últimos anos, muito em função da necessidade das empresas de se adequarem à transformação digital e, nos últimos dois anos, impulsionado pela oferta de serviços de SAP em Cloud. Em 2020, a operação cresceu 137% ─ e a expectativa é repetir os três dígitos neste ano. “O momento é de acelerar, as empresas precisam se ajustar rapidamente ao momento que estamos passando”, destaca. Fundada em 2012, em Campinas, a Ativy atua com sistemas de ERP em nuvem e atende mais de 2.000 clientes.

Para Marcos Siqueira, VP de Operações da Ascenty, a parceria permitirá que o cliente da Ascenty possa contar com os melhores serviços na migração de cloud, especialmente para ERPs. “A Ascenty tem o foco muito claro em ofertar serviços de infraestrutura de Data Centers e Conectividade para o mercado. Ter em nossa base de clientes, empresas como a Ativy nos permite oferecer aos clientes de ambas as companhias, a possibilidade de fazer negócios com empresas especializadas, com facilidade na integração entre os serviços e a garantia de segurança e disponibilidade das aplicações.”

A parceria também deve acompanhar a expansão das duas empresas na América Latina. A Ascenty, que cresce exponencialmente há 10 anos no Brasil, inaugurou seu primeiro data center fora do país em 2020, no Chile, e já possui outros três em construção no Chile e México. A Ativy, por sua vez, deu início ao processo de internacionalização no mesmo ano, iniciando operações no México. Para 2021, o planejamento inclui expansão para todo o Cone Sul e, também, para a Europa. “Vamos poder ter ofertas conjuntas também nesses mercados”, comenta Siqueira.

Sobre a Ascenty

A Ascenty, uma empresa Digital Realty e Brookfield, é a maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, atualmente com 22 unidades em operação e/ou construção no Brasil, Chile e México, interconectadas por 4.500 km de rede de fibra óptica proprietária. A companhia foi fundada em 2010 e atua na construção e operação de data centers de classe mundial, com tecnologia de ponta e estruturas robustas, atendendo provedores de serviços de nuvem e tecnologia em geral, segmento financeiro, varejo, integradoras de serviços, entre outros segmentos. Para apoiar seu projeto de expansão, a Ascenty conta, desde 2018, com investimento estratégico da Brookfield, uma das maiores gestoras de ativos do Brasil nos segmentos de infraestrutura e private equity. E, com a Digital Realty, agrega expertise ao seu desempenho ao integrar a maior rede de data centers do mundo, com mais de 260 unidades localizadas na América do Norte, Europa, América Latina, Ásia e Austrália. Para saber mais sobre a Ascenty, acesse: http://www.ascenty.com

Sobre a Ativy

A Ativy é uma empresa brasileira especializada em Cloud Computing e IT Outsourcing com 8 anos de atuação no mercado de tecnologia. Com soluções personalizadas em cloud, cybersegurança, ERP e Outsorcing, a Ativy está em processo de franca expansão para América Latina e Europa, atendendo mais de 15.000 usuários dos setores industrial, educacional, agrícola e food & service. Nos últimos 3 anos, a Ativy se tornou líder ao fornecer uma plataforma própria de Cloud Computing de alta performance hospedada em data centers TIERIII. É um dos principais cloud providers do mercado brasileiro, especialista na gestão de todo ambiente de TI, abrangendo toda a camada de infraestrutura e suporte com soluções que agregam diretamente ao negócio de seus clientes.

Para saber mais sobre a Ativy, acesse: www.ativy.com

Mais informações para a imprensa

Advice Comunicação Corporativa

Alexandre Lyra | [email protected] | +55 11 99265-5036

Fernanda Dabori | [email protected] | +55 11 99211-5097

+55 11 5102-5252 | +55 11 5102-5257

Read More

Ascenty investe R$ 150 milhões em enterramento de sua rede de fibra ótica

O investimento é realizado nas regiões de Campinas, Vinhedo, São Paulo, Praia Grande e Rio de Janeiro em um sistema de rede de excelência mundial em termos de resiliência, disponibilidade, segurança e baixa latência

A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina – com 22 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e cinco em construção, e uma rede de 4.500 km – continua investindo no projeto de enterramento da rede de fibra ótica para atender as regiões de Campinas, São Paulo, Praia Grande e Rio de Janeiro.

O programa iniciado em 2017 e em fase de conclusão neste primeiro trimestre de 2021 conta com R$ 150 milhões em investimentos para finalizar os 1.080 km de rede subterrânea que interconectam 22 cidades: Barueri; Campinas; Caieiras; Cajamar; Cubatão; Diadema; Hortolândia; Itupeva; Jundiaí; Louveira; Osasco; Paulínia; Praia Grande; Rio de Janeiro Capital; Santana de Parnaíba; Santos; São Bernardo do Campo; São Paulo Capital; São Vicente; Sumaré; Valinhos; e Vinhedo.

O objetivo desse projeto está em linha com a estratégia da Ascenty de especialização no segmento de data centers de padrão de excelência mundial. A rede de fibra ótica subterrânea conecta os data centers da empresa às estações de cabo submarino, possibilitando assim excelência de conectividade com redução de latência na comunicação, bem como maior resiliência e, por consequência, disponibilidade superior aos clientes.

A ampliação da rede subterrânea permite, ainda, às empresas alocadas em todos os data centers da Ascenty integrarem seus negócios ao novo NAP Brasil (sigla em inglês para Ponto de Acesso de Rede), aos provedores de serviços de Internet (ISPs) e aos grandes provedores de cloud, dentre outras empresas. Assim, ampliam-se as possibilidades de interconexão com os serviços e os conteúdos armazenados nos data centers da companhia, que abrigam, atualmente, cerca de 350 clientes globais que atuam na América Latina.

“Continuamos realizando grandes investimentos em rede subterrânea entre nossos data centers para que nossos clientes, independente de onde estiverem hospedados, tenham a possibilidade e tranquilidade que estão usufruindo ao máximo das melhores conexões possíveis”, destaca Marcos Siqueira, VP de Operações da Ascenty.

Read More

Ascenty é líder do mercado de Colocation na América Latina, aponta estudo publicado pela Frost & Sullivan

Resultados do estudo recente posicionam a empresa brasileira de data centers com aproximadamente um terço da participação no mercado latino-americano em capacidade total de energia e área de piso elevado

No Brasil, a companhia possui quase metade do market share em capacidade total de energia

A Ascenty, com 22 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 17 em operação e cinco em construção, é líder em capacidade total de energia e área de piso elevado no mercado de Colocation da América Latina. A conclusão é do estudo recente intitulado “Análise do Mercado Latino-Americano de Serviços de Data Centers – Previsão para 2024”, publicado em novembro pela Frost & Sullivan, consultoria de negócios especializada em análise de mercado, e licenciado pela Ascenty. Os países analisados no levantamento são Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e todos os demais países que compõem a América Latina.

Na análise sobre os centros de processamento de dados para hospedagem de servidores empresariais na América Latina, em operação e construção, a Ascenty lidera com 30,1% de participação na capacidade total de energia da região, que foi de 1.050 MW no primeiro semestre de 2020. O consumo energético é um dos principais indicadores de aferição do uso de um data center.

Já no Brasil, que concentra 41,8% da capacidade total de energia da América Latina, com 438 MW, a participação de mercado da Ascenty é de 48,5%. Quanto à área de piso elevado, a Ascenty também lidera com folga. Suas instalações ocupam 38% dos 574 mil metros quadrados disponíveis em toda a América Latina.

Por fim, em relação aos data centers sendo erguidos entre 2020 e 2022, a Ascenty apresenta a maior expansão. Em três anos, a empresa irá concluir a construção de seis unidades que somam 125 MW, três no Brasil, um no Chile e dois no México.

“Temos cerca de um terço do mercado na América Latina com quatro países no foco atual de nossa estratégia de expansão: Brasil, Chile, México e estamos estudando nossa entrada na Colômbia”, afirma Chris Torto, CEO da Ascenty. “Nossa visão é a mesma de nossos clientes que desejam avançar para outros países, por isso fazemos investimentos constantes em equipe e tecnologia para expandir no sentido de sempre oferecer unidades próximas de empresas e usuários, a fim de manter a excelência na qualidade de conexão e menor latência do setor”.

Para conferir os dados do estudo recente sobre o mercado latino-americano de serviços de data centers, acesse https://conteudo.ascenty.com/infografico_frost_sullivan.

Read More

2021

2021

  • 6 novos Data Centers em construção e expansão em 6 Data Centers existentes.
  • Lançamento da rede própria de fibra óptica no México.
  • Início da construção de rede de fibra óptica no Chile.

Gustavo Sousa | CFO

Gustavo ocupou posições executivas em grandes companhias brasileiras, tendo exercido as posições de CEO e CFO/DRI na Cielo,  

CFO/DRI na Klabin, CEO e CFO/DRI na CPFL Renováveis, Diretor de Controladoria, Tesouraria, Relações com Investidores e Tributário na Companhia Siderúrgica Nacional e Diretor de Controladoria no Banco do Brasil. Possui MBA pela Columbia Business School, Mestrado em Gestão Econômica de Negócios pela Universidade de Brasília, MBA em Administração Financeira pela Fundação Getúlio Vargas e Graduação em Administração de Empresas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Na Ascenty atua como CFO.

Arturo Wheeler| DIRETOR DE DATA CENTER REGIONAL

Arturo tem mais de 30 anos de experiência liderando equipes altamente eficazes em funções de TI de missão crítica em ambientes globalizados para o México e América Latina. Desenvolveu sua carreira principalmente no setor financeiro com atuação no Citibank, onde foi responsável por diversas áreas de operação e engenharia de Telecomunicações e Data Centers. O executivo também fez parte das equipes de liderança regional das Américas para o banco, onde foi responsável por estabelecer modelos operacionais e transições de equipes locais, regionais e globais por meio das quais foram alcançadas eficiência operacional, melhorias de serviço e redução de custos.

Arturo ingressou na Ascenty no final de 2021 como Diretor Regional para o México com o objetivo de direcionar, planejar e supervisionar estrategicamente a operação e expansão da Ascenty no país.

Rodrigo Hunnicutt | GERENTE EXECUTIVO DE OBRAS

Rodrigo trabalha na Ascenty desde 2018, atuando na implantação dos primeiros projetos de infraestrutura de data center na modalidade “Built to Suit” e em terrenos próprios da Ascenty.

Gerenciou a construção de vários data centers no Brasil e México. Tem larga experiência em elaboração de projetos, planejamento, gerenciamento e construção. É graduado em arquitetura desde 1991 e possui MBA em “Tecnologia e Gestão na Produção de Edifícios” pela Politécnica da USP.

Fábio Trimarco | DIRETOR DE COMPLIANCE E QUALIDADE

Fábio possui formação Bacharel em Ciências da Computação, MBA em Governança de TI, e extensão da graduação em Compliance Empresarial pela PUC. O executivo tem atuação na área de TI, com vasta experiência em diversos setores, em empresas multinacionais como General Motors, EDS\HP Enterprise e PromonLogicalis.

Na Ascenty é responsável pelo Compliance e Qualidade, com foco na ética, conduta e qualidade embasada na implementação e gestão de normas e certificações como ISOs 9001 gestão da qualidade, 14001 gestão ambiental, 20000-1 gestão dos serviços de TI,  27001\27701 gestão da segurança da informação\gestão da privacidade de dados,  37001\37301 gestão antissuborno\gestão de compliance, 45001 gestão saúde e segurança do trabalho, 50001 gestão energética, PCI DSS, SOC, UPTIME TIER III e TÜV TR3 (TIA942).

José Roberto | GERENTE EXECUTIVO DE LOGÍSTICA

José Roberto possui ampla experiência nas áreas administrativa e logística. Durante 20 anos esteve à frente da gestão logística da Goodyear do Brasil, integrando o time de gestão responsável pelo armazenamento e expedição de toda a produção nacional e internacional.

Em seguida, atuou desde o início das operações da Vivax, empresa de TV a cabo e internet banda larga, como responsável pelas áreas administrativa e logística.

Na Ascenty, participou desde a sua fundação como responsável pelas áreas de logística e administrativa.

Formado em administração de empresas e pós graduado em gestão de negócios na UNISAL – Centro Salesiano Universitário de São Paulo.

Pedro Gutiérrez | GERENTE EXECUTIVA LATAM

Pedro é formado em Engenharia Elétrica Civil, realizou pós-graduação em Engenharia de Energia. Atua no setor de infraestrutura de telecomunicação há 20 anos e ingressou na Ascenty em 2019. Atualmente apoia a gestão de operações do Data Center.

Liderou equipes de operação e manutenção em um Data Center no Chile, bem como execução de melhorias para certificação das instalações.

João Walter | GERENTE EXECUTIVO DE PRODUTOS E SOLUÇÕES

João atua no mercado de Data Center e Telecomunicações há mais de 15 anos. Em sua carreira, passou por grandes empresas do segmento e iniciou a sua trajetória na Ascenty em 2013 com o objetivo de reforçar o time de Arquitetura de Soluções. Durante esses anos, o executivo assumiu novos desafios e hoje lidera os times de Produtos e Arquitetura de Soluções.

Marcos Alves | GERENTE EXECUTIVO DE OPERAÇÕES DE DATA CENTER

Marcos possui 17 anos de experiência no mercado de Data Center, passou por empresas como Impsat, onde atuou na operação dos Data Centers, e na TIVIT, na qual permaneceu por 14 anos e desenvolveu sua carreira até Executivo Sênior de Infraestrutura. Foi responsável pela Operação de Cabling, Gestão de Ativos, Suporte ao Hardware e todas as expansões dos Data Centers, escritórios e galpões da empresa.

Possui formação em Engenharia Elétrica pela Escola de Engenharia Mauá e MBA em Gestão de negócios pela FIA. Na Ascenty desde 2021, atua na gestão operacional dos Data Centers.

Jéssica Braga | GERENTE EXECUTIVA DE MARKETING

Jéssica possui mais de 15 anos de atuação nas áreas de marketing e comunicação de grandes empresas. Foi responsável por conduzir todo o processo de posicionamento da Ascenty no mercado, desde a sua entrada como uma startup, até os dias de hoje como líder no segmento.

Com formação em Comunicação Social, possui pós-gradução e MBA em marketing pela FGV – Fundação Getúlio Vargas.

Adriana Castelli | GERENTE EXECUTIVA DE FINANÇAS

Adriana possui 30 anos de experiência nas áreas Contábil, Planejamento Financeiro e Tesouraria. Atuou em grandes grupos como Vicunha, DuPont, e por 8 anos na Vivax S.A., empresa de TV a cabo e internet banda larga, desde sua fundação até sua venda, passando pelo processo de abertura de capital.
Na Ascenty desde 2011, atua na gestão da Tesouraria Latam, com foco na administração do fluxo de caixa, financiamentos e operações de derivativos.
É formada em Contabilidade com especialização em Finanças Empresariais pela Fundação Getúlio Vargas.

Stéfano Barbosa | GERENTE EXECUTIVO DE FP7A

Stéfano possui 10 anos de experiência na áreas contábil, financeira e de planejamento. Formado em Finanças e Empreendedorismo pela Texas Christian University e pós-graduado em Administração de Negócios pela FGV.

Iniciou a sua carreira na Ernst & Young com foco em auditoria em companhias nacionais e de capital aberto. Com o tempo, direcionou sua carreira para a área de FP&A na Kemin, empresa americana com operações em mais de 90 países, onde foi responsável durante 2 anos pelas empresas da América do Sul.

Na Ascenty, iniciou na área de FP&A em 2018, participando do crescimento e expansão da companhia nos últimos anos.

Gestão da Qualidade|ISO 9001

Com o foco na excelência na entrega dos serviços, a gestão da qualidade garante aos clientes e fornecedores uma padronização baseado em um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão da qualidade. Para eficiência desta gestão foi implementado um gerenciamento de documentação, este para atingir os resultados em relação com os objetivos da qualidade, elaborados assim processos e procedimentos que visa a eficiência e qualidade nas atividades de nossos colaboradores.

Os benefícios da ISO 9001 se estendem a diversas áreas de negócios. Claro que a visibilidade e expansão de mercado está entre as mais almejadas, porém é importante lembrar que “Qualidade” se aplica em todos os sentidos sejam eles profissionais ou pessoais

Benefícios da certificação

  • redução de desperdícios;
  • identificação de problemas nos processos;
  • fidelização de clientes;
  • maior organização interna.

Ascenty cresce durante a pandemia com adaptações na rotina administrativa

A Ascenty, empresa líder no mercado de Colocation na América Latina, com 22 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 15 em operação e sete em construção, atua desde março com 100% dos colaboradores administrativos trabalhando de casa. Essa nova organização funcional foi implementada com a finalidade de assegurar a saúde e a segurança da equipe durante a pandemia de covid-19.

O escritório corporativo da empresa, em Vinhedo (SP), foi fechado e todo o time administrativo – cerca de 100 funcionários das áreas de finanças, recursos humanos, engenharia, marketing e vendas – foi alocado ao regime de home office integralmente. Até o fim desse ano, não há previsão de retorno ao modelo presencial anterior.

Em relação aos outros 70% da força de trabalho da Ascenty, que correspondem aos técnicos responsáveis pela operação 24 horas por dia o ano todo dos 15 data centers em operação, mais as equipes de manutenção e construção de redes, foram feitas adaptações na rotina. Para a área de Data Centers, foram estabelecidos turnos de trabalho com equipes reduzidas. Para a área de manutenção e construção de Telecom, as equipes foram direcionadas para atuar em áreas geográficas estratégicas.

A situação de exceção causada pela pandemia impulsionou um crescimento de produtividade, principalmente pelo aumento de demanda por serviços de tecnologia. Todos os clientes da Ascenty – especialmente dos segmentos de e-commerce, financeiro e grandes provedores de nuvem – aumentaram a dependência sobre a área digital com a deflagração da covid-19.

“Em qualquer crise é possível rever o modo de operação. Nós mesmos podemos fazer mais com menos, repensando modelos tradicionais de trabalho. É uma pandemia, mais do que nunca, temos de nos proteger e zelar pela saúde dos nossos colaboradores e suas famílias.”, afirma Chris Torto, CEO da Ascenty.

Na contramão da crise econômica por decorrência do novo coronavírus, a empresa anunciou novos data centers, fez contratações, estruturou uma área de Saúde e Segurança do Trabalho e prevê crescimento. “Vamos fechar o ano com investimentos de R$ 1,2 bilhões de reais, no ano que vem será de R$ 1,5 bilhões, o que concluirá quase R$ 4 bilhões entre 2018, 2019 e 2020 na América Latina. Estamos expandindo e em termos de faturamento vamos crescer cerca de 50% este ano”, salienta Chris Torto.

Cultura

O home office fortaleceu a cultura de excelência no atendimento aos clientes, bem como a transparência no diálogo e na comunicação interna. “Para além de uma empresa de tecnologia, somos uma empresa de serviços, portanto reforçamos nosso diferencial que é a forma de prestar serviços com agilidade, comprometimento e produtividade, além de toda a atenção dada ao bem-estar dos colaboradores”, afirma Gilson Granzier, Vice Presidente de Capital Humano da Ascenty.

Para apoiar as equipes corporativa e operacional, a Ascenty passou a fazer reuniões diárias com a diretoria nos primeiros meses de pandemia, que passaram a ser semanais a partir de maio. Entre os assuntos do dia a dia, a liderança usava o canal direto para tranquilizar os colaboradores receosos sobre demissões. Ninguém foi desligado por decorrência da crise de covid-19.

Além disso, foi implementado um pacote especial de benefícios. A empresa está implementando um sistema semipresencial de home office para que assim que as atividades presenciais retornarem, fornecerá aos elegíveis cadeira ergonômica e ajuda de custo mensal para compra de café, frutas e contratação de internet adequada para o desempenho da função em casa. Já os funcionários da operação que utilizavam transporte público para locomoção, passaram a contar com corridas de motoristas de aplicativo inteiramente pagas pela empresa durante o período de pandemia.

Outras medidas foram adotadas para garantir a segurança e saúde da equipe operacional. Destacam-se a orientação para redução de visitas nos data centers, a medição de temperatura dos funcionários, clientes e visitantes, a exigência do uso de máscaras, a orientação sobre o distanciamento entre colegas e a disponibilização de álcool em gel em todas as unidades.

“Em março, a quantidade era grande de pessoas com sintomas leves, e, por isso, tivemos muitos afastamentos de equipes. Chegamos a ter cerca de 80 pessoas afastadas de uma só vez, mas não tivemos registro de contágio interno, nem casos graves”, revela Gilson Granzier.

A crise deu impulso a duas iniciativas de Recursos Humanos que já existiam, mas que cresceram em adesão. Uma foi o Programa Cuidar, que consiste acompanhamento de uma assistente social aos colaboradores que estão passando por alguma situação especial, tanto no âmbito da saúde, como também em outros aspectos que precisem de apoio. Outra foi o programa Apoio Pass, que é um serviço contratado pela Ascenty e consiste no atendimento telefônico anônimo dos funcionários para prestar auxílio financeiro, psicológico e ocupacional, advocatício, entre outros.

Read More

O que a sua empresa ganha com o serviço de Cloud Connect da Ascenty?

Atualmente, as empresas dependem de uma infraestrutura de rede e armazenamento que possibilite uma operação 100% eficiente, dia após dia. Muitas organizações, porém, mantinham seus data centers físicos, buscando centralizar as informações. No entanto, essa certa comodidade trouxe dificuldades: trata-se de um ambiente caro, que exige manutenção e muitas vezes fica defasado rapidamente, fazendo a empresa perder desempenho.

A solução adotada foi apostar, cada vez mais, em cloud computing. Com o Cloud Connect, porém, sua empresa dá um passo além nessa jornada por conectividade.

Afinal, muito além de uma solução de armazenamento prática, dinâmica e escalável, o cloud computing possibilita a entrega de vários serviços digitais, fortalecendo sua segurança e otimizando sua infraestrutura de TI.

Por isso, a cada dia, é maior o número de empresas que depende de uma boa base de soluções de cloud computing para executarem suas operações no mais alto nível. Nesse sentido, o serviço de Cloud Connect da Ascenty é a melhor resposta a essa necessidade.

Quer conhecer mais sobre a plataforma da Ascenty e entender o que sua empresa ganha ao contratá-la? Então continue a leitura!

O que é o Cloud Connect?

Fato é que a tecnologia de computação na nuvem e seus derivados tomaram as mais diversas camadas do mercado e da indústria. Com um back-office poderoso, as empresas descobriram um potencial produtivo imenso.

Como as ferramentas para essa produtividade se encontram, em sua maioria, em ambientes digitais, já era tempo de potencializá-las. Mas como? A resposta estava exatamente na nuvem: um ambiente de alta performance e escalável conforme as necessidades do negócio.

No entanto, essa novidade fez florescer uma competitividade natural no mundo dos negócios. Diferentes soluções, com níveis variados de entrega, foram desenvolvidas por provedores distintos.

E a sua empresa, que pode precisar da aplicação SaaS de um provedor A e outra de provedor B, como fica? Certamente, o ruído desse enraizamento de diferentes conexões pode atingir a sua performance.

Não por menos, empresas que se veem obrigadas a seguir esse caminho enfrentam problemas como alta latência e baixa disponibilidade de conexão. Ou seja: elas possuem a tecnologia, mas não conseguem aproveitá-las de forma completa. Isso é sinônimo de uma interconexão de baixa qualidade.

O Cloud Connect é a solução que muda esse cenário.

Trata-se de um serviço Ascenty, empresa com a maior e melhor estrutura de Data Centers do Brasil, que disponibiliza uma conexão única, privada e direta entre o seu ambiente físico (seja na sua empresa ou em nosso data center) e os serviços hospedados na nuvem.

Ou seja, isso significa a sua empresa com total acesso a diferentes operadoras e provedores presentes em nossa rede de Data Centers.

O que sua empresa ganha com o Cloud Connect?

Resumindo, três benefícios: segurança, disponibilidade e desempenho.

Falamos de agregar valor à rotina produtiva do seu negócio com uma solução que resolve seus problemas de conectividade. Com o Cloud Connect, sua empresa conta com conexões diretas em camada 2 entre seus ambientes e diferentes nuvens públicas. 

Entre os principais ganhos, se destacam:

  • Alto desempenho: Com o Cloud Connect, sua empresa experimenta conexões de baixa latência, o que agiliza seu serviço conforme necessário;
  • Customização: São diferentes opções de velocidade (que vão de 50 Mpbs a 10 Gbps), o que lhe dá liberdade de escolher a velocidade que melhor atenda aos requisitos do negócio;
  • Disponibilidade: Uma infraestrutura que coopera com a continuidade da sua operação deve permitir acessos redundantes, como o Cloud Connect. Máxima disponibilidade para que seu nível de produtividade só aumente;
  • Infraestrutura híbrida: Com o Cloud Connect, sua empresa pode realizar a interconexão com múltiplas nuvens, viabilizando o desenvolvimento de ambientes híbridos;
  • Redução de custos: Uma conexão direta e mais eficiente reduz sua necessidade de banda, o que também pode significar uma substancial redução de custos;
  • Segurança: A conexão é privada, feita através de uma rede própria de fibra óptica (com mais de 4.500 km de extensão). Ou seja, além de qualidade, é mais segurança para o fluxo de informações que vai do seu data center às nuvens públicas. Em outras palavras, você tem controle fim-a-fim sobre esses dados. 

Um Ecossistema de Conectividade para sua empresa

A Ascenty complementa sua oferta de serviços de conectividade buscando justamente oferecer um ecossistema de soluções que coloca sua empresa no topo da corrida contra a concorrência.

Além do Cloud Connect, a Ascenty oferece também o serviço de Cloud Exchange. Trata-se de um complemento à sua interconexão, mas em escala, que pode ser global, permitindo o acesso a diferentes provedores em tempo real, de forma ágil e eficiente.

O Cloud Exchange possibilita a interconexão de todas as nuvens públicas em camada 3, garantindo interoperabilidade, baixa latência, resiliência e altíssima disponibilidade.

Ascenty: a melhor opção para negócios que buscam se alinhar com o futuro

Conexão é a palavra-chave para o mundo corporativo atual.

Com a crescente oferta de diferentes aplicações em ambientes cloud computing variados, a missão da Ascenty é sintonizar isso tudo. É preciso simplificar as operações e aparar arestas dos processos, visando a melhor produtividade das empresas.

Maior empresa de infraestrutura de Data Centers da América Latina, com uma rede de fibra óptica de mais de 4.500 km de extensão, a Ascenty busca oferecer justamente esses benefícios aos seus clientes.

Dessa maneira, ela desenvolveu seu ecossistema de conectividade, com soluções como o Cloud Connect, para atender a empresas de todos os portes e setores.

A Ascenty deseja que seus clientes estejam alinhados com o que há de mais novo em conectividade. Afinal, trata-se de um recurso que já é o pilar do mundo dos negócios e da transformação digital.

Que tal embarcar em uma nova fase de desempenho, produtividade e segurança com a melhor conexão do mercado?

Entre em contato com um de nossos especialistas para que possamos entender as suas necessidades e, juntos, arquitetar a melhor solução para o seu negócio!

MPLS: Garanta estabilidade e alta performance para o seu negócio

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

Imagine como era na época em que as redes de computadores para espaços corporativos não eram tão desenvolvidas. Tudo era muito mais difícil, não é verdade?

Por isso, é sempre tão necessário utilizar o que há de mais avançado na tecnologia oferecida para esse tipo de infraestrutura. Muitas vezes, o próprio crescimento da empresa depende disso.

Nesse contexto, as plataformas multisserviços são fundamentais. E como o IP em banda larga flexível é o protocolo mais popular nesse sentido, a opção pelo Multiprotocol Label Switching (MPLS), que garante estabilidade e alta performance, é uma boa opção na atualidade.

E é sobre o que é o MPLS e quais são as suas vantagens, que falaremos nos tópicos abaixo.

Siga conosco e boa leitura!

O que é MPLS?

O MPLS é a tecnologia de rede mais evoluída para múltiplos serviços em rede compartilhada. Desenvolvido a partir de métodos de engenharia de tráfego, oferece funcionalidades de alta qualidade para o transporte de aplicações multimídia (voz, vídeo e dados).

Com protocolo definido pelo IETF, a tecnologia do MPLS é consistida por chaveamento de pacotes que encaminha e comuta os fluxos de tráfegos.

Entre as disponibilidades do MPLS, estão os serviços de QoS (Quality of Service), VPN e engenharia de tráfego para redes baseadas em IP.

Vale lembrar que o QoS é uma ferramenta que diferencia os tipos de tráfego, dando prioridade a pacotes multimídia, e isso é absolutamente indispensável para aplicações que precisam trabalhar em tempo real – uma necessidade tão comum nas empresas atualmente.

Em um resumo direto, o MPLS tem o objetivo de gerenciar estruturas de comutação em quaisquer redes de datagramas. Com isso, organiza rotas para protocolos de roteamento em camadas presentes na rede, criando circuitos virtuais.

Como funciona o MPLS?

Você, possivelmente, sabe que o protocolo IP é a escolha mais comum para ambientes empresariais. Mas quando é preciso adaptá-lo em circuitos ATM, a qualidade do serviço é muito insuficiente.

Graças ao desenvolvimento da tecnologia MPLS com conexão para IPs, há simplificação ao conectar IPs básicos desconectados. É dessa maneira que se alcança excelente performance na criação para serviços em rede.

A diferença do roteamento em redes convencionais IP para o Roteamento em Rede MPLS

Na maneira convencional, o roteamento IP é feito por meio de pesquisas em bases de dados coletadas em seus headers. Neles, estão informações que descrevem o alcance dos roteadores, bem como sua disponibilidade.

Já no roteamento em redes MPLS, os roteadores recebem capacitação para que decidam qual é o melhor caminho conforme os pacotes rotulados. É assim que proporcionam um processo mais ágil, pois os pacotes são direcionados conforme o conteúdo dos rótulos.

Operadoras, inclusive, têm encontrado no MPLS a solução para mapear a rede IP privativa, montando tabelas de roteamento que encaminham dados de rotas para diferentes sites.

Além disso, as operadoras também utilizam o MPLS como túneis em redes IP ou, ainda, interligam Frame Relay e ATM por meio de redes IP proprietárias. Como resultado, há excelente economia com custos de upgrade no hardware.

Os benefícios do MPLS para o seu negócio?

Além da agilidade proporcionada na conexão com os rótulos, o MPLS traz ainda muitas outras vantagens, como:

  • Taxa de pacotes por segundo superior à taxa de bordas, resultando em excelente agilidade para o funcionamento da rede;
  • Atribuição de qualidade para os rótulos com o objetivo de melhorar os serviços de ATM e Frame Relay;
  • Permissão para percorrer a rede pública em caminhos estáticos que baseiam as VPNs;
  • Diferentes níveis de criptografia e múltiplos protocolos transportados, aumentando o nível de segurança dos dados.

Além disso, por ser base da tecnologia de comutação por etiqueta, o MPLS desenvolve padrões que resultam em abertura de ambientes para a interoperação de equipamentos produzidos por diferentes fabricantes.

Quais as vantagens em roteamento explícito?

O roteamento chamado implícito é baseado em datagramas, o que acaba gerando sobrecargas pacote a pacote.

Com o MPLS, o caminho virtual em uma mesma classe, exclui a necessidade da análise nó a nó.

Vantagens da VPN MPLS

O componente para encaminhamento não é específico apenas a uma determinada camada da rede. Com isso, o mesmo componente de encaminhamento é usado para fazer a comutação de etiqueta IP e IPX.

Facilidade para a evolução

Com a comutação de etiquetas do MPLS, é possível a separação entre funções de encaminhamento e controle. Assim, as redes podem evoluir sem causar impactos à outra parte, facilitando a evolução das redes e diminuindo a propensão a erros.

Roteamento Inter-Domínio

A comutação de etiquetas também permite a separação entre o que é distribuído no inter-domínio e no intra-domínio. Isso diminui a necessidade do conhecimento necessário para rotas dentro de um domínio, permitindo a escalabilidade no processo de roteamento.

Esse é um conjunto que, diretamente, beneficia os ISPs (Internet Service Provider) e os portadores que demandam grande fluxo de tráfego transitado – no caso, tráfegos com destinos que não estão na mesma rede.

Suporta todos os tipos de tráfego

Embora não seja visível ao usuário, a comutação de etiqueta também suporta diferentes tipos de encaminhamento, como: unicast, unicast com todos os tipos de serviços e pacotes multicast. Esses encaminhamentos podem ser utilizados com QoS que, acionado, possibilita a definição de diferentes classes de serviços para acessos ISPs.

MPLS: a solução fundamental para suas redes

Devido a sua simplicidade, que dispensa a análise do cabeçalho IP e cria ambiente de suporte controlado para QoS, o MPLS proporciona excelente melhora no encaminhamento de pacotes.

Entre tantas técnicas diferentes que os fabricantes desenvolveram para a comutação de etiquetas, o MPLS surgiu para unificar as principais tecnologias integrando ATM e IP, além de outras soluções com camada 2 e 3, suportando a convergência de serviços multimídia.

Adotar a solução de MPLS é dar um passo adiante com sua empresa para garantir a estabilidade necessária às rotinas dos profissionais que usam sua rede de computadores – ou seja, todos. Além disso, a excelente segurança oferecida em sua estrutura com criptografia e múltiplos protocolos é um ponto importantíssimo a ser considerado contra tentativas de invasões.

A Ascenty é uma das maiores empresas de Data Centers da América Latina e líder em seu segmento. Sua estrutura oferece todo o suporte necessário para a implantação do MPLS em sua empresa de maneira completa a partir de nossos analistas dedicados.

E então, entendeu a importância do MPLS para sua empresa? Quer saber como implementá-lo? Fale conosco agora mesmo e solicite uma proposta!

DWDM: redundância com baixa latência

Em vez de ler, que tal ouvir esse artigo?

O Dense Wavelength Division Multiplexing (DWDM), Multiplexagem Densa por Divisão de Comprimento de Onda, na tradução livre em português, é uma solução de rede de alta velocidade e pode ser uma excelente alternativa, em relação ao custo-benefício, para aumentar a capacidade dos sistemas de conexão da sua empresa.

Quer saber por quê? Então, continue lendo este artigo.

Tecnologia DWDM: agilidade e flexibilidade

Nos últimos anos, o tráfego de dados vem crescendo vertiginosamente impulsionado pelas redes sociais, streaming e jogos online, entre outros, e, principalmente pela mudança de hábitos das pessoas, que agora passam mais tempo conectadas, seja no smartphone, na smart TV e em outros equipamentos com tecnologia IoT, por exemplo.

A chegada da tecnologia 5G quintuplicou o tráfego de dados e vem permitindo o crescimento de novas tecnologias como carros autônomos, tráfego inteligente, cirurgias remotas e IoT.

Outra tecnologia que vem ganhando espaço como meio de transmissão de dados na internet no Brasil é a fibra ótica, responsável por 84% das 2,14 milhões de adições em 2018, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Considerada um meio seguro, a fibra ótica não sofre interferência externa e permite o transporte de dados em grandes distâncias. Em conjunto com o DWDM, por meio da multiplexação da frequência da luz, essa capacidade é multiplicada em tal escala que é como se houvesse diversas fibras óticas dentro de apenas uma.

Além da capacidade da banda, as principais vantagens técnicas do DWDM são:

  • Transporte transparente: transporta vários formatos de dados como Gigabit Ethernet, ESCON e Fibre Channel com abertura a interfaces em uma camada física comum e sem interferência do sinal;
  • Escalabilidade: multiplicação da capacidade da fibra ótica em áreas metropolitanas e em redes corporativas para atender a procura por capacidade em links ponto a ponto, como o linear ADM, ANEL e MALHA;
  • Provisionamento dinâmico: rápido, simples e dinâmico em conexões de rede, os provedores de banda larga são capazes de fornecer serviços de alta largura de banda em dias, ao invés de vários meses;
  • Expansão: permite uma expansão de rede sem ter que construir novas infraestruturas de fibra ótica.

DWDM vs. CWDM

O Coarse Wavelenght Division Multiplexor (CWDM) foi a primeira tecnologia a surgir e se consolidar após o WDM, e trabalha com um espaçamento de 20nm entre cada canal, dessa forma conta com uma capacidade máxima de até 18 canais.

O DWDM foi uma evolução natural do CWDM e trabalha com materiais de altíssima qualidade, o que reduziu drasticamente o espaçamento entre canais, tornando possível colocar até 40 canais diferentes em uma mesma fibra (100Ghz) ou até 80 canais em um mesmo par de fibra (50Ghz).

DWDM: como funciona?

Tecnologias como DWDM e CWDM tornam possível transformar redes de fibra que trafegam 1.25Gbps ou 10Gbps, em redes com capacidade de até 400Gb/s utilizando exatamente as mesmas duas fibras iniciais.

As tecnologias DWDM e CWDM utilizam diferentes comprimentos de onda/frequências/canais, na transmissão de múltiplos links em uma mesma fibra. O funcionamento dessa tecnologia é muito semelhante à ação da luz branca sobre um prisma, onde vários sinais de luz com frequências diferentes estão encapsulados em um “único” meio.

O DWDM pode combinar até 98 canais em uma única fibra óptica. No entanto, na prática, é possível encontrar sistemas capazes de multiplexar até 128 comprimentos de onda. Exemplificando: um sistema DWDM capaz de multiplexar 40 comprimentos de onda a 10 Gbps por canal, possui uma banda larga total de 400 Gbps, o que é suficiente para transportar em uma única fibra o conteúdo equivalente a mais que 1100 volumes de uma enciclopédia em 1 segundo. Esse sistema é a chave tecnológica para integração das redes de dados, voz e imagem de alta capacidade.

Resumindo, as características da tecnologia DWDM são:

  • Espaçamento entre canais de 100 GHz, pode chegar até 50 GHz;
  • Alta capacidade de transmissão por canal, 10 Gb/s, 40 Gb/s e 100 Gb/s;
  • Componentes modernos e de custos atraentes;
  • Aplicações em entroncamentos, redes de longa distância, redes metropolitanas e redes especializadas;
  • Funcionalidades de redes como inserção-derivação, conexão transversal, alocação dinâmica de capacidade de transmissão comercial nas bandas C e L, excelente potencial na banda S;
  • C e DWDM tem o mesmo princípio de funcionamento.

A tecnologia é a tendência para a resolução de problemas de expansão de redes de fibras ópticas. Além da flexibilidade, o DWDM é mais fácil, mais barato e mais rápido. Por tudo isso, oferece maior confiabilidade frente à infraestrutura, sendo capaz de atender com eficiência as demandas do mercado e ao crescente aumento do tráfego de dados.

Vale ressaltar que a DWDM multiplica capacidade e implementa funcionalidades de rede em sistemas de longa e curta distância, tem baixo custo e pode ser integrada em uma mesma plataforma com tecnologia C.

A solução DWDM da Ascenty é capaz de interconectar todos os pontos de rede sem intermediários. Além disso, as redes DWDM são totalmente redundantes e oferecem conexões de baixa latência, o que permite o transporte de todos os tipos de arquivos e a replicação de dados de maneira sincronizada. Quer saber mais ou contratar o serviço? Entre em contato com um de nossos representantes agora. Eles estão prontos para te ajudar. 

Redundância de operadoras: quais os benefícios para o seu negócio?

Que tal ouvir esse conteúdo?

A oportunidade de trabalhar com diversas operadoras com certeza já passou pela mente de vários gestores. A tal da redundância de operadoras se tornou um assunto um tanto popular na pauta do pessoal C-Level, que busca constantemente por soluções que otimizem o trabalho, modernizem os processos, reduzam custos e aumentem a disponibilidade dos acessos e serviços. No entanto, seria realmente a redundância de operadoras a melhor escolha?

Fato é que a conectividade é um dos pilares dos negócios da nova era — a era da Transformação Digital.

Não por menos, estima-se que em 2019, 40% de todo investimento corporativo em tecnologia teve como objetivo aproximar as empresas da Transformação Digital.

No epicentro de todas essas necessidades, inovações, recursos e ferramentas, está um fator: a conectividade.

Essa palavra é tão importante quanto qualquer outra que esteja presente no ambiente corporativo atual. É através da conectividade que as empresas conduzem seus negócios, comunicando-se e produzindo. Comprando e vendendo. Crescendo e se desenvolvendo.

E quando você junta uma falha crítica a uma falta de conectividade? Aí o resultado é caótico.

Já no longínquo ano de 2013, a Amazon sofreu com uma incomum parada abrupta de seu sistema. Foram 30 minutos de instabilidade, que a deixou fora do ar. Pouco, certo? Ao contrário. Essa falha resultou em perdas estimadas em cerca de US$ 2 milhões — ou para ser mais exato, US$ 64.240,00 a cada minuto.

Muito além de perdas financeiras, é importante destacar o quão prejudicial aos negócios uma simples instabilidade de conexão pode ser.

Em operações mais convencionais, essa instabilidade pode significar uma grande limitação dos meios de comunicação. Agora, imagine em serviços financeiros ou de saúde. Uma queda abrupta e duradoura do sinal de Internet é capaz de acarretar enormes perdas, ocasionando multas, processos e na desvalorização da sua marca perante o mercado e os consumidores.

Felizmente, a redundância de operadoras aparece como uma solução para, exatamente, evitar cenários como esse. Mas afinal, vale a pena dar uma chance e investir nessa inovação? Ela realmente tem o potencial de consertar o problema de instabilidade de conexão do seu negócio?

Para saber a resposta, continue a leitura!

A jornada para a modernização corporativa: o papel da redundância de operadoras

A redundância é um termo bastante utilizado em todo setor de TI, justamente porque sua aplicação vai muito além apenas das operadoras. “Ter redundância” significa duplicar componentes críticos para que, em caso de falha de um deles, o outro seja acionado.

Em outras palavras, no caso da redundância de operadoras, falamos de contar com mais do que apenas um link de conexão. Assim, ao primeiro sinal de necessidade, a empresa — por livre e espontânea vontade ou diante de uma falha em um dos componentes — pode trocar de link.

De forma geral, é possível apontar a redundância de operadoras como o primeiro passo concreto para a modernização do seu ambiente corporativo. Significa que sua empresa já está de mãos dadas com a Transformação Digital.
Em um cenário onde cada vez mais empresas dependerão dos recursos digitais em sua totalidade, a disponibilidade figura como porto-seguro para que essa revolução tome lugar.

Os principais benefícios de possuir diferentes operadoras em seu negócio

alta disponibilidade é apenas um dos benefícios que destacam a redundância de operadoras como uma oportunidade para o seu negócio. Na verdade, essa opção favorece a sua empresa em várias outras frentes, melhorando desde a produtividade da equipe até a redução de custos. Confira mais!


1# Você pode investir em um data center carrier neutral

Um data center carrier neutral permite o fácil acesso e a interconexão entre várias operadoras com o provedor do colocation.

Assim, um data center localizado em um colocation pode contar com quantos provedores a empresa quiser. Dessa forma, sua empresa é capaz de escolher a operadora ou provedor de conectividade sem necessitar mudar o ambiente de TI de local ou pagar valores abusivos nas interconexões.

Essa neutralidade do data center carrier neutral é uma oportunidade excelente para empresas que buscam mais liberdade na hora de escolher como conduzir cada projeto.

Com a opção de escolher qualquer operadora, a organização tem a chance de selecionar o melhor plano para ela — seja em questão de desempenho ou seja no âmbito financeiro.

O custo x benefício é completo.

2# Possibilita uma operação mais flexível no dia a dia

Os impactos práticos no dia a dia da sua empresa podem ser sentidos de forma instantânea. Ao possuir redundância de operadoras, ela não fica necessariamente presa aos contratos.

Na verdade, ao contrário, passa a optar pela operadora que lhe oferece o melhor pacote de serviços — e essa troca pode ser feita diversas vezes, dependendo das necessidades do seu negócio.

Com isso, sua empresa tem mais flexibilidade de atuação e maior autonomia para controlar seus investimentos em conectividade e toda sua estratégia de operação.

3# Amplas opções de operadoras que se adequem melhor às suas necessidades

O outro lado da moeda é justamente poder contar com o serviço de diferentes operadoras que se adequem melhor ao seu financeiro em cada estágio do seu negócio.

Muitas vezes, esse cenário pode mudar de mês a mês. Contar com a redundância de operadoras o mantém seguro de que a disponibilidade da conexão não será afetada.

4# Maior potencial produtivo

Uma conexão estável promove o cenário produtivo perfeito para que sua empresa se destaque no mercado.

Sem interrupções repentinas, que podem durar horas e derrubar sua Internet, você não arca tanto com os custos de inatividade dos funcionários, como também com os prejuízos e atrasos em relação à demanda do dia.

5# Menos custos com retrabalhos

E é claro que qualquer período de inatividade traz à tona a necessidade de realizar retrabalhos. Em empresas que utilizam SaaS, por exemplo, a instabilidade pode significar a perda de um projeto inteiro.

Além disso, há o risco da perda de dados e documentos em quedas do sinal de Internet — ou seja, vai muito além do arquivo de Word que não foi salvo, por exemplo.

Conclusão

Apesar de o cenário pintado ser um pouco amedrontador, é preciso observar as condições do próprio país. Em muitas regiões, várias operadoras não entregam serviços competentes o suficiente para se segurarem como única opção de provedor.

Olhe para dentro da sua empresa e para o nível de estabilidade de conexão presente hoje em dia. Você está satisfeito ou sente que algo poderia melhorar?

A redundância de operadoras, além de um recurso extra para beneficiar sua empresa, também figura como um diferencial competitivo. Com uma capacidade produtiva ininterrupta, suas entregas tendem a ser mais ágeis e de melhor qualidade — sem atritos ou falhas de comunicação.

Gostou de saber mais sobre a redundância de operadoras e como ela pode ser benéfica a sua empresa? Para mais dicas sobre como otimizar seu TI e sua gestão tecnológica, continue de olho em nosso blog! Caso queira saber como a Ascenty pode lhe ajudar, entre em contato.

Como o serviço de Smart Hands pode auxiliar a sua empresa

Em vez de ler, que tal ouvir esse conteúdo?

Você já parou para pensar o que aconteceria se o Data Center Colocation da sua organização ficasse indisponível repentinamente durante a noite? Fora os custos de manutenção, os problemas só iriam ser resolvidos na jornada de trabalho do dia seguinte, gerando mais prejuízos com a perda de produtividade, por exemplo.

Diante desse cenário, o serviço de Smart Hands surge como a solução ideal para as empresas que adotam o Data Center no modelo Colocation.

Deseja saber mais a respeito do assunto e como ele pode ser o diferencial? Confira esse artigo que traz todos os detalhes a respeito do Smart Hands, incluindo os benefícios que ele é capaz de agregar ao seu negócio. Confira!

Smart Hands: o que é? 

O Smart Hands é um serviço abrangente, que permite a execução de uma gama de tarefas complexas em seu Colocation. Isso inclui instalação física de novos equipamentos, gerenciamento de mídia, o gerenciamento de cabos, realização de testes diversos, soluções de problemas em unidades de distribuição de energia e de refrigeração, entre outros.

Ou seja, quem contrata este serviço, conta com recursos inestimáveis que são ideais em momentos em que as equipes internas de TI estão sobrecarregadas de trabalho ou não possuem uma habilidade específica, por exemplo.

O serviço de Smart Hands é capaz de gerenciar todas as operações de seu Data Center Colocation, sendo o apoio local de sua equipe, maximizando ao máximo o seu tempo de atividade, evitando paradas na operação. Geralmente ele é cobrado por hora trabalhada.

Enfim, trata-se de um recurso interessantíssimo para a sua companhia. Logo a seguir, você pode conferir alguns de seus principais benefícios.

Os benefícios do serviço de Smart Hands 

Diminui o tempo de inatividade e as interrupções 

A solução de Smart Hands é capaz de auxiliar a sua empresa de maneira efetiva, diminuindo ao máximo o tempo de inatividade e as interrupções de serviço por problemas em seu Colocation.

Com ele, você terá profissionais disponíveis para solucionar algo negativo que afete os servidores de sua organização da maneira mais rápida possível. E menos paradas significa menos desperdício de dinheiro, não é verdade?

Permite “liberar” os funcionários para atuarem no core business de seu negócio
 

Outro benefício que a solução de Smart Hands oferece é a possibilidade de sua empresa não precisar dedicar um número grande de funcionários ou profissionais talentosos para executarem as tarefas de configuração ou manutenção de servidores, por exemplo.

O serviço de Smart Hands é que realiza esse tipo de manutenção através de um profissional com capacidade de maneira remota (dentro do Data Center), que fará o que for necessário para manter os servidores e a rede de sua empresa funcionando em alto nível.

Como consequência, a sua equipe é capaz de inovar e focar na área mais importante de seu negócio: o core business. 

Oferece suporte e respostas ágeis 

Ao contratar a solução de Smart Hands, você terá suporte rápido tanto para os questionamentos diários que possam surgir como para a solução de problemas. E esse benefício ocorre, pois a empresa que oferece esse tipo de serviço, disponibiliza profissionais altamente treinados para lhe ajudar a qualquer momento.

Os diferenciais do serviço de Smart Hands Ascenty 

Na Ascenty, nós sabemos que a solução de Smart Hands é um investimento. Ou seja, um requisito que evita aborrecimentos, mantém sua equipe trabalhando e, mais importante, evita grandes desastres financeiros.

Ao contratar o serviço de Smart Hands Ascenty, você terá a experiência técnica necessária com o gerenciamento remoto para a realização de instalações configurações e resolução de problemas em seu Data Center Colocation.

Em poucas palavras, a nossa solução de Smart Hands funciona como as mãos remotas do suporte técnico da sua empresa dentro do Data Center da Ascenty, estando qualificada e disponível para quando e onde a sua empresa precisar. Veja alguns benefícios de contratar a Ascenty para sua proteção: 

●       Equipe técnica especializada;

●       Conhecimento das principais demandas técnicas do cotidiano de seu negócio;

●       Pontualidade e controle das atividades planejadas

●       Conhecimento nas principais linhas de equipamentos e serviços presentes nos racks da Ascenty;

●       Mantemos sua empresa focada no seu core business;

●       Equipe integralmente disponível para promover segurança e desempenho. 

Que tal contar com a Ascenty para fornecer o serviço de Smart Hands ao seu colocation? Ela é a maior empresa de infraestrutura de Data Centers da América Latina, possuindo a expertise necessária para ajudá-lo. Além disso, ela possui infraestrutura de padrão internacional, reduzindo os riscos de falhas em equipamentos. 

Ficou interessado? Analise os  planos oferecidos pela Ascenty e escolha aquele que mais se enquadra às suas necessidades. Depois entre em contato e agende uma reunião!

Gestão de Continuidade de Negócio|ISO 22301

Esta norma oferece um controle da estrutura para a gestão da continuidade de negócios em uma organização, a gestão de continuidade de negócios reduz a probabilidade de incidentes disruptivos, e se algum chegar a ocorrer, a organização estará pronta para responder de forma apropriada, reduzindo drasticamente o dano em potencial de tal incidente.

Benefícios da certificação

  • mitigação de impacto a falha de sistemas.
  • processos e procedimentos adequados a continuidade do negócio;
  • tempo de incidentes críticos reduzido;
  • mantem a entrega de serviços mesmos com a ocorrência incidentes críticos;
  • testes regulares dos sistemas;

Segurança e Saúde Ocupacional|ISO 45001

Fornecer à organização a compreensão das questões importantes que podem afetar a operação dos nossos serviços de forma positiva ou negativamente, ela gerencia suas responsabilidades de saúde e segurança ocupacional em relação aos seus colaboradores, visa a entrega dos serviços de forma salutar e com segurança com foco ao zero incidentes de nossos colaboradores.

Benefícios da certificação

  • redução de acidentes e doenças ocupacionais
  • desenvolvimento de uma cultura prevencionista
  • maior conformidade com requisitos legais e outros
  • incorporação de boas práticas de gestão
  • melhor organização dos processos de trabalho

Qual a relação entre a conexão do NAP e nuvem pública

Em vez de ler, que tal ouvir o nosso artigo?

Para as empresas que nasceram no mundo digital, a conexão com as nuvens públicas dita o sucesso do seu trabalho e a continuidade dos seus processos. No entanto, acessar diferentes recursos de nuvens distintas é um desafio, o que limita a atuação do negócio. Por isso, é essencial entender os benefícios que o NAP (Network Access Point) traz ao seu negócio e ao seu potencial de conectividade.

Muito se fala da conectividade nos dias de hoje. A relevância do assunto é evidente: para prosperar, empresas devem estar conectadas.

E não falamos apenas de Internet.

No caso da nuvem, é a conectividade que define o que você irá ou não aproveitar dos serviços contratados, sejam eles IaaS, PaaS ou SaaS. Não por menos, segundo levantamento da Skyhigh, o número de aplicativos baseados na nuvem mais que triplicou nos últimos anos.

No entanto, nós sabemos que a interconexão nem sempre é uma opção para as organizações.

Dessa forma, as organizações não aproveitam todo potencial estratégico e operacional que todos os serviços oferecem.

E isso, nos dias de hoje, “é ouro” para os negócios.

Neste artigo, você irá entender mais sobre como a nuvem pública pode fortalecer sua empresa e também sobre a importância de se conectar com todos os recursos possíveis com o NAP. Continue a leitura para aprender mais!

Como a nuvem pública auxilia os negócios

nuvem pública é um dos três modelos de cloud computing mais comuns no mercado.

Nela, todos os recursos, operação e infraestrutura da nuvem ficam sob responsabilidade da provedora: seja hardware, software ou mesmo suporte. Ela apenas divide o armazenamento e aplicativos entre seus clientes conforme o pacote contratado.

Um exemplo bem conhecido é o Google Drive, porém muito mais popular no seu modelo de uso pessoal.

Outro exemplo é o Microsoft Azure, plataforma de serviços da nuvem da empresa americana que é uma das líderes para uso corporativo no mundo todo.

Já a nuvem privada se trata de um modelo no qual a própria empresa é dona da sua infraestrutura de cloud computing. Ou seja, todo armazenamento e capacidade ficam à sua disposição, sendo missão dela configurar o ambiente inteiro.

A nuvem híbrida mistura um pouco das duas. Ela se aplica em casos específicos, nos quais a empresa necessita manter sua nuvem privada, mas também precisa de recursos que apenas conseguiria em uma nuvem pública.

Porém, a mais popular das opções é a nuvem pública. Segundo a Statista, somente em 2017, esse mercado movimentou US$ 130 bilhões e continua crescendo.

O motivo está na versatilidade que ele dá às empresas, aliada a um ótimo custo x benefício.

Com uma nuvem pública, você não precisa aumentar os custos adquirindo hardware de armazenamento, nem local para montar sua infraestrutura, climatização e manutenção, por exemplo.

Tudo isso é de responsabilidade do provedor do serviço. A Ascenty, por exemplo, possui a maior infraestrutura de data centers da América Latina e está por trás de toda mão de obra do seu hardware. Tudo para que os clientes apenas se ocupem em utilizar os aplicativos, aumentar sua produtividade e crescer os seus negócios.

E quando falamos de crescimento, falamos de forma ilimitada. A nuvem pública é totalmente escalável à medida que sua empresa necessitar. Se for preciso aumentar (ou mesmo diminuir) seu pacote, é só solicitar para o provedor de nuvem ou fazer via painel de gerenciamento.

Além disso, o armazenamento da sua empresa conta com um serviço totalmente seguro contra ataques maliciosos. Afinal, é função dos provedores de nuvem reforçar a segurança do ambiente e realizar atualizações em todos os aplicativos.

NAP e Nuvem Pública: entenda a relação

Conforme sua empresa vai crescendo, existe a necessidade de criar interdependência entre nuvens públicas. Afinal de contas, há recursos variados em diferentes operadoras — e muitos deles podem ser úteis à sua operação.

Porém, os parceiros habilitados para as conexões com nuvens normalmente limitam a interconexão entre diferentes nuvens. Para tal, obrigam a empresa a adquirir um Rack, comprar um roteador e, aí sim, ofertar a interconexão.

Tudo isso resulta em mais custos e menos flexibilidade para seu negócio.

Com o NAP (Network Access Point), sua empresa dispõe de soluções e produtos altamente eficientes que podem mudar esse cenário. O NAP da Ascenty serve como um ponto de acesso à rede com alto nível de conectividade de váriasoperadoras de telecomunicações, sejam brasileiros ou internacionais, provedores de conectividade e a mais diversa gama de prestadores de serviços, o que forma um ecossistema eficiente e flexível.

Com as soluções de interconexão e a aplicação efetiva do conceito de Carrier Neutral, é possível acessar as informações de diferentes provedores de conteúdo, incluindo as de nuvem pública.

Portanto, empresas que nasceram na nuvem podem contratar as soluções contidas no NAP da Ascenty para interconectar as cinco principais nuvens públicas sem a necessidade de contratar Rack, roteador e todas as parafernálias oferecidas pelo mercado. Tudo de forma transparente, rápida e barata.

Ou seja, não é necessário ter um Rack dentro dos data centers da Ascenty para interconectar suas nuvens.

Com o NAP, a sua empresa tem acesso ilimitado à informação e se mantém na crista da evolução dos negócios. É a solução ideal para negócios que buscam se modernizar e desenvolver seu modelo de negócios, atuando de ponta a ponta com aplicativos de todo mundo.

Quer conhecer um pouco mais a fundo sobre os benefícios do NAP para interconectar nuvens públicas e como isso pode ser o diferencial na sua rotina produtiva?

Agende agora mesmo uma reunião com nossos representantes!

Como o IX pode agregar alta disponibilidade para a sua empresa

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

Você sabia que o IX é uma solução que conta com alta disponibilidade de conexão e agrega resiliência para a sua empresa?

Conhecido antigamente como PTT, os IX são os pontos de troca de tráfego que possibilitam a conectividade entre provedores e servidores de rede, ajudando a garantir uma maior velocidade e eficiência na transmissão de dados. Muito bom isso, não é mesmo? 

Está interessado em saber mais sobre o assunto? Neste artigo, nós explicaremos detalhadamente como funciona o IX no Brasil e abordaremos as principais características necessárias para a implementação da tecnologia no seu negócio.

Continue lendo!

Como funciona o IX no Brasil?
 

O IX.br (Internet Exchange) faz referência ao nome dado ao projeto do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIBr). A instituição promove e implementa a infraestrutura destinada à interconexão direta entre as redes que compõem a internet no território nacional.  

É importante destacar que a atuação do IX.br é mais voltada às regiões metropolitanas do Brasil, pois elas apresentam maior interesse na troca de tráfego de internet. Entre as principais regiões com características para serem atendidas pelo IX.br estão: 

  • São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Brasília;
  • Belo Horizonte;
  • Salvador;
  • Recife;
  • Fortaleza;
  • Porto Alegre;
  • Florianópolis;
  • Curitiba;
  • Manaus;
  • Belém;
  • Goiânia;
  • Campinas;
  • Caxias do Sul;
  • Londrina;
  • Maringá;
  • São José dos Campos.

Quais são as principais vantagens do IX?
 

O primeiro aspecto positivo em relação a esse modelo faz referência a diminuição dos gastos. Isso acontece porque os balanços de tráfego são solucionados de forma direta e local e não por meio de redes de terceiros, muitas vezes fisicamente mais distantes. 

Outro benefício é o maior controle que uma rede pode ter sobre a entrega do tráfego mais próximo do destino. Essa característica ajuda a garantir melhor desempenho e alta disponibilidade aos clientes. Além disso, ela contribui para uma operação mais eficiente da internet. 

Quais as características fundamentais para a implementação do IX? 

Realmente esse é um sistema muito eficiente, concorda? No entanto, de acordo com o próprio IX.br, a implementação do IX nas principais regiões do país precisa seguir algumas características. Entre elas estão a neutralidade, a qualidade e a alta disponibilidade, por exemplo. Abordaremos sobre essas questões detalhadamente na sequência do artigo. Confira!  

Neutralidade 

Esse conceito é baseado no princípio de que todos os dados que trafegam na rede devem ser tratados da mesma maneira, navegando na mesma velocidade, o que contribui para garantir o livre acesso a qualquer conteúdo na rede sem ferir a autonomia do internauta e não discriminar algumas aplicações por consumo de banda larga. 

Esse princípio baseia-se no fato de que se deve permitir condições iguais ou isonômicas de acesso às informações a todas as pessoas, sem nenhuma interferência no tráfego on-line. Mantém-se, portanto, a concepção inicial da internet, pois possibilita a transferência de dados entre pontos (também conhecida como end-to-end) sem qualquer discriminação. 

Qualidade 

Sem dúvida, outra questão relevante em relação às características fundamentais na implementação do IX diz respeito à qualidade. Nesse sentido é necessário que a conexão da internet deva ser de boa qualidade. Além disso, é fundamental que a conexão também seja direta com o intuito de facilitar o fluxo de dados. 

Alta disponibilidade 

Na TI, o termo disponibilidade é utilizado para descrever o período que um serviço específico está disponível e acessível. Além disso, esse termo ainda faz referência ao tempo exigido por um sistema para responder a um pedido feito pelo usuário. Considerando a definição anterior, alta disponibilidade garante um bom nível de desempenho operacional por um determinado tempo. 

Agora, você deve estar se perguntando: qual é a importância da alta disponibilidade? Não é segredo para ninguém que as companhias têm alta dependência da internet na realização dos negócios. Nesse contexto, ficar indisponível, mesmo por pouco tempo, pode gerar grandes prejuízos para elas. 

Além disso, a indisponibilidade afeta diretamente a produtividade dos funcionários, pois durante o período em que o sistema fica indisponível, eles se tornam improdutivos. Dessa forma, eles só conseguirão voltar a trabalhar quando o sistema voltar a funcionar. 

Muitos empresários apresentam a seguinte dúvida: o que causa a indisponibilidade? Há diversos incidentes, previstos ou não, que podem causar esse problema. Entre eles estão a troca de equipamentos, falhas técnicas, vírus, ataques cibernéticos, etc. 

O IX é uma solução com alta disponibilidade e, por isso, apresenta vários benefícios. Entre eles estão a otimização da produtividade das empresas e dos funcionários, redução dos gastos e melhor desempenho da conexão on-line. Considerando essas questões vale muito a pena implementar esse sistema no seu negócio. 

Você está com alguma dúvida em relação a importância da alta disponibilidade em relação à IX? Agende uma reunião conosco. Estamos dispostos a esclarecer as suas dúvidas em relação ao assunto e ajudar a sua empresa a atingir os melhores resultados

Como IX colabora na redução de custos nas empresas?

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

Uma empresa que não busca constantemente novas formas de produzir mais gastando menos não está agindo com inteligência.

É um pouco difícil ler isso, mas a verdade é que a redução de custos e aumento de eficiência são essenciais para o bom andamento dos negócios. Mesmo que seja realizada anualmente, uma estratégia é necessária de minimizar os custos operacionais de maneira periódica.

Caso o contrário, as empresas acabam acumulando gastos sem mesmo perceber. Por isso, este artigo mostrará como o IX.br (conhecido como PTT) colabora na redução de custos dos negócios. Acompanhe e leitura e não perca nenhum detalhe!

IX: como funciona 

Longe de ser um algarismo romano, o IX é um ponto de alta densidade de conexões e troca de tráfego da Internet. Trata-se de um local físico por meio do qual as empresas de infraestrutura da Internet se conectam. Esses locais existem no “limite” de redes diferentes e permitem que os provedores compartilhem o trânsito de informações fora de sua própria rede.

Através do IX, as empresas podem encurtar o caminho para o trânsito proveniente de outras redes participantes, reduzindo a latência, melhorando o tempo de ida e volta e potencialmente reduzindo os custos operacionais.

Em resumo: o IX é um recurso no qual os provedores de internet no país podem se interconectar e se beneficiar mutualmente.

Definindo o IX e sua funcionalidade 

De maneira técnica, um IX é simplesmente um ou mais locais físicos, denominados PIX (Ponto de Interconexão ou ponto de acesso ao IX.br), que contêm comutadores de rede que direcionam o tráfego entre as diferentes redes membros. Por meio de vários métodos, essas redes compartilham os custos de manutenção da infraestrutura física e dos serviços associados.

Trata-se de um recurso essencial para essas empresas, pois muitas operadoras de telecomunicações estão em áreas de difícil acesso, mas conseguem contratar um link de transporte até o PIX do IX e obter redução de custos operacionais, economia de banda IP e melhora na latência da conexão, por exemplo. O resultado é qualidade do serviço para o usuário final.

Redução de custos com o IX para a sua empresa

Os pontos de troca na Internet podem ser especialmente benéficos para pequenas e médias empresas, universidades e instituições similares, por exemplo. Isso ocorre, pois a maioria do tráfego passa ser realizado localmente.

Além disso, o IX não traz benefícios apenas para os usuários, mas também como os provedores, que se tornam mais independentes, fazendo com que muitos gargalos de tráfego desapareçam.

Em números, o custo de uma conexão com o IX de 10 GBs fica menor em cerca de 70% em relação à conexão direta com a Internet, enquanto para clientes que estão dentro do Data Center da Ascenty, essa redução chega a 90%.

O IX também traz outras vantagens. Com ele, é possível otimizar os custos de tráfego. Ou seja, as empresas podem reduzir seus custos com esta utilização, à medida que levam a internet ainda mais longe. Sendo assim, há mais competitividade quando os custos são reduzidos e maior probabilidade de investimentos.

Portanto, ao trocar tráfego com outros fornecedores locais através do IX, a Internet se tornará menos congestionada e mais eficiente, levando a um melhor desempenho de acesso em aplicativos, sites e provedores de conteúdo da internet.

Ascenty: solução IX para o seu negócio.

O IX também é responsável pelo fornecimento de internet mais acessível aqui no Brasil. Esse é outro ponto positivo a favor da redução de custos.

Os pontos de tráfego de internet vêm ganhando força no Brasil e por isso as empresas de conectividade têm aproveitado todos os benefícios que ele oferece. A Ascenty é a empresa que apoia a utilização e crescimento do IX no Brasil e viabiliza ao máximo os acessos dentro desta estrutura.

O IX possui uma estrutura de PIX dentro dos Data Centers da Ascenty, portanto com uma Cross Conexão em Fibra, a conexão é feita localmente no Data Center. Além disso, para os clientes que não possuem estrutura na Ascenty podem ser transportados através da rede de Telecomunicações.

Para ilustrar de maneira ainda mais simples os benefícios do PIX Ascenty, imagine que seu provedor de serviços de Internet esteja localizado no Rio de Janeiro, por exemplo. Sendo assim, se você estiver encaminhando um grande arquivo para o seu vizinho, ele primeiro será enviado para esse provedor, antes de “atravessar a rua” e chegar ao destinatário.

Não seria mais rápido se o seu arquivo fosse enviado para uma rede da sua cidade e não para um local distante? Obviamente, todo o tráfego da Internet chega onde precisa. Porém, os IX ajudam o tráfego a chegar no destino de maneira mais rápida e eficiente, melhorando o desempenho do ponto de vista do usuário.

Ao rotear parte de seu tráfego pelas redes IX participantes, os provedores de serviços diminuem a carga de capacidade em seus links de transporte IP, o que gera economia operacional. Sendo assim, com a Ascenty você tem o melhor da conectividade pelo menor preço.

Por fim, saiba que o estabelecimento do IX não apenas colabora com a redução de custos nas empresas, como permite que os ISPs locais economizem em custos de transporte, redução de latência, evitando o envio de tráfego doméstico ao exterior para troca, e o melhor desempenho pode resultar do uso constante.

A medida em que o IX começa a criar massa crítica, envolvendo a maioria ou todos os ISPs, ele também começará a atrair provedores de conteúdo, juntamente com usuários empresariais, acadêmicos e governamentais. E, finalmente se tornará o centro de um vibrante ecossistema da Internet.

Deseja saber mais a respeito do IX e dos PIX dentro da Ascenty? Confira mais artigos em nosso Blog e entre em contato para agendar uma reunião.

As 5 razões principais razões para adotar o colocation no seu negócio

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

A escalada de importância dos dados na rotina das empresas foi um dos principais movimentos de mercado dos últimos anos. Estruturados ou não, são eles que alimentam toda estratégia de empresas que buscam crescimento constante. Porém, possuir um banco de dados não é fácil e nem barato. Por isso, vamos explicar algumas razões para adotar o colocation em sua empresa!

De forma simples, o colocation é um serviço de aluguel de toda infraestrutura de data centers.

Assim, o cliente instala o seu servidor na infraestrutura alugada e a partir dela consegue realizar todas as suas operações diárias, sem maiores necessidades de gastos significativos com espaço físico, equipe dedicada, energia, manutenção e muito mais.

Ainda não está familiarizado com a solução e quer entender como ela pode ajudar sua empresa a ter performance e, ao mesmo tempo, reduzir custos? Continue a leitura desse artigo!

Como o colocation expande o seu Data Center


O que todo planejamento estratégico corporativo, daqui para frente, terá em comum? Os dados.

Segundo a reportagem da Folha de São Paulo, a Indústria 4.0 pode gerar economia de R$73 bilhões ao ano. E um dos fatores que diferenciam as empresas 4.0 (ou seja, que estão totalmente inseridas no mundo digital) é seu trato com os dados.

Se antes eles eram ignorados, quase que considerados como uma “carga desnecessária”, hoje em dia o panorama é outro. Dados são coletados e analisados com o objetivo de encontrar neles respostas para várias questões: melhorias de serviço ou produto, otimização da comunicação e a promoção de uma melhor experiência para o cliente.

No entanto, essa relação tão benéfica possui seus custos. Armazenar dados é um desafio que vai muito além de custos, mas também significa atenção à Segurança da Informação e à performance do sistema.

É preciso garantir funcionamento ininterrupto e prevenção avançada contra falhas e brechas no sistema.

Servidores custam muito dinheiro: além de local específico (com temperatura controlada, por exemplo), é preciso de pessoal especializado para administrar os recursos e realizar as manutenções necessárias.

Além disso, normalmente as empresas se veem em uma encruzilhada quando é preciso expandir a capacidade de seus bancos de dados e estruturas de armazenamento. Além de maior espaço físico, demandas energéticas e profissionais também aumentam, impactando o orçamento da empresa.

Por isso, as razões para adotar o colocation são tão atraentes para as empresas. Com ele, é possível realizar toda gestão da infraestrutura sem se preocupar com questões tão operacionais, já que o provedor oferece todos estes serviços.

Assim, sua empresa tem na mão a oportunidade para manter um banco de dados cuja infraestrutura seja escalável, segura e estável, possibilitando maior produtividade e crescimento!

As principais razões para adotar o colocation em seu negócio

Afinal de contas, quais os benefícios que o colocation traz para sua empresa?

De forma prática, o serviço de colocation permite que o cliente gerencie seu próprio servidor, adequando-o para as suas necessidades, antes de enviar ao provedor do serviço.

Entre outros benefícios, destacam-se também:

1.     Suporte 24×7

Uma das preocupações das empresas com o serviço de colocation é o suporte. Afinal, ele estará apto a garantir atendimento em horários comerciais e nos plantões da empresa, caso haja falhas ou dúvidas?

A resposta é sim! Uma das principais razões para adotar o colocation na empresa é que o suporte prestado pela provedora é constante, 24 horas e 7 dias por semana, mantendo a infraestrutura que hospeda suas operações asseguradas.

2.     Redundância

Garantia por redundância, conectividade de alto nível e ambientes ininterruptos é uma das razões para adotar o colocation que mais atrai as empresas.

Muitas vezes, no ambiente corporativo, manter a conexão de rede, a estabilidade do banco de dados e da rede elétrica é um desafio. No entanto, a redundância é um dos diferenciais do colocation, já que mantém seu banco de dados disponível com base nos níveis de serviços acordados.

3.     Segurança

A segurança da informação é uma obrigação para qualquer provedor de serviços de Data Center. Uma das razões para adotar o colocation na empresa é que toda infraestrutura conta com máxima proteção.

Além das questões de acesso controlado ao ambiente físico, serviços de AntiDDoS (Proteção contra ataques de negação) são ofertados para evitar que ataques afetem a disponibilidade dos serviços, além disso o provedor de Colocation também garante toda segurança contra falhas na rede elétrica e na conectividade do ambiente.

4.     Escalabilidade

Um crescimento escalável é o que todos os negócios buscam.

No entanto, atingir esse patamar exige um diferente planejamento de negócios. Porque, com o crescimento, a demanda por mais recursos e capacidades do ambiente digital e do banco de dados só aumenta.

Uma das razões para adotar o colocation na empresa é que é muito mais fácil — e barato — aumentar sua largura de banda ou de espaço físico para alocação de mais equipamentos. Basta solicitar ao provedor de Colocation.

Os custos são bem menores que em uma solução localizada, que exigiria investimentos de espaço, equipamentos, conectividade e muito mais.

5.     Redução de custos

Como mencionamos, a redução de custos é uma das principais razões para adotar o colocation na empresa.

Para a administração, gastos com equipamentos, pessoal, manutenção, segurança da informação e possíveis expansões de capacidade são praticamente anulados.

Outro ponto positivo da redução de custos está em relação ao seu setor de TI: sem arcar com as questões operacionais do banco de dados, seu tempo pode ser otimizado em tarefas que agreguem valor ao negócio.

São inúmeras as razões para adotar o colocation no seu negócio. A solução é perfeita para quem busca crescimento escalável, segurança e estabilidade de conexão. Assim, você e sua equipe têm total acesso aos dados mais importantes para sua empresa se desenvolver.

A Ascenty é a maior empresa de Infraestrutura de Data Centers da América Latina. Toda expertise pode ajudar sua empresa com uma solução exclusiva de Colocation. Quer entender como ela se encaixa em seu negócio? Fale conosco!

A importância da conexão para o uso da multicloud

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

A computação em nuvem é a solução adotada por vários negócios para reduzir custos, aumentar a produtividade e ganhar em escalabilidade, entre outros fatores. No entanto, frequentemente, é preciso optar por mais de um fornecedor — estabelecendo o conceito de multicloud.

Esse quadro ocorre quando deixa de ser interessante que apenas um provedor ou uma solução de cloud atenda a todas as demandas da empresa. Assim, o cenário de multicloud é a melhor alternativa. Para que todos os ambientes funcionem perfeitamente, a existência de uma conexão de alta qualidade é imprescindível.

Quer entender como a multicloud, cloud híbrida, boa conexão e o seu negócio se relacionam? Acompanhe até o fim desse artigo!

O funcionamento da multicloud

A multicloud é a combinação de diferentes provedores e serviços de nuvem, buscando máxima performance em cada uma das aplicações. Ao combinar ambientes distintos de nuvem, é possível extrair o melhor de cada fornecedor e alcançar máxima capacidade, segurança e flexibilidade.

Uma estrutura em multicloud pode envolver nuvens privadas, públicas ou híbridas, além dos modelos Software as a Service (SaaS), Platform as a Service (PaaS) e Infrastructure as a Service (IaaS).

As diferenças entre multicloud e cloud híbrida

Os dois conceitos são parecidos, mas podemos fazer algumas diferenciações. Primeiramente, a cloud híbrida pressupõe o uso de mais de uma opção de nuvem, isto é, a nuvem pública e a nuvem privada.

Na multicloud, porém, podem ser usadas duas nuvens do mesmo tipo, desde que fornecidas por empresas diferentes.

Outro ponto é que nem sempre existe interdependência na solução multicloud, enquanto na nuvem híbrida isso é inevitável. Na nuvem híbrida, os dois ambientes são, obrigatoriamente, orquestrados e integrados de alguma forma. Na multicloud, os ambientes podem ser independentes.

Vale ressaltar também que os dois conceitos não são excludentes. É possível ter apenas a cloud híbrida, apenas a multicloud ou uma combinação das duas, isto é, uma cloud híbrida que faz parte dos serviços de computação em nuvem contratados pela empresa.

Os benefícios da multicloud para a área de TI

Segundo previsões do IDC para a América Latina, os 4 maiores provedores de Cloud vão dominar 70% do mercado de IasS e PaaS até 2022. No entanto, até 2024, 80% das 1000 maiores empresas da região vão utilizar multicloud para fugir do lock in, isto é, a limitação da performance causada pelo baixo desempenho de um fornecedor.

Isso significa que a tendência da multicloud já é evidente em muitos negócios. O primeiro motivo para adotar a multicloud já foi citado — ao adotar clouds diferentes, a empresa fica menos propensa às limitações de cada fornecedor. Conheça mais sobre os benefícios do modelo.

Redução de custos

Ao ficar livre para combinar os serviços mais atrativos de cada fornecedor em vez de ficar preso a um único provedor, é possível reduzir custos consideravelmente.

Além disso, a combinação de fornecedores permite a personalização das soluções para a realidade do seu negócio. Com isso, a empresa consegue adaptar a tecnologia para seus processos e ganhar em agilidade, reduzindo os custos.

Segurança

A multicloud garante maior segurança na medida que permite o uso da solução mais adequada para cada tipo de dado ou operação da empresa. Por exemplo, itens críticos podem ser armazenados em uma nuvem privada com alto nível de segurança, enquanto outros sistemas estão na nuvem pública.

Autonomia e flexibilidade

Com a multicloud, você não fica dependente da performance e do atendimento de um único fornecedor. A empresa ganha em flexibilidade e versatilidade, conseguindo atingir desempenho máximo.

Esse desempenho na multicloud, obviamente, está ligado à performance da conexão utilizada.

Conexão como chave do sucesso para a Cloud

Todos esses benefícios só serão de fato alcançados se a sua empresa contar com uma conexão impecável. Os serviços de nuvem são altamente dependentes da conectividade e, atualmente, não basta as empresas terem acesso à multicloud.

É necessário que a conexão seja rápida, com qualidade e segura para dar suporte a todas as áreas que usam o serviço. Com o aumento do uso das nuvens, muitas das tarefas executadas no dia a dia da empresa ficam totalmente dependentes da velocidade e da disponibilidade da conexão.

Por isso, além de selecionar os fornecedores que melhor atendem às necessidades do seu negócio, lembre-se de verificar também a forma de conexão a ser utilizada. Se isso passar despercebido, todo o esforço para adoção da multicloud pode ir por água abaixo.

Os problemas trazidos pela falta de conectividade

A falta de conectividade, com quedas constantes, pode levar a atrasos ou até mesmo interrupção completa dos serviços da empresa. A instabilidade da conexão também pode levar a um problema de imagem. Isso pode acontecer, por exemplo, se um cliente liga para fazer um pedido e, bem na hora, o vendedor não consegue acessar o sistema.

A latência, isto é, o tempo entre o envio e o recebimento da informação via internet também é um indicador fundamental. Se houver demora na troca, podem surgir gargalos e até paradas na operação da empresa, gerando prejuízos para o negócio.

Enfim, a conectividade é essencial para garantir todos os benefícios possíveis com a multicloud. Para obter o melhor retorno sobre seus investimentos em Cloud, dê atenção especial a esse tópico na hora de escolher os fornecedores!

Quer saber qual o melhor cenário para a sua empresa? Fale com os especialistas da Ascenty!

Colocation: a importância para o seu negócio

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

Lidar com muitos dados, arquivos e aplicações é uma realidade à qual as empresas precisam se adaptar se quiserem continuar crescendo. Em meio ao crescimento exponencial de dados vivido nos últimos anos, cresce também a importância do Data Center utilizado para hospedagem dos serviços de TI críticos, denominado como ambiente de Colocation.

Nesse método de terceirização, uma empresa contrata um fornecedor especializado em infraestrutura que passa a hospedar os equipamentos de TI dentro de estruturas robustas, seguras e ininterruptas, os Data Centers. É impossível negar a importância do Colocation para as empresas que querem expandir com flexibilidade e economia. Entenda!

Como o Colocation funciona?

O Colocation, também conhecido como housing, é um método de terceirização de Data Centers em que a infraestrutura da empresa é abrigada nas dependências do fornecedor. Em vez de ter um espaço físico na sua empresa dedicado aos Data Centers, a sua empresa passa a usar o espaço do fornecedor.

Colocation pode ser contratado em diversas modalidades. Por exemplo, é possível alugar uma área que será ocupada apenas pelo Data Center da sua empresa. Essa área fica isolada do restante da infraestrutura do fornecedor, segura e completamente dedicada à sua empresa.

Outra opção no Colocation é contratar um Rack que é instalado em uma sala comum a outros clientes, porém com alto nível de segurança, controle e qualidade, o que garante que apenas sua equipe tenha acesso aos seus equipamentos. 

Qual a importância do Colocation para expansão do data center da sua empresa?


Você provavelmente já tem uma ideia dos altos custos envolvidos na construção, manutenção, segurança, expansão e modernização de Data Centers. Além do alto investimento inicial, estão envolvidos custos com energia e com profissionais experientes.

Há, ainda, a necessidade de reinvestir para manter o Data Center em dia com as tecnologias mais avançadas. Também é preciso de um espaço físico na sua empresa, seguro e preparado para receber um Data Center.

Se o seu negócio necessita desse espaço físico, esses custos só se multiplicam. Além do aspecto financeiro, existe a necessidade de gerenciar todos esses fatores. Por todos esses obstáculos, o crescimento de uma empresa, muitas vezes, esbarra nas limitações do Data Center.

É nesse cenário que a importância do Colocation fica evidente. Ao optar pela terceirização de Data Centers nesse modelo, a sua empresa tem liberdade para crescer sem limites e de forma organizada. Ou seja, se for necessário mais espaço, basta acionar o fornecedor e seu Data Center será expandido rapidamente.

Sempre que a expansão for necessária, você não precisará dispor de um alto investimento inicial, podendo diluir os custos ao longo dos meses. A manutenção e a modernização também ficam por conta do fornecedor — ou seja, é muito menos trabalhoso para você.

Você não precisará expandir o espaço físico na sua empresa nem contratar mais pessoal para cuidar da nova área do Data Center. Por isso, se a sua empresa tem um plano de crescimento e vai precisar expandir nos próximos meses ou anos, o Colocation é a melhor opção para garantir a escalabilidade rápida e econômica.

Como fica a segurança no Colocation?

Segurança da informação é um item crítico em todos os ambientes, e com os Data Centers não seria diferente. Eles armazenam tudo que há de importante na sua empresa e precisam estar devidamente protegidos.

Com o Colocation, a segurança física é garantida pelo fornecedor. Proteção contra acesso de pessoas não autorizadas e uma estratégia de disaster recovery pode ser parte das soluções oferecidas pelo provedor de Colocation.

Quais são os outros benefícios do Colocation para seu negócio?

A escalabilidade e a segurança já são pontos que pesam bastante a favor do Colocation. Porém, as vantagens não param por aí. Veja outros benefícios que reforçam a importância do Colocation para o seu negócio!

Redução de custos

Por terem os Data Centers como atividade principal do negócio, os fornecedores de Colocation conseguem oferecer preços muito mais atrativos. Eles já têm toda a infraestrutura de conexão, equipamentos, refrigeração, além de equipe especializada para cuidar dos Data Centers.

Assim, o custo do Colocation é mais baixo do que o custo de manter um Data Center próprio dentro da empresa.

Suporte

O suporte 24/7 geralmente faz parte do SLA (Service Level Agreement) do Colocation. Isso significa que o fornecedor estará sempre disponível para dar suporte, se compromete a garantir a disponibilidade do Data Center e fica responsável por corrigir eventuais falhas rapidamente.

Redundância

A redundância dos sistemas diz respeito à garantia de que, se uma parte do sistema falhar, uma solução alternativa entrará em ação. No Colocation, a redundância existe em toda a infraestrutura.

Por exemplo, é comum que o fornecedor conte com diversos provedores de internet para garantir a conectividade do Data Center. Se um provedor falhar, outro entra automaticamente em ação. Isso também acontece com outros itens como energia elétrica e links de telecomunicações.

Conectividade

A conectividade com as principais operadoras de Telecomunicações, provedores de conteúdo e com os principais provedores de nuvem publica também é algo que facilita e melhora a comunicação do ambiente de Data Center com outros locais, auxilia também o desenvolvimento de novas estratégias de crescimento.

Como vimos ao longo desse artigo, o crescimento no uso de dados aumentou a importância do Data Centers para os negócios. Esse modelo é ideal para empresas que querem escalabilidade e segurança a preços acessíveis e com suporte permanente. 

Entre em contato e conheça ainda mais sobre ele!

A BYOD põe em risco a segurança das empresas?

A população está cada vez mais móvel. Atualmente, a maioria das pessoas dependem de tablets, smartphones e dispositivos inteligentes para realizar uma série de atividades do seu dia a dia, tanto da sua vida pessoal como profissional. E como a mobilidade é uma tendência que já se concretizou há muito tempo, o universo corporativo está tendo que aderir a ela. Nesse caso, o BYOD (Bring Your Own Device ou, no português, Traga Seu Próprio Aparelho) torna-se um fator importante para muitas empresas. 

Um estudo da Techjury apontou, em 2020, que 67% dos empregados usam dispositivos pessoais para fins profissionais. Além disso, verificou que 87% das companhias dependem dos colaboradores que acessam aplicativos corporativos móveis. Outro dado interessante da pesquisa é que 69% dos tomadores de decisão nos EUA são favoráveis ao uso do BYOD.

Segundo um estudo da Global Industry Analysts, o mercado mundial de BYOD e mobilidade empresarial está estimado em US$ 61,4 bilhões em 2020, sendo que deve alcançar US$ 157,3 bilhões, em 2026. Sem dúvida, isso mostra o potencial de crescimento dessa tendência no mundo corporativo.

Abaixo compartilhamos um pouco como o BYOD pode colocar em risco os dados e sistemas das empresas, se não forem bem implementados e principalmente, o que fazer para implementá-la com total segurança. Acompanhe!

Como a BYOD afeta a segurança das empresas 

A BYOD pode ser muita vantajosa para aquelas empresas que a aderem. Isso porque, além de melhorar a satisfação e a produtividade dos colaboradores – ao lhe dar a possibilidade de trabalhar remotamente, pode ainda gerar economia para o negócio – já que os profissionais utilizam seus próprios dispositivos. Empresas que implementam a BYOD, em conjunto com outras ações, eventualmente conseguem criar uma cultura inovadora. 

Embora existam inúmeras discussões sobre as vantagens e desvantagens em implementar a BYOD, a verdade é que essa tendência pode colocar em risco a segurança dos dados e sistemas das empresas, se elas não educarem os seus colaboradores e não controlarem os dispositivos usados por eles. Sem proteção eficiente, esses dispositivos podem infectar a rede empresarial com alguma ameaça e abrir brechas para os cibercriminosos a invadirem e roubarem suas informações. 

Seguem algumas más práticas adotadas pelos colaboradores que podem colocar em risco tanto os próprios dispositivos pessoais como os dados e sistemas das empresas: 

  • Abrir e-mails e acessar sites maliciosos;
  • Conectar-se às redes Wi-Fi públicas para acessar os sistemas corporativos;
  • Não relatar o roubo ou a perda do dispositivo para a empresa;
  • Instalar aplicativos desconhecidos sem a autorização dos gestores;
  • Não atualizar as soluções de segurança.

Quais medidas adotar para implementar a BYOD com total segurança 

O que os gestores precisam entender é que o risco de violação de segurança só é gerado se a BYOD for mal implementada. Uma implementação segura e correta envolve desde a adoção de soluções de segurança até a promoção de treinamentos relacionados às boas práticas para os colaboradores. Abaixo, listamos as principais medidas que devem ser tomadas pelos gestores para implementarem a BYOD no negócio com total segurança: 

Adotar soluções de segurança eficazes

A principal medida a ser tomada é implementar soluções eficientes e eficazes para evitar perda e/ou roubo de informações, independente se a empresa mantém o modelo tradicional ou pretende implementar a BYOD. A implementação de Firewalls, anti-malwares e ferramentas de gerenciamento de dispositivos são algumas soluções que os gestores precisam adotar para garantir que a infraestrutura de TI esteja totalmente adaptada ao novo modelo de trabalho.

Deve ser feita uma análise cuidadosa das soluções que podem contribuir positivamente para a adoção do BYOD em uma empresa. Isso é fundamental para minimizar os riscos de haver incidentes de segurança relacionados com o uso de dispositivos pessoais dos empregados no ambiente de trabalho.  

Estabelecer uma política de BYOD

A criação e o estabelecimento de uma política clara de BYOD, que especifique as boas práticas de segurança que os colaboradores devem seguir, e também as consequências se elas não forem adotadas.

É muito importante que as regras estejam redigidas de forma bastante clara para os colaboradores. Outra medida válida é ter um canal aberto na empresa para tirar dúvidas sobre a política de uso dos dispositivos móveis pessoais no trabalho. Dessa forma, as chances de obter bons resultados e de aperfeiçoar os meios de proteção aos dados serão bem maiores. 

Promover treinamentos constantes

De nada adianta estabelecer uma política e adotar ferramentas eficientes se os colaboradores desconhecerem as boas práticas de segurança. Por isso, é fundamental submetê-los constantemente a programas de treinamentos relacionados à segurança. 

Essas capacitações devem ter como foco as melhores práticas para utilizar o BYOD de forma responsável e segura. O ideal é que os treinamentos sejam feitos de forma periódica para reforçar os conceitos e minimizar os riscos de os ataques virtuais serem bem-sucedidos.

Estabeleça as permissões com clareza

É essencial que uma empresa imponha limites sobre o emprego do BYOD. O primeiro passo para fazer isso de maneira inteligente é estipular os funcionários que podem utilizar os dispositivos pessoais com finalidade profissional. Dependendo da função, um colaborador não necessita usar recursos tecnológicos próprios para exercer o trabalho.

Outro procedimento válido é fixar os serviços que podem ser realizados pelos aparelhos móveis pessoais. Essa iniciativa é recomendada para facilitar a adoção de mecanismos de segurança que visam reduzir ao máximo o risco de uma organização ser vítima de um ataque cibernético. 

Mesmo com a necessidade de cuidados, por que você deve adotar a BYOD?

Há vantagens consideráveis de aplicar uma prática moderna de gerir os equipamentos em uma companhia. Uma delas abrange a motivação dos funcionários que se sentirão mais à vontade para realizar as tarefas do trabalho. Com o crescimento do home office, muitas empresas perceberam que o BYOD é uma excelente alternativa para manter a equipe mais conectada.

Outro ponto positivo contempla o aumento da produtividade. Afinal, os funcionários terão condições mais favoráveis de executar as demandas em qualquer lugar com conexão à internet. Para isso ser feito com eficiência, é imprescindível contar com serviços de alto nível de computação em nuvem.

Também é relevante destacar que o BYOD contribui para a redução de gastos com equipamentos de TI. Assim, uma corporação terá um ambiente mais favorável para investir no que é fundamental para melhorar os serviços e expandir a carteira de clientes.

Se você deseja ficar informado sobre as principais tendências da Tecnologia da Informação, assine a nossa newsletter agora mesmo! Sem dúvida, o conhecimento é peça-chave para o sucesso.

Excesso de dados: você possui?

Nos últimos 5 anos, o termo Big Data ganhou destaque no cenário corporativo do Brasil, acompanhando a tendência mundial de trabalhar com dados diversos, nem sempre estruturados em Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados. Porém, essa captura de tudo o que for possível sobre os usuários acabou gerando um problema: o que fazer com essa enorme quantidade de dados?

Em linhas gerais, os gestores de TI devem atentar ao que precede a TI, inclusive em seus cargos: a gestão. Administrar dados requer focar no que realmente importa. Às vezes, o excesso de dados representa uma oportunidade em potencial no futuro. E, novamente, surge um dilema: como definir o que é ou não relevante para o negócio? No post de hoje, vamos mostrar maneiras de ajudá-lo a responder esses questionamentos.

O que realmente interessa?

Tudo aquilo diretamente relacionado à operação da sua empresa é relevante. Num sistema de Big Data, tudo que for gerado e não se conecte diretamente ao “core business” da organização é excesso. Por exemplo: imagine que sua empresa atua no segmento varejo para pessoa física, com pontos de venda físico nas capitais brasileiras, e canais digitais de relacionamento e vendas nas mídias sociais, além do e-commerce em loja virtual.

Dados como nome completo, data de nascimento, endereço de entrega, CPF e forma de pagamento são indispensáveis para sua operação. Registrar os contatos e interações nos diversos canais disponíveis é algo relevante e consiste num bom uso da coleta de dados, pois está diretamente relacionado ao negócio de vender no varejo. Porém, se a sua empresa começa a registrar quais itens o cliente visualizou no e-commerce para sugerir ofertas via e-mail ou em anúncios pagos das redes sociais, esse é um exemplo de dados em excesso. Afinal, a lista de ofertas para cada cliente surgiu do processamento de informações coletadas que são dispensáveis à operação da empresa, nesse caso, os produtos que ele visualizou e não comprou. Até esse ponto, o sistema convencional sinalizou apenas que o processo de venda da mercadoria via e-commerce foi iniciado e interrompido.

Como fazer o processo acontecer?

Para que essa interação via e-mail ou redes sociais seja eficiente, é fundamental que as informações sejam cruzadas com as interações nos diversos canais de atendimento. Quanto tempo ele passou navegando no site? Ele consultou outros produtos similares? Já comprou algum produto similar anteriormente? Já registrou alguma queixa com determinada marca desse segmento? Observe que eleger os dados primários do seu negócio é o primeiro passo para um sistema eficiente de Big Data. É preciso fazer as perguntas certas para que a montanha de dados gere respostas úteis. Uma boa estratégia é trabalhar com indicadores-chaves, os famosos KPIs, mapeando os processos fundamentais para sua empresa performar. Naturalmente, só será possível acompanhar e gerar informações relevantes ao monitorar e medir essa operação.

Seja transparente

Num mundo cada vez mais interconectado, seja o mais transparente possível com seu público, seja ele interno ou externo. Os usuários precisam estar cientes de quais dados estão sendo coletados pela empresa, qual a finalidade da coleta, e declarar sua aceitação quanto a isso. Ao mesmo tempo, os colaboradores precisam ter ciência de que todo o seu desempenho está sendo monitorado constantemente, gerando indicadores de performance que permitem aos gestores monitorar sua produtividade. Sempre que possível, consulte um especialista sobre a implicações e riscos legais que sua empresa estará sujeita ao cruzar as informações. Afinal, o poder do Big Data surge no relacionamento e checagem de informações para detectar padrões.

Anonimato sempre que possível

O uso dos dados coletados em massa para melhorar a experiência do cliente não requer a identificação dos indivíduos. Por exemplo: João tem 55 anos e é cliente há 3 anos da sua loja de varejo. Declarou numa pesquisa de satisfação que o site é confuso e pouco intuitivo. O registro dessa informação pode ser feito como usuário do sexo masculino, com mais de 50 anos e cliente há 3 anos ou mais. Agregar os feedbacks de todos os usuários do site por sexo, faixa etária e tempo como cliente não requer informações pessoais e cabe ao gestor dos dados estabelecer essa prática.

Na dúvida, registre

A tecnologia evoluiu num ritmo exponencial na última década. Se algum dado pode ser gerado pelo sistema, faça o registro. Mesmo que, hoje, essa informação não seja útil. Em algum momento futuro, é possível que ela seja cruzada com outros dados e se transforme num diferencial para sua companhia.

Gostou das dicas? Visite sempre nosso blog para se manter atualizado.

Ascenty é vencedora do prêmio DCD Awards Latin America 2018

Em sua sétima edição, a premiação reconheceu os melhores projetos de data centers da região

A Ascenty, empresa líder no mercado de data centers com foco na América Latina, foi vencedora da categoria “Provedor de Colocation do Ano na América Latina”, no prêmio Datacenter Dynamics Awards Latin America 2018, que reuniu os principais players do mercado e reconheceu projetos líderes e profissionais de destaque em 10 categorias. A cerimônia aconteceu no último dia 6 de novembro, em São Paulo.

“Essa premiação é um grande reconhecimento do trabalho que temos feito nos últimos anos na Ascenty, em busca de prestar serviços de excelência aos nossos clientes. Já temos data centers em operação nos principais polos de negócios do Brasil, integrados pela nossa rede fibra óptica própria. Ficamos muito felizes de saber que o mercado nos reconhece como empresa de excelência no segmento”, afirma Roberto Rio Branco, diretor de marketing e institucional da Ascenty.

Desde 2012, quando lançou seu primeiro data center no Brasil, a Ascenty tem realizado expressivos investimentos na construção de novos data centers no país. Atualmente, conta com oito data centers em operação e outros oito em construção, além de possuir uma rede de fibra ótica proprietária, com mais de 4.500 km de extensão. Como próximos passos, a empresa planeja a expansão de sua atuação na América Latina.

Read More

Ascenty anuncia o maior data center da América Latina

O novo data center, localizado na cidade de Vinhedo, está sendo construído em uma área com mais de 105 mil metros quadrados.

A Ascenty, empresa líder no mercado de data center com foco na América Latina, anuncia a construção de seu décimo quarto data center no município de Vinhedo, no interior de São Paulo, que será o maior data center da América Latina.  A primeira fase do projeto conta com um aporte de R$ 500 milhões e deve estar concluída até o último trimestre de 2019.

O data center de Vinhedo integra os planos de expansão da Ascenty no Brasil, programados no início deste ano. “Estamos muito orgulhosos em anunciar a construção desse mega data center”, comenta Marcos Siqueira, diretor de serviços da Ascenty. “Além de mostrar a expansão acelerada da empresa, esse novo data center representará um marco para o país, pois é um data center com a maior capacidade de energia elétrica da América Latina”, ressalta Marcos.

Com o objetivo de atender a alta demanda das empresas por infraestrutura de qualidade, a Ascenty tem realizado expressivos investimentos na construção de novos data centers no Brasil e, como próximos passos, a empresa planeja a expansão de sua atuação na América Latina.

Read More

Ascenty expande suas operações no Rio de Janeiro

A empresa investirá R$ 100 milhões no Data center do Rio de Janeiro com o objetivo de atingir 100% da sua ocupação.

A Ascenty, empresa líder no mercado de data center com foco na América Latina, anuncia a expansão de seu data center no Rio de Janeiro, que após sua conclusão, irá operar com 100% de sua capacidade. O projeto de construção desse data center estará concluído no 2º semestre de 2019 e terá investimento de R$ 100 milhões.

O data center do Rio de Janeiro é um carrier neutral, podendo ser abordado por diferentes operadoras para garantir melhor conectividade aos clientes. Recentemente, recebeu a certificação TR3 da TÜV Rheinland, garantindo que o data center apresenta as especificações estabelecidas ainda no projeto.

“Como parte dos nossos planos de expansão, o mercado do Rio de Janeiro é extremamente estratégico, pois grandes companhias atuam na região e algumas já são nossas parceiras em outros data centers da empresa. Assim que concluirmos a expansão dessa unidade, iremos operar com a capacidade total”, afirma Roberto Rio Branco, diretor de marketing e institucional da Ascenty.

O data center do Rio de Janeiro possui potência total de energia de 15 MVA. A Ascenty também conta com uma rede de fibra óptica própria de aproximadamente 150 km no Rio de Janeiro, para atender as principais demandas por conectividade dos clientes hospedados na infraestrutura carioca.

Read More

Ascenty inicia expansão do Data Center de Fortaleza

Após conclusão, o Data center da companhia no Nordeste irá operar com 100% de sua capacidade.

A Ascenty, empresa líder no mercado de data center com foco na América Latina, anuncia a expansão de seu data center em Fortaleza, que atingirá toda a sua capacidade após conclusão da obra. O data center de Fortaleza iniciou suas operações em 2015 e teve investimento total de R$ 200 milhões.

O data center de Fortaleza é o único data center de grande porte do nordeste, e através de uma rede de fibra óptica própria, oferece conexão direta com múltiplos cabos submarinos localizados na Praia do Futuro, que se conectam à diferentes países. Além disso, o data center é carrier neutral, podendo ser abordado por diferentes operadoras para garantir melhor conectividade aos clientes.

 “Dentro dos nossos planos de expansão, o mercado do Nordeste é bastante estratégico, pois concentra o hub de múltiplos cabos submarinos. A conexão direta com esses cabos oferece diversas oportunidades de negócios, especialmente para os nossos clientes internacionais, que podem se conectar com menor latência com outros países”, afirma Roberto Rio Branco, diretor de marketing e institucional da Ascenty.

“Acreditamos que esse data center foi um marco para a região, pois além de oferecer uma infraestrutura classe mundial certificada Tier III, a unidade também proporciona conectividade e potência total de energia de 13,5 MVA”, conclui Roberto.

Read More

Ascenty anuncia construção de dois novos data centers em Hortolândia

A Ascenty, empresa líder no mercado de data center com foco na América Latina, anuncia a construção de dois novos data centers em Hortolândia. O projeto dos novos data centers conta com um aporte de R$ 250 milhões, e terão capacidade de 15 MVA de energia disponível. As operações nas novas unidades se iniciam no segundo trimestre de 2019.

Hortolândia é um importante polo industrial e tecnológico em expansão. O investimento no município faz parte da estratégia de expansão da Ascenty em linha com a alta demanda das empresas por infraestrutura de alta qualidade. Com os dois novos data centers, a empresa completará três unidades na cidade, e totalizará 14 data centers em operação no Brasil até meados de 2019.

“Ter uma infraestrutura própria é uma opção cada vez menos cogitada pelas grandes empresas. O mercado está totalmente direcionado à terceirização da infraestrutura, bem como, expansão de ambientes híbridos através do cloud”, comenta Roberto Rio Branco, diretor de marketing e institucional da Ascenty. “Estamos acompanhando esse rápido movimento do mercado, oferecendo infraestrutura de classe mundial através dos nossos data centers, combinado à uma rede própria de fibra óptica para interconectar ambientes físicos aos principais cloud providers do mercado”, completa.

Read More