O que é CPD e como armazenar dados com economia, eficiência e segurança?

Que tal uma nova experiência? Escute este artigo!

Em tempos de transformação digital, em que a gestão eficiente de dados é essencial para qualquer empresa, entender o que é CPD (Centro de Processamento de Dados) e definir a melhor estratégia de armazenamento são questões essenciais.

Se você está diante deste dilema, este conteúdo o ajudará. A seguir, vamos explorar o conceito e demonstrar que existem alternativas mais eficientes e estratégicas do que armazenar os dados de sua empresa internamente, como o Colocation.

Neste conteúdo, você verá:

  • O que é CPD?
  • Como funciona o CPD?
  • Por dentro de um CPD: conheça a infraestrutura
  • Os desafios de manter um CPD
  • Os diferenciais do Colocation da Ascenty;
  • A importância de um Data Center sustentável.

O que é um CPD? Visão geral sobre o Centro de Processamento de Dados

O Centro de Processamento de Dados, ou Data Center, é o núcleo dos sistemas computacionais de uma empresa. Nesse ambiente estratégico, estão armazenados os dados e sistemas de uma empresa, sendo essencial para sua  operação.

É importante ter em mente que a informação se tornou um verdadeiro ativo para as empresas. Assim, os CPDs são projetados para garantir máxima segurança e contam com piso elevado para cabos, racks para equipamentos, e controle de acesso rigoroso.

Além disso, o ambiente deve ser dotado de sistemas avançados de segurança, incluindo detecção precoce de fumaça e extinção de incêndios. O objetivo é garantir a preservação dos equipamentos, mesmo em caso de recuperação de desastres.

Monitorado a todo momento, tanto fisicamente quanto logicamente, o CPD busca assegurar um funcionamento ininterrupto da infraestrutura de TI.

Como funciona um CPD?

Entender o que é um CPD exige conhecer melhor suas funções essenciais. Afinal, elas impactam diretamente o desempenho e os resultados do negócio.

Veja abaixo os processos fundamentais que constituem o CPD!

Processamento de dados

O processamento de dados no CPD envolve a análise e interpretação de informações. O objetivo é transformar esses dados brutos em informações relevantes para impulsionar decisões estratégicas.

Esses insights melhoram a eficiência operacional e proporcionam às empresas uma vantagem competitiva importante. Afinal, elas podem se adaptar conforme surgem demandas específicas do desempenho interno ou do mercado em que atuam.

Armazenamento Seguro

O CPD também deve preservar dados críticos, garantindo sua integridade e disponibilidade. Nesse sentido, é indispensável adotar tecnologias avançadas de backup e recuperação de dados.

Assegurar um armazenamento seguro protege a empresa contra perda de dados, minimiza riscos legais e ajuda a construir uma relação de confiança com os clientes.

Gerenciamento de Rede

Outro ponto crucial é administrar a conectividade entre sistemas, otimizando a comunicação interna e externa da organização. Um gerenciamento de rede eficaz impulsiona a colaboração, facilita a rápida resposta a demandas do mercado e fortalece a segurança da infraestrutura de TI.

Por dentro do CPD: uma jornada pela infraestrutura de processamento de dados

Ao adentrar a infraestrutura física de um CPD, nos deparamos com um ambiente complexo e altamente controlado. É visível que a segurança física é um pilar essencial: o CPD conta com salas protegidas e piso elevado para passagem de cabos.

Medidas como controle de acesso por cartões eletrônicos e/ou biometria, monitoramento permanente, e portas-eclusas reforçam essa barreira contra acessos não autorizados. Como você pode imaginar, trata-se de uma infraestrutura robusta — e, naturalmente, custosa.

Além disso, firewalls e criptografia são implementados para proteção dos dados. Aqui, é importante destacar que o CPD não é apenas uma fortaleza digital, mas segue normas e regulamentações rigorosas.

A ISO 27001, por exemplo, é uma garantia de conformidade legal e de integridade dos dados. Essa abordagem holística não apenas protege a informação, mas também constrói a confiança fundamental para o sucesso contínuo do CPD e das operações de negócios associadas a ele.

Os desafios de manter um CPD

Os CPDs enfrentam grades desafios, como a necessidade de escalabilidade para acompanhar o volume exponencial de dados. Além disso, é preciso lidar com os custos, que tendem a crescer constantemente.

Para as empresas, lidar com essas demandas significa enfrentar complexidades operacionais e financeiras. Isso porque um CPD pouco eficiente pode impactar negativamente a agilidade dos negócios e a competitividade no mercado.

Por isso, o investimento em inovação é uma estratégia insubstituível diante desses desafios. Não é à toa que cada vez mais organizações adotam soluções flexíveis e eficazes, como o Colocation, para otimizar a gestão dos CPDs e manter a excelência operacional.

As soluções da Ascenty surgem como um aliado poderoso, pois permite que empresas compartilhem instalações sem renunciar à excelência operacional e de segurança. Na prática, essas organizações conseguem otimizar recursos e superar barreiras de escalabilidade e custos operacionais.

Essa abordagem não apenas oferece espaço e infraestrutura, mas também proporciona uma transição suave para um ambiente mais econômico e adaptável. Assim, o Colocation representa uma resposta inteligente para maximizar a eficiência operacional dos CPDs.

Colocation Ascenty: a solução para a sua empresa

A Ascenty é líder em Colocation na América Latina, sendo a única empresa da região entre as 20 maiores empresas de Data Center do mundo. Isso ajuda a entender por que o nosso serviço de Colocation é a melhor escolha para o seu armazenamento de dados.

Ao investir nesse modelo, é possível aproveitar benefícios importantes, como:

  • Redução de custos significativa;
  • Suporte técnico 24×7;
  • Infraestrutura de classe mundial;
  • Máxima conectividade de dados;
  • Segurança e proteção avançada;
  • Mais de 200 certificações.

Esses são apenas alguns dos diferenciais que demonstram a excelência da Ascenty. Aliás, em 2023, fomos reconhecidos, pelo quarto ano consecutivo, como líder no quadrante Colocation do ISG Provider Lens de Colocation.

Para quem busca eficiência operacional e segurança robusta, fica fácil perceber a diferença que faz contar com uma solução desse porte. Tendo isso em mente, é importante destacar um último aspecto que uma gestão eficiente não pode ignorar.

Eficiência Energética: um dos grandes diferenciais dos Data Centers da Ascenty

Como provedora líder em Colocation, a Ascenty é, naturalmente, comprometida com a sustentabilidade. Isso porque, possui uma infraestrutura robusta e totalmente alinhada com as práticas ESG.

Prova disso é que somos uma empresa 100% Carbono Neutro, temos um sistema de iluminação dos CPDs totalmente em LED e investimos continuamente em equipamentos e sistemas com baixo consumo energético.

O Data Center ideal para sua empresa está na Ascenty!

Neste conteúdo, destacamos não apenas o que é CPD, como demonstramos os desafios de manter um Data Center interno e a solução estratégica para superar esse obstáculo.

O Colocation resolve os grandes dilemas de empresas que precisam armazenar seus dados em ambientes seguros, eficientes e conectados, sem precisar investir milhões na construção e manutenção desses espaços.

Quer entender como isso pode ser feito no cenário específico do seu negócio? Entre em contato com nossos especialistas e fale com quem é líder na América Latina!

Colocation: como ele pode impulsionar seu negócio?

Que tal escutar este artigo ao invés de ler? É simples, prático, gratuito e você pode continuar fazendo suas tarefas enquanto se informa. Aperte o play acima e experimente!

Nos últimos anos, o Data Center deixou de ser apenas um ambiente tecnológico para se transformar em um elemento fundamental para o crescimento dos negócios. E, nesse cenário, o serviço de Data Center Colocation tem um papel estratégico. 

Com a expansão do uso e geração de dados, muitas empresas estão diante do enorme desafio de manter padrões de alta qualidade e continuar crescendo. Para isso, a única saída é aumentar a capacidade de armazenamento.

Contudo, hospedar mais servidores dentro da própria empresa demanda altos investimentos e custos de propriedade. Além disso, com um budget de TI limitado, não é possível construir uma infraestrutura adequada — com as demandas de infraestrutura e energéticas que isso requer.  

Logo, a melhor alternativa para expandir a capacidade do data center é investir na modalidade Colocation, na qual a empresa entrega seus ativos para o provedor, alugando o espaço dentro de suas instalações. Quer conhecer um pouco mais sobre essa incrível solução? Continue a leitura!

Colocation: a melhor maneira de expandir seu data center

Expandir a infraestrutura atual ou construir novas instalações? Essa pergunta geralmente é feita pelos gestores quando um data center não consegue mais suportar as operações de TI da empresa e coloca em risco a continuidade dos negócios.

Nessa hora, nem sempre é simples tomar a decisão certa, afinal, existem muitos pontos a serem analisados. Porém, como mostraremos a seguir, algumas vantagens do Colocation reforçam a conclusão de que ele é a melhor maneira de expandir seu Data Center. Confira!

Redução de custos e economia de tempo

A redução de custos e a economia de tempo estão entre os maiores benefícios do Colocation. Isso porque, a solução é mais eficiente, gera um retorno mais rápido sobre o investimento e exige um menor tempo para a sua implantação.

Por outro lado, quem constrói seu próprio centro de dados precisa esperar meses (e até anos) para o início da operação e ainda deve investir uma grande quantia. Logo, se você quer uma alternativa imediata, investir nos serviços de um provedor de Colocation pode ser uma opção.

Flexibilidade e personalização na medida certa

Ao optar pelo serviço de Colocation, a empresa contará com servidores adicionais, projetos flexíveis e personalizados, de acordo com as suas necessidades. Além disso, poder usufruir da infraestrutura de um data center com alto nível de segurança e disponibilidade.

Todos os Data Centers da Ascenty  são construídos seguindo os mais rígidos padrões internacionais. Assim, oferecem a redundância e a confiabilidade necessárias para a operações ininterruptas de um ambiente de missão crítica.

Monitoramento e suporte ativos

O Colocation também é mais vantajoso do ponto de vista do suporte técnico. Nesse formato, a organização pode contar com suporte do ambiente de Colocation: 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano.

Portanto, se você quer ter a certeza de que os ativos de TI da sua empresa estarão hospedados sob a administração de times de especialistas certificados em infraestrutura, o Colocation é a escolha certa.

Total compatibilidade e integração com a sua infraestrutura

Algumas empresas também optam por combinar seus próprios centros de dados com os serviços de Colocation para satisfazer as suas necessidades.

Uma instituição financeira, por exemplo, pode utilizar uma instalação de Colocation para armazenar informações não estratégicas. Além disso, pode manter uma infraestrutura própria para garantir a segurança de dados sigilosos, com uma boa conectividade é possível integrar e compatibilizar a infraestrutura.

Características do Colocation que contribuem com a expansão do seu negócio e infraestrutura digital

Realmente, não é simples expandir a infraestrutura tecnológica. Afinal, é necessário contar com recursos financeiros e um bom espaço físico para alocar os equipamentos, de acordo com as melhores práticas do segmento de TI.

O Colocation é uma decisão estratégica, capaz de impulsionar seus resultados e a expansão de sua infraestrutura digital. Tem dúvidas disso? Confira as características do modelo que vão mudar os rumos do seu negócio!

Redundância

Um dos fatores que mais preocupam os gestores é a paralisação dos serviços em virtude de problemas ligados à infraestrutura de TI. Com um centro de dados de alto nível, uma empresa diminui consideravelmente os problemas relacionados com a indisponibilidade de acesso aos sistemas.

Isso é possível porque o Colocation apresenta redundância em diversos equipamentos, como nobreaks e geradores de energia, além de processos que suportam todo o ambiente físico. Assim, garante a continuidade dos serviços, mesmo com a falta de eletricidade por um longo período.

Em outras palavras, a redundância de ativos contribui para a empresa continuar as operações, inclusive em cenários adversos.

Escalabilidade

O aumento da demanda por serviços digitais e pela análise das informações tem provocado uma busca incessante das companhias por uma maior infraestrutura tecnológica. Por outro lado, essa tarefa exige um grande planejamento e recursos financeiros, caso haja uma opção pela nuvem privada.

Um bom caminho é optar por provedores de data center que se destaquem pelo dinamismo e a flexibilidade. Dessa forma, é viável aumentar a capacidade de infraestrutura física em curto prazo.

Esse aspecto é muito importante, principalmente em momentos de pico, como as comemorações de fim de ano para o comércio. Ao crescer o potencial de gerenciar dados rapidamente, maiores são as condições de uma empresa manter seus serviços digitais disponíveis com eficiência.

Reposição ágil

Ao optarem por um data center próprio, as companhias têm como uma das principais dificuldades a reposição ágil dos equipamentos quando apresentam defeitos de forma inesperada. Dependendo da situação, esse problema pode prejudicar consideravelmente o andamento das atividades.

Com a contratação do regime de Colocation, uma empresa pode contar com um parceiro qualificado que executa a substituição de ativos enviados pelo cliente. Assim, é possível ganhar agilidade na montagem da infraestrutura adequada para manter os serviços funcionando de acordo com a demanda institucional.

Adotar o Colocation: a decisão mais estratégica

Os serviços de Colocation são viáveis para a maioria das empresas que desejam controlar seus próprios recursos de data center. Em razão dos seus diferentes benefícios, inúmeras companhias em todo o mundo estão adotando esta modalidade para expandirem seus data centers.

Segundo um estudo da Absolute Reports, para o mercado global de Colocation, há uma previsão de um crescimento de US$ 50,1 milhões em 2022 para US$ 110,3 milhões em 2029. Isso representa um a um CAGR de 11,9% de 2023 a 2029.

Para contratá-lo, a empresa deve entrar em contato com o provedor, informar suas necessidades e, em seguida, migrar as suas cargas de trabalho para a infraestrutura terceirizada.

A partir daí, o provedor fica responsável pela manutenção da infraestrutura, além de:

  • energia elétrica;
  • suporte;
  • refrigeração;
  • segurança física e de acesso;
  • combate a incêndios;
  • garantia dos níveis de disponibilidade e redundância de todos os equipamentos.

Benefícios do serviço de Colocation Data Center

Ainda em dúvidas sobre esse investimento? Toda decisão estratégia requer análises aprimoradas e conscientes. Por isso, além de tudo que apresentamos até aqui, é importante falarmos sobre os benefícios do Colocation Data Center

Em primeiro lugar, toda a concepção dessa solução é baseada em um ideal: economia de escala. Assim, em vez de gastar dinheiro com a construção e manutenção de uma infraestrutura própria, é possível eliminar esses custos com a utilização de uma infraestrutura compartilhada, fornecida por um provedor especializado.

Dessa forma, é possível eliminar uma série de gastos do orçamento empresarial e compartilhá-los com outros usuários da mesma infraestrutura, como:

  • instalação e manutenção dos ativos;
  • espaço;
  • segurança;
  • conectividade;
  • energia elétrica;
  • redundância.

É por isso que o Data Center Colocation é a opção mais interessante para a maioria dos negócios atuais. A menos que você tenha demandas muito específicas, é importante avaliar essa opção que te dispensa de todo o custo e trabalho de manter um ambiente exclusivo.

Lembrando que esse modelo também pode poupar uma enorme quantidade de tempo que seria necessário para construir uma instalação autônoma, permitindo um arranque relativamente rápido.

Muito mais benefícios com o Colocation

Os benefícios adicionais para serviços de Colocation incluem a confiabilidade, qualidade e custo de conectividade. O provedor compra uma largura de banda em grande quantidade, assim o preço pago é inferior ao praticado no varejo, e essa economia é repassado para os clientes.

Além disso, os data centers desses provedores são estrategicamente posicionados, ficando mais próximos dos usuários dos serviços. Dessa forma, a latência é reduzida com as melhores ligações de nível 1 backbones de internet, com redes redundantes sempre disponíveis, isso faz com que a conectividade dos clientes possa ser mais rápida do que tradicionalmente em sua empresa.

Outra razão para investir no Colocation Data Center é a maior segurança dos dados cruciais e sensíveis. Esse é um benefício que as empresas muitas vezes ignoram na hora de escolher a localização para seus servidores.

Nesse sentido, destaca-se que a maioria dos data centers Colocation espalhados pelo mundo oferecem os ambientes mais seguros possíveis, incluindo:

  • sistema elétrico ininterrupto e redundante;
  • controle de temperatura e umidade;
  • filtragem do ar;
  • proteção passiva e ativa fogo;
  • monitoramento de vídeo;
  • controle de acesso por cartão de proximidade, reconhecimento de voz ou de impressão digital;
  • equipe de segurança no local.

Por fim, precisamos destacar a capacidade de escalar a sua instalação e crescer rapidamente, sem precisar construções adicionais e longos atrasos no aumento da largura de banda disponível. Em um Colocation, você pode simplesmente adicionar outro rack quase imediatamente.

Colocation de ponta é com a Ascenty!

Embora todos os pontos apresentados acima sejam grandes motivos para investir em um Data Center Colocation, precisamos enfatizar que o sucesso de sua decisão está intimamente relacionado à escolha do provedor.

Em outras palavras, é indispensável se unir a um parceiro confiável e experiente ao expandir o Data Center. Uma boa escolha faz toda a diferença para o processo de transformação digital do negócio e, claro, para a oferta de serviços diferenciados ao público-alvo.

Portanto, a Ascenty é a melhor escolha! Em 2023, pelo quarto ano consecutivo, fomos eleitos a empresa líder do quadrante de Colocation no Brasil, referência em toda a América Latina.

Temos um compromisso com qualidade e respeito aos nossos clientes que nos acompanha em todas as etapas. Com um forte investimento em infraestrutura de TI e profissionais de ponta, garantimos que sua empresa tenha as condições ideais para crescer e se destacar no mercado.

A Ascenty tem os maiores Data Centers do país e da América Latina e um serviço personalizado, pronto para te ajudar a identificar a solução que melhor atende suas necessidades. Por isso, não perca tempo e não corra riscos!

Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas! Queremos ajudar seu negócio com a melhor infraestrutura digital possível!

Read More

Ascenty lidera o Quadrante Colocation no Brasil da ISG Provider Lens™ pelo quarto ano consecutivo

Além da qualidade do atendimento e ecossistema estendido, relatório destaca rede robusta de baixa latência e integração completa com nuvens públicas

A Ascenty, maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, foi reconhecida pelo quarto ano consecutivo como líder absoluta do Quadrante de Serviços de Colocation no Brasil, de acordo com o relatório ISG Provider Lens™ 2023 – Private/Hybrid Cloud – Data Center Services. Com seus 34 data centers em operação e/ou construção, 26 deles no Brasil, a Ascenty é reconhecida, segundo o analista Pedro Bicudo, por impulsionar o crescimento dos clientes, ao oferecer uma rede robusta de baixa latência e integração completa com nuvens públicas.

O quadrante de colocation avaliou 15 empresas fornecedoras de espaço de data center seguindo alguns critérios como: controle de acesso seguro, fontes de energia redundantes, sistema de supressão de incêndio e de refrigeração de ar, conectividade em nuvem e certificados de segurança.

“O reconhecimento da liderança no mercado brasileiro de Colocation, recebida mais uma vez pela Ascenty, é resultado dos esforços de toda a equipe e demonstra o nosso compromisso em oferecer um atendimento customizável, flexível e ágil”, ressalta Marcos Siqueira, VP de Operações da Ascenty.

O relatório também revela que as empresas brasileiras estão adotando arquiteturas híbridas, ou seja, plataformas de hospedagem gerenciadas juntamente com nuvem pública.

“As empresas estão buscando plataformas com uma experiência semelhante à nuvem que possuam tecnologia robusta e hiperconectividade. Na Ascenty, nós conectamos esses dois mundos para garantir mais segurança para os dados das empresas, flexibilidade para as operações e escalabilidade”, completa Siqueira.

Ofertas de hiperconectividade

A Ascenty oferece aos clientes diversas opções de conectividade com Cloud Connect para hiperescaladores e diversos pontos de presença (PoPs) em todo o Brasil. Os serviços Ascenty Cloud Connectivity Exchange (ACCX) e Ascenty Internet Connectivity Exchange (AICX) conectam clientes a diversos data centers, incluindo nuvens públicas, fornecedores de conteúdo e ISVs, proporcionando baixa latência na borda.

Com mais de 200 certificações, a Ascenty garante a competitividade no mercado ao oferecer 5.000km de rede de fibra óptica própria, o que permite a exploração de diferentes rotas, adequadas às necessidades de cada cliente.

Padrões de alta qualidade

Um dos principais diferenciais da Ascenty é a qualidade dos serviços prestados e a satisfação de seus clientes. A empresa registrou um Net Promoter Score acima de 90 pelo quinto ano consecutivo, seguindo altos padrões de segurança e construção de data center. Esse índice é calculado por meio de uma metodologia de satisfação de clientes desenvolvida para avaliar o grau de fidelidade dos mesmos.

Ecossistema estendido

A Ascenty ainda possui um marketplace no qual os clientes podem encontrar fabricantes de tecnologia e fornecedores de serviços para integração com o seu colocation. As categorias de marketplace incluem nuvem privada e hosting, armazenamento, e-mail, backup, segurança cibernética, soluções financeiras, terceirização, consultoria, telecomunicações e conectividade.

Para conferir o relatório completo, acesse: https://conteudo.ascenty.com/ascenty-relatorio-isg-2023

Read More

Vinhedo: conheça o maior Data Center do Brasil e América Latina

Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo ou baixe o áudio e ouça quando quiser!

Os dados estão por toda parte, subsidiando decisões e operações em diferentes níveis: doméstico e empresarial. Mas isso só é possível graças a modernos Data Centers, como o “Vinhedo 1” — o maior Data Center do Brasil e da América Latina.

Essa robusta instalação faz parte da grande infraestrutura da Ascenty. A empresa é líder da América Latina no segmento de Data Centers e em conectividade, figurando como uma das maiores organizações do mundo.

A seguir, preparamos um conteúdo completo com uma série de informações e curiosidades sobre esse gigante da Era Digital. Confira seu papel para a evolução do mercado. Acompanhe!

Vinhedo: o maior Data Center do Brasil é da Ascenty!

O maior Data Center Center do Brasil é o Vinhedo, da Ascenty. Ele foi inaugurado em 2019 e segue como o líder em tamanho e infraestrutura digital no país e na América Latina.

O projeto audacioso e de grande porte foi um marco para o desenvolvimento das empresas nacionais. Afinal, o mercado de Data Centers estava em crescimento e exigia adaptações com a chegada do 5G.

Nesse sentido, Vinhedo 1 foi idealizado para suportar as demandas presentes e futuras de Transformação Digital das empresas. Para isso, oferece o que há de mais moderno e eficiente em termos de infraestrutura de dados.

De acordo com o último relatório da consultoria Arizton, o Brasil é o maior mercado de Data Centers da América Latina e responde por 50% da oferta total da região. Certamente, esse resultado é impulsionado pelo funcionamento eficiente desse gigante do mercado. 

Continue a leitura e confira algumas curiosidades e informações sobre a instalação!

Localização

O maior Data Center do Brasil fica localizado na cidade de Vinhedo/SP, a apenas 70km da capital paulista. Sua posição é estratégica, pois além de estar próximo dos maiores centros econômicos do país, dispõe de diversas rotas de acesso às principais rodovias e aeroportos da região.

Investimento

A execução desse audacioso projeto demandou um alto investimento. Para a primeira fase de construção, o aporte foi de R$ 500 milhões, dedicados a uma instalação total de 40 mil m² de área e 40 MVA de energia total, distribuídos em cinco infraestruturas.

No entanto, mesmo finalizado e em operação, Vinhedo segue recebendo investimentos constantes em modernização, manutenção e pessoal. Afinal, para garantir a disponibilidade, segurança e eficiência das atividades, o aprimoramento da infraestrutura deve ser contínuo.

Área total e quantidade de racks

O Campus Vinhedo conta com dois grandes Data Centers. O Vinhedo 1 está em funcionamento desde 2019 e conta com uma área total de 21.000 m², onde estão alocados 3.300 racks.

Já Vinhedo 2 opera desde 2020 e é ainda maior. Com uma área total de 25.000 m², comporta 4.000 racks.

maior data center do Brasil é o Vinhedo, da Ascenty

Certificações

A Ascenty trabalha diariamente para assegurar a continuidade das operações de clientes e parceiros com total qualidade, confiabilidade e disponibilidade. Assim, além de nossa credibilidade e expertise já comprovadas, somos reconhecidos e certificados por órgãos internacionais de renome.

Assim, entre as certificações obtidas, destacam-se:

  • Tier III Design;
  • Tier III Facility;
  • TR3;
  • SOC 1, 2 e 3 para segurança física e processos;
  • ISO 14001, como foco no meio ambiente;
  • ISSO 50001 de gestão de energia;
  • Carbono Neutro.

Demanda energética

Manter o maior Data Center da América Latina em operação contínua é um desafio. Aliás, por ser um projeto de larga escala, em uma extensa área, há uma grande demanda energética para abastecer os sistemas de refrigeração do ambiente, redes e todos os ativos de TI nele alocados.

Por isso, Vinhedo dispõe de uma subestação própria redundante Tri-bus, com três linhas de energia abastecendo cada módulo, e um sistema auxiliar de geração a diesel, com autonomia de 48 horas sem reabastecimento.

Além disso, é importante ressaltar a Ascenty se preocupa com questões ambientes e investe cada vez na construção e operação de data centers verdes — mais sustentáveis e eficientes.

Tecnologia Verde:

Diferenciais de segurança

Do ponto de vista da segurança, o maior Data Center da América Latina conta modernos recursos de proteção, como:

  • monitoramento 24×7;
  • câmeras de CFTV com detecção de movimento;
  • gravação e armazenamento digital;
  • controle de acesso com dupla autenticação: biometria e cartão magnético.

Entendemos o valor dos dados no mundo atual e reforçarmos a segurança de nossas instalações para que sua empresa cresça com segurança. Aliás, esse é um dos benefícios da migração de Data Center e implementação do Colocation.

Diferenciais de conectividade

Além da alta qualidade dos equipamentos empregados e a redundância da infraestrutura, o Data Center oferece excelência em conectividade, baixa latência e resiliência. Isso porque, o ambiente é interligado com uma rede de fibra óptica própria, unindo-o aos maiores provedores de nuvem do mundo.

Além disso, a infraestrutura tem conexão com as operadoras do mercado, o que reforça a disponibilidade da rede e garante a continuidade dos serviços e processos dos mais diferentes perfis de clientes.

Ascenty: a maior provedora de serviços de Data Centers e conectividade da América Latina

Fundada em 2010, a Ascenty oferece inúmeros serviços de data center ao mercado. Atendemos os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo e clientes de diferentes segmentos: varejo, financeiro, saúde, indústria e integradoras de serviços.

Reforçando ainda mais o compromisso com a inovação e a Transformação Digital, temos o apoio de grandes parceiros e acionistas. Aliás, fazemos parte do grupo da Digital Realty — a maior empresa de data centers do mundo, com mais 300 unidades espalhadas por todo o mundo.

Outro grande diferencial da Ascenty é ter o olhar no futuro e a missão de contribuir com a evolução de nossas empresas hoje e amanhã. Por isso, já temos 34 Data Centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile, Colômbia e México e o número não para de crescer!

Além do maior Data Center do Brasil e da América Latina, reafirmamos diariamente o compromisso de oferecer soluções de qualidade, com segurança e confiabilidade. Afinal, somos parceiros estratégicos e não apenas como fornecedor de infraestrutura.

Entre em contato com nosso time e veja como podemos ajudar sua empresa a crescer com mais conectividade e infraestrutura digital de ponta!

Read More

Conheça os tipos de Data Center e suas principais características

Que tal ouvir esse conteúdo? Basta clicar no play acima e aproveitar essa comodidade do blog da Ascenty!

Os dados estão no centro das decisões corporativas e isso exige que os líderes conheçam bem os tipos de Data Center disponíveis. Afinal, o mercado está evoluindo e a infraestrutura utilizada deve ser capaz de atender às demandas do negócio.

No passado, a localização dos arquivos determinava onde o trabalho deveria ser desenvolvido. Hoje, essa realidade mudou e a existência de várias equipes operando em home office e ao mesmo tempo deixa claro que os dados precisam estar sempre disponíveis e acessíveis.

A boa notícia é que o Datar Center não está mais limitado às paredes da sua empresa. Pelo contrário, já existem modelos mais flexíveis, econômicos e altamente eficientes — para todos os portes, demandas e tipos de negócio. Quer conhecê-los? Continue a leitura!

O papel do Data Center na evolução das empresas

Um Data Center é projetado para lidar com um grande volume de dados. Em um mercado cada vez mais acirrado e estratégico, fica claro o quanto ele é vital e determinante para o desenvolvimento empresarial.

Graças a essa estrutura, seu negócio consegue operar de forma eficiente e colaborativa, independentemente de onde os funcionários estejam. Afinal, o tráfego de dados rápido e seguro dá suporte à tomada de decisão e a vários recursos digitais que dependem dessas informações.

Portanto, o Data Center não é apenas útil. Ele é um elemento essencial para o dia a dia das empresas da Era Digital, desempenhando diferentes funções, como:

  • Hospedar softwares e aplicativos, como CRM e ERP;
  • Impulsionar o Big Data, o Machine Learning e a Inteligência Artificial;
  • Assegurar transações de alto volume no comércio eletrônico;
  • Garantir o armazenamento seguro e eficiente de dados;
  • Executar as rotinas de backup;
  • Garantir facilidade de conectividade com as principais operadoras e internet exchanges do mercado.

Dito isso, não é exagero afirmar que praticamente o funcionamento de quase todas os setores, de uma forma ou de outra, dependem dos recursos fornecidos pelo Data Center.

A arquitetura de um Data Center: o que você encontra lá?

Quando falamos em arquitetura de um Data Center, nos concentramos na forma com que este ambiente é organizado e nos elementos que o compõem. É um assunto curioso, visto que muitas pessoas não sabem como tudo funciona.

Na prática, o Data Center reúne tudo que é necessário para armazenar e processar dados com segurança, agilidade e alta disponibilidade, como:

  • Servidores físicos;
  • Discos rígidos;
  • Equipamentos de rede e conexão;
  • Pessoal especializado;
  • Sistemas complexos de fornecimento de energia e resfriamento.

Além de tudo isso, é preciso contar com modernos sistemas de backup, os quais garantem a segurança e disponibilidade dos dados armazenados. Afinal, é lá que estão guardadas informações valiosas para organizações.

Portanto, o ambiente precisa ser monitorado 24 horas por dia, 7 dias por semana. Afinal, se ele parar, os negócios também param.

Este cenário demonstra que manter uma infraestrutura de Data Center não é uma tarefa simples. Exatamente por isso, vários negócios optam por modelos descentralizados, fornecidos por empresas especializadas.

Data center

Conheça os 5 tipos de Data Center e suas características

Um levantamento realizado pelo Grupo Dell’Oro prevê que os gastos globais com Data Center crescerão 10% nos próximos 5 anos, totalizando US$ 350 bilhões. Assim, com o crescimento exponencial da demanda, é normal que novas tecnologias sejam implementadas e outras aprimoradas.

Para fazer um investimento inteligente, você precisa conhecer melhor os diferentes tipos de Data Center disponíveis no mercado. A seguir, destacamos 5 deles para você. Confira!

1. Enterprise

O Enterprise é um dos modelos mais comuns do mercado. Sua principal característica é que toda a infraestrutura do Data Center se encontra dentro da própria empresa, ou seja, ela é exclusiva.

Embora tenha um alto custo de estruturação e manutenção, diversas organizações optam por este formato. Isso porque, ele permite um controle maior sobre as operações e processos relacionados à segurança.

2. Colocation

O Colocation, diferentemente do Enterprise, se baseia em uma gestão descentralizada. Nesse formato, a infraestrutura física não se encontra dentro da empresa, mas em um ambiente externo, fornecido por um provedor.

Portanto, o negócio pode contratar espaço, hardware, largura de banda e diversas soluções para Data Center, conforme sua demanda. Isso significa que, mesmo sem um orçamento elevado para ter sua própria infraestrutura, é possível desfrutar de todos as vantagens de contar com centro de processamento de dados.

Você paga pelo que usa e o fornecedor fica responsável por manter seus dados sempre seguros e acessíveis. E o melhor: se a empresa cresce, basta ampliar o espaço de armazenamento, de forma simples e econômica.

3. Internet

Esse tipo de Data Center é baseado na nuvem, sendo classificado como virtual. Isso significa que também dispensa a construção de infraestrutura própria, já que as informações ficarão hospedadas e processadas nos servidores de um provedor.

Trata-se de um modelo interessante, especialmente pela flexibilidade e escalabilidade. Além disso, democratiza o acesso à recursos computacionais de maneira remota, como um serviço.

É importante saber que várias empresas compartilham a infraestrutura, que é de propriedade do provedor. Assim, o acesso às informações é feito por meio da Internet.

4. Hyperscale

O Hyperscale é um tipo de Data Center projetado para atender operações em larga escala. Por isso, conta com uma infraestrutura robusta, capaz de suportar atividades que demandam grande volume de armazenamento e alto poder de processamento.

Por ser vital para o funcionamento de atividades importantes, o modelo precisa contar com mecanismos reforçados para garantir a continuidade das operações. Em outras palavras, conta com uma infraestrutura de ponta, com redundância, backup e complexas redes de comunicação e fornecimento de energia.

5. Edge

Em meio aos diferentes tipos de Data Center, o modelo Edge tem se tornado cada vez mais comum no mercado. Aliás, ele é voltado para operações que demandam uma comunicação mais ágil entre os usuários e os servidores, solucionando o problema da latência.

O termo Edge significa borda, o que traduz bem o seu funcionamento. Nesse formato, os Data Centers são menores e mais numerosos, a fim de cobrir uma área maior do território e estar o mais próximo possível dos usuários finais dos serviços.

Vale a pena destacar que este é o formato utilizado por grandes provedores de streaming, como Netflix e YouTube. Isso porque, oferece uma conexão mais ágil e de baixa latência, ideal para a oferta de mídia e serviços em tempo real.

migração de data center ebook

Seu Data Center não está mais limitado às paredes da sua empresa!

Como vimos, o Data Center não está mais limitado às paredes da sua empresa. Isso porque, os avanços da tecnologia e do armazenamento de dados estão impulsionando novos modelos, garantindo mais flexibilidade, segurança e agilidade à gestão empresarial.

Nesse sentido, negócios de todos os portes podem explorar ao máximo o poder dos dados e investir na digitalização de suas atividades. Existem tipos de Data Center para todas as necessidades — e, agora, você já sabe um pouco sobre eles.

Para te ajudar nessa jornada e na escolha do modelo ideal, gostaríamos de sugerir a leitura de mais um post do nosso blog: entenda por que sua empresa não deve manter um Data Center Interno!

Read More

Conheça todos os segredos para o sucesso da migração de Data Center

Que tal ouvir este texto ao invés de ler? Basta apertar o play acima e aproveitar essa comodidade do blog da Ascenty!

Com a Transformação Digital, a migração de Data Center tornou-se uma demanda recorrente no mercado. Isso porque, o uso inteligente dos dados faz parte da rotina dos negócios e é fundamental para a tomada de decisão e sucesso de vários processos — sejam eles operacionais ou estratégicos.

Se os dados são ativos valiosos, é necessário aprimorar a infraestrutura de TI para que ela seja compatível com o volume de informações produzido e com as exigências de segurança e performance, certo? Acontece que isso nem sempre é possível em modelos de infraestrutura local.

É nesse cenário que a migração de Data Center se torna uma estratégia poderosa. Pensando nisso, preparamos este conteúdo para esclarecer dúvidas comuns sobre o processo e apresentar algumas dicas importantes para obter sucesso em seu negócio. Acompanhe!

Afinal, como acontece a migração de Data Center?

A migração de Data Center está baseada em um conceito simples: mudar de um modelo de utilização local dos ativos de TI para um formato mais robusto. Em geral, o novo padrão está baseado em uma infraestrutura terceirizada, alocada fora da empresa.

Com essa transferência, as organizações contam com diferentes recursos computacionais como serviço. Ou seja, sistemas, softwares, dados e demais ativos de TI são transferidos do ambiente local para a infraestrutura de um fornecedor terceirizado. Ele é o responsável por manter os recursos necessários para suportar as operações do contratante.

Na prática, cada migração de Data Center é única. Isso porque, cada negócio apresenta demandas específicas sobre os recursos de TI. Por isso, é fundamental que o processo seja conduzido de maneira personalizada, levando em conta o escopo do projeto, que pode ser:

  • aumentar a capacidade de processamento e armazenamento de dados;
  • ter acesso a novos recursos;
  • digitalizar processos;
  • integrar operações e centralizar dados;
  • simplificar a gestão dos ativos de TI;
  • garantir o compliance de TI;
  • reforçar a segurança dos dados.

Vale destacar que a migração de Data Center é uma das principais demandas dos negócios digitais. Para se ter uma ideia, em 2022, mais de US$ 1,3 trilhão em investimentos corporativos com TI foram destinados à jornada para a nuvem. Além disso, até 2025, esse valor deve alcançar US$ 1,8 trilhão, de acordo com o Gartner.

Quando esse procedimento deve ser feito?

Apesar de não ser possível definir uma resposta única, válida para todas as realidades empresariais, o mais recomendado é que a migração de Data Center seja realizada antes de a infraestrutura de TI se tornar ultrapassada.

Além disso, é fundamental que gestores e líderes tenham em mente o potencial e diferencial que contar com recursos computacionais de ponta podem agregar ao negócio em duas principais frentes:

  • operacional: a migração possibilita à empresa ter acesso à uma infraestrutura robusta e à profissionais especializados, prontos para assumir o gerenciamento do ambiente;
  • estratégico: a partir dessa migração, o negócio pode elevar o seu potencial de utilização inteligente de dados, escalar seus recursos e implementar novos softwares e soluções, atendendo às demandas do mercado.

Contudo, é preciso ter em mente que a migração de Data Center é uma tarefa complexa. Na prática, é preciso considerar diferentes variáveis na hora de partir para a migração, como:

  • nível de maturidade digital do negócio;
  • complexidade e volume das operações;
  • requisitos específicos de escalabilidade, segurança e performance;
  • equalização de custos.

No geral, essa mudança depende de um planejamento para ser bem executada. Ou seja, é necessário mapear o ambiente atual, identificar pontos mais críticos e, a partir disso, definir os objetivos centrais da migração, colocando-a em prática de maneira mais estratégica.

Como fazer a migração de Data Center?

Embora o conceito por trás da migração de Data Center seja relativamente simples, o mesmo não pode ser dito da sua implementação. Estamos falando de um processo amplo, que envolve um elevado número de ativos e recursos, muitos dos quais não poderão ser migrados ou precisão passar por adaptações.

Por isso, é essencial que a migração seja conduzida de maneira estratégica e escalonada, a partir de um bom planejamento. A seguir, destacamos algumas das práticas recomendadas para obter sucesso nessa jornada. Confira!

Mapeie a infraestrutura atual

O primeiro passo para o sucesso desse procedimento é mapear toda a infraestrutura atual e identificar cada um dos seus elementos e compreender seu papel.

A partir desse reforço na visibilidade, fica mais fácil fazer um balanço dos ativos que necessitarão ser migrados, adaptados e/ou reformulados, evitando subdimensionamentos ou superdimensionamentos no novo ambiente, por exemplo.

Desenvolva um inventário de aplicações

Outra etapa importante envolve identificar quais as aplicações e recursos utilizados em cada setor da empresa, desenvolvendo um completo inventário delas. Essa ação é fundamental para compreender melhor o status de cada aplicação, seu nível de eficiência e compatibilidade com as necessidades do negócio.

Com um inventário, os gestores conseguem compreender quais soluções e dados devem continuar na infraestrutura local. Além disso, visualizam as que podem passar pela migração e aquelas que precisam de cópias para garantir a total disponibilidade.

Identifique as soluções mais adequadas para cada tipo de demanda

A migração de Data Center, a depender do porte da organização e da quantidade de sistemas e recursos utilizados, poderá ocorrer de maneira escalonada. Ou seja, nem sempre será possível desenvolver uma migração completa em um único momento.

Dessa forma, é muito importante que se defina prioridades, elegendo os recursos mais importantes a serem migrados em um primeiro momento. Feito isso, o próximo passo envolve identificar as soluções mais adequadas para suportar cada uma dessas prioridades.

Crie um plano de migração

O plano de migração de Data Center é uma ação estratégica para aumentar a eficiência do processo e evitar que serviços e sistemas fiquem inoperantes por mais tempo que o necessário.

Ao migrar as operações para um data center terceirizado, o qual já dispõe de toda a infraestrutura física necessária, se elimina a necessidade de deslocar equipamentos. No entanto, ainda assim é preciso estabelecer um planejamento para a migração dos ativos lógicos, como ERPs e CRMs.

Além disso, é essencial estabelecer os requisitos de performance e segurança, garantindo que estejam em perfeita sintonia com as demandas e necessidades do seu negócio.

Busque auxílio de parceiros especializados

Por fim, é indispensável contar com o auxílio de parceiros especializados na hora de proceder com a migração de Data Center. Como visto, esse é um processo amplo, que demanda expertise no assunto para ser um sucesso.

O apoio de um parceiro especializado é crucial para a formulação de um bom plano de migração, estabelecendo-se as prioridades, metodologias e recursos necessários à jornada. Aliás, esse apoio é a chave para uma migração mais ágil, econômica e assertiva.

migração de data center

Conte com a Ascenty na migração de Data Center!

Como líder da América Latina em infraestrutura de Data Center, a Ascenty é referência em seu segmento e a parceira ideal para os mais desafiadores projetos de migração de Data Center. De forma especializada e inovadora, a empresa oferece todos os recursos necessários para seu negócio, antes, durante e após a migração.

Isso porque, temos um time altamente capacitado, mais de 32 Data Centers em operação e um serviço de alto nível, reconhecido pelos nossos clientes e usuários.

Nossa infraestrutura atende a todas as especificações de layout, cabeamento, densidade de energia e segurança. Além disso, trabalhamos para garantir a eficácia em ambientes de colocation, com monitoramento, segurança, conectividade e outras soluções para a sua empresa.

Por fim, a Ascenty contribui com a continuidade dos negócios, equalizando custos, otimizando processos e garantindo o uso inteligente e seguro dos dados. Em outras palavras, temos o orgulho de ajudar a materializar a Transformação Digital em diversas organizações.

Agora que você já sabe de tudo isso, dê o próximo passo! Entre em contato com o nosso time de especialistas e saia na frente!

Read More

Relatório: Ascenty é novamente líder no quadrante de Colocation do relatório ISG Provider Lens™

Assim como 2020, em 2021 a Ascenty apareceu como líder no quadrante de Colocation do relatório ISG Provider Lens™, ratificando que a empresa oferece data centers de classe mundial para os mais exigentes mercados.


Read More

O que é Data Center e quais as tendências para o futuro?

Que tal ouvir o conteúdo?

A transformação digital e a necessidade de as corporações trabalharem com um volume maior de dados criaram um ambiente favorável para mais investimentos em infraestrutura de Tecnologia da Informação. Para os recursos serem devidamente aplicados, é preciso entender o que é data center.

Sem o devido conhecimento dessa estrutura, um empreendedor corre um sério risco de desperdiçar uma boa oportunidade de reduzir custos e de contar com serviços de TI extremamente qualificados.

Neste post, destacaremos diversos fatores ligados ao funcionamento de um Data Center e mostraremos como esse ambiente tem um papel cada vez mais decisivo para o mundo corporativo, principalmente tem tempos de home office. Confira!

O que é data center?
 

O data center é uma edificação que se destina a receber uma infraestrutura com várias redes de computadores. Por causa da relevância dos dados na conjuntura atual, esse ambiente deve ficar em um local seguro, onde seja mínimo o risco de desastres naturais (terremotos, furacões etc.).

A segurança e a integridade física do prédio são fatores que devem ser levados em consideração na hora de construir um data center. Outro ponto importante abrange o acesso a redes de energia, de dados e de links, porque influenciam no funcionamento dessa estrutura, cujos objetivos são proporcionar segurança e um alto nível de disponibilidade das informações.

Para entender o que é data center, é necessário conhecer a organização desse ambiente. Ele é composto por piso elevado (estrutura móvel que acomoda e suporta equipamentos pesados, como servidores, racks etc.).

Abaixo desse piso, ficam os dutos de circulação de ar resfriado e de energia elétrica. O data center deve manter a temperatura interna e umidade do ar dentro de um determinado limite, para que os equipamentos apresentem um bom desempenho e tenham menos riscos de apresentarem defeitos.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é a necessidade de o fornecimento de energia elétrica ser ininterrupto. Isso é indispensável para os dados estarem sempre disponíveis para os clientes.

Para os problemas de abastecimento de energia não prejudicarem um data center, é fundamental que esse ambiente tenha duas ou mais redes elétricas e possua recursos, como baterias, nobreaks e geradores.

Detalhes

Há mais detalhes que devem ser observados para o entendimento perfeito sobre o que é Data Center. Um deles é a necessidade de contar com links que apresentem velocidades elevadíssimas e uma grande capacidade de trafegar com volumes de informação bastante robustos.

Também é relevante promover o isolamento físico de áreas sensíveis, onde ficam os dados armazenados. Para isso ser efetivado, deve haver um controle de acesso rigoroso.

Outro cuidado engloba os sistemas de detecção e combate a incêndios que se destacam pelo uso de gases, responsáveis por eliminar qualquer chama ou foco de maneira imediata. A segurança do ambiente precisa ser reforçada ao máximo, o que justifica o uso de câmeras de vigilância, verificação biométricae outros dispositivos.

De forma muito segura, o data center tem como finalidade acomodar servidores, que estão interconectados por redes. Para isso ser feito de maneira exemplar, esse ambiente deve contar com uma infraestrutura para armazenar e processar os dados de maneira ininterrupta.

 
A importância dos Data Centers no quesito de segurança corporativa
 

Ao assimilar o que é data center, percebe-se que essa estrutura é muito importante para as corporações, porque oferece um grau elevado de segurança às informações e aos equipamentos. Além disso, é responsável por garantir que os dados corporativos tenham um alto nível de disponibilidade.

À medida que um data center apresenta mecanismos de segurança que seguem as melhores práticas do setor de TI, menores são as chances de os sistemas e as redes de uma empresa serem invadidos por cibercriminosos.

Esse fator mostra que os data centers são necessários para as companhias construírem e consolidarem uma posição de prestígio no mercado. Um dos motivos é que minimizam os riscos de hackers terem acesso indevido a informações que estavam sob a responsabilidade de uma organização.

O vazamento de dados não causa apenas prejuízos financeiros a uma instituição, mas também de imagem. É um aspecto que justifica as organizações optarem por guardar as informações em data centers, seja por meio de nuvem privada, pública ou híbrida.

As tendências dos Data Centers para o Futuro
 

A evolução tecnológica também contempla o segmento de data centers. Há diversas ações voltadas para esse ambiente atingir um desempenho cada vez mais expressivo nos próximos anos. Para você entender isso, melhor vamos apresentar algumas delas agora. Acompanhe!

Hyperscale ou Hiper escalabilidade


O nome pode até assustar um pouco, mas pode ser facilmente compreendido. Essa característica consiste na capacidade de otimizar ao máximo os recursos disponíveis e garantir o fornecimento dos serviços de forma escalável, ou seja, de acordo com a demanda e prevendo grandes volumes de utilização.

Isso é viável pelo foco em aperfeiçoar recursos importantes para o funcionamento de um data center, como a refrigeração. Ela contribui para os servidores não ficarem superaquecidos, o que colabora para evitar problemas nos equipamentos.

Outro elemento marcante do Hyperscale Data Center é que abrange o uso de energia elétrica com muita eficiência e controle, propiciando que os equipamentos ali hospedados tenham diversos níveis de proteção no fornecimento de energia elétrica, o que por sua vez também otimiza o funcionamento dos equipamentos e garante que possam atingir o nível ideal de desempenho.

Também é válido destacar o maior equilíbrio entre a carga de trabalho dos servidores. Assim, os equipamentos passam a ser utilizados de maneira mais estratégica, favorecendo um rendimento mais expressivo e um maior nível de disponibilidade das informações.

Mais proximidade com a Internet das Coisas


Para a Internet das Coisas (IoT) estar cada vez mais presente na vida das pessoas, é fundamental que haja uma infraestrutura de TI mais robusta e menos sujeita a falhas.

No caso dos data centers, a IoT exige mudanças relacionadas com as conexões de rede e de segurança, para o ambiente funcionar sem interrupções.

A Internet das Coisas também vai provocar mudanças na gestão do data center. Uma das razões é que os dados coletados por sensores contribuirão não apenas para aperfeiçoar os trabalhos de manutenção e segurança, mas também para reduzir custos.

Conexão com redes 5G


A ampliação da IoT está diretamente ligada com o desenvolvimento de redes 5G, que se caracterizam pela velocidade na transferência de dados e pela capacidade de suportar mais aparelhos trocando informações ao mesmo tempo.

Esse cenário exige que o data center tenha uma infraestrutura de ponta para suportar um fluxo contínuo de dados, sem haver paralisações, aumento de latência ou perda de rendimento. Se os gestores não acompanharem esse movimento, as empresas terão cada vez mais problemas para seguir as tendências da transformação digital.

Uma compreensão perfeita sobre o que é data center é muito importante para uma companhia estar habilitada a manter os serviços disponíveis para o público-alvo e investir em tecnologia de forma estratégica.

A Ascenty é a líder no mercado da América Latina em Data Center e está preparada para trazer o que há de mais novo em relação a essa solução. Entre os benefícios e ter a Ascenty como parceiro, você conta:

  • Infraestrutura de padrão internacional, com Data Centers interligados e estrategicamente distribuídos;
    projeto desenvolvido com flexibilidade, qualidade e segurança;
  • Mais de 4.500 km de fibra óptica própria, conectando todos os pontos de interesse e garantindo a continuidade das operações;
  • menor latência e maior SLA de disponibilidade do mercado;
  • Conexão com as principais nuvens públicas do mercado;
  • Conexão direta com os principais provedores de conteúdo da internet.

Ficou interessado? Basta entrar em contato com um de nossos consultores que estão sempre dispostos a lhe atender.

Como a conexão com os Cable Landing Station pode ajudar a sua empresa

Deseja ouvir em vez de ler o nosso artigo?

Muito possivelmente você já ouviu falar de cabos submarinos que são usados para interconectar diferentes países, continentes e estados, e que sua chegada acontece nas estações terrestres (Cable Landing Station – CLS) e, deste modo, sua função é transmitir sinais de telecomunicações por longas distâncias. 

Esse tipo de tecnologia é uma excelente opção para as empresas que buscam uma interconexão com baixa latência, alta capacidade e custo reduzido.  Por isso, neste artigo, iremos falar como o sistema CLS (Cable Land Station) pode auxiliar nos seus negócios. Continue a leitura e saiba mais! 

Cable Landing Station: o que é e como funciona? 

O Cable Landing Station é o ponto de aterrisagem dos cabos submarinos internacionais. No Brasil, existem seis cabos submarinos em funcionamento, conectados a três estações: Praia Grande (SP), Praia do Futuro (CE) e no Rio de Janeiro (RJ).  

Por meio de fibra ótica, esses cabos conseguem transmitir dados como voz, imagens, mensagens de texto e outros, podendo chegar até 9 mil Kms sem que seja preciso regenerar o sinal. É na Cable Landing Station que ficam os dispositivos responsáveis por fazer a regeneração do sinal óptico e a de multiplexação dos sinais, ou seja, o Cable Landing Station é o ponto que concentra as principais tecnologias, responsáveis por garantir que a informação seja transmitida entre os pontos de interesse e interconexão.  

Vale ressaltar que, atualmente os cabos submarinos são responsáveis por 99% das comunicações entre países separados pelo oceano, ou seja, todos os continentes são ligados por eles. 

NAP e Cable Landing Station: entenda a relação 

Network Access Point (NAP), ou Ponto de Acesso à Rede, na tradução em português, são um ou vários pontos com alto potencial de conectividade e acesso aos principais provedores do mundo. 

As vantagens do NAP são ainda melhores para as organizações que necessitam de conexões internacionais, por meio de uma conexão poderosa e com custos operacionais bem menores. 

O NAP da Ascenty funciona como um ponto de acesso à rede com alto nível de conectividade de várias operadoras nacionais e internacionais, além de provedores de conectividade e prestadores de serviços, formando um ecossistema eficiente e flexível. 

E como o NAP e o Cable Landing Station se relacionam?  Nosso NAP é um ponto de interconexão e em seu projeto, os cabos de fibra óptica são conectados até os canais de desembarque dos cabos submarinos na Praia Grande (SP), onde estão os principais pontos de conexões de fibras submarinas das grandes operadoras internacionais. 

Além de criar um ponto de roteamento de sinal das operadoras internacionais dentro da Ascenty, outro benefício é a garantia do melhor transporte entre as estações submarinas e o Data Center, por meio da própria rede de fibra óptica, oferecendo uma conexão de alta qualidade, baixíssima latência e alcance internacional. 

O principal objetivo em ter conexão entre o Data Center e a Cable Landing Station é garantir que a informação chegue de forma rápida e confiável aos clientes, viabilizando assim os mais diversos projetos e interconexões e o alcance global. 

É importante destacar que todos os data centers da Ascenty estão conectados ao NAP, o que forma um completo Ecossistema de conectividade. Ou seja, qualquer cliente da Ascenty tem total acesso a todo ecossistema de conectividade e soluções. 

Qual a importância de estar conectado a um Cable Landing Station? 

Com o aumento significativo do tráfego de dados no mundo, as empresas que realizam negócios internacionais precisam de acesso a redes com alta capacidade e baixa latência, e com altos níveis de segurança e confiabilidade. 

Os cabos submarinos possuem diversas vantagens quando comparados aos satélites, como, por exemplo, no caso de chuvas fortes ou tufões, que não afetam o seu sinal, e o tráfego de dados que chega a ser até 1.000 vezes maior e a um custo muito menor. 

Por que se conectar a um Cable Landing Station por meio da Ascenty?

No Brasil, existem uma série de riscos quando se fala em conectividade. Redes antigas, padrões de fibras abaixo dos padrões exigidos pelo mercado, problemas regulatórios, rede com SLA ruim e de baixa qualidade. 

O diferencial da Ascenty é que seu NAP foge do conceito de local fixo. Temos um ecossistema totalmente interconectado, que permite diferentes tipos de interconexão, com foco em atender exatamente a necessidade dos nossos clientes. Além disso, não é necessária as interconexões do ecossistema podem acontecer de forma remota, pois a Ascenty se posiciona como um Data Center Carrier Neutral, viabilizando conectividade por meio de qualquer operadora ou ISP posicionado como membro do ecossistema ou até pela própria rede da Ascenty, que hoje conta com mais de 4.500KM de fibra própria.  

Dessa forma, garantimos uma conexão ampla e direta com baixa latência, alta disponibilidade, segurae resiliente. Nosso maior objetivo é proporcionar aos clientes a melhor experiência, segurança e conforto que já temos em nossos serviços de data centers, ao estender a qualidade da nossa rede de fibra óptica até os principais pontos de conexão com outros continentes. 

Quer saber mais sobre o assunto e melhorar a qualidade da sua conexão, aumentar a segurança de seus dados e o seu acesso às informações do mundo inteiro?  Agende uma reunião com um de nossos especialistas. Iremos ajudar a sua empresa

Home Office: A importância da infraestrutura de tecnologia

Sem tempo para ler? Que tal ouvir esse texto? É só clicar no Play!

A crise econômica causada pela pandemia do novo Coronavírus já começa a se estabelecer em todo mundo. Com a necessidade de isolamento social, muitas empresas se viram obrigadas a parar suas operações e prezar pela saúde pública, mantendo funcionários em casa. Em números, os impactos estimados chegam a ser maiores que grandes crises anteriores, como a da bolsa americana em 2008 ou do 11 de setembro. No entanto, a boa notícia é que algumas empresas conseguem manter a engrenagem girando ao implementar uma filosofia moderna de trabalho: o home office.

A verdade é que a essa proposta atrai muitas organizações atualmente.

Não por menos, com o estabelecimento do mundo digital, vários negócios basicamente vivem de produtos, soluções ou serviços que se concentram na esfera online. E mesmo para empresas cujo foco não é inteiramente digital, várias operações do dia a dia podem ser conduzidas de um Laptop.

No entanto, é importante frisar que apenas o device pode não ser o suficiente. Ao observar as perspectivas para o futuro, é fácil encontrar estimativas pessimistas quanto ao retorno à normalidade.

Em pronunciamento no fim de março, o Ministro da Saúde mencionou a possibilidade da situação normalizar por agosto ou setembro de 2020. Para especialistas, porém, essa realidade pode levar um bom tempo; até dois anos.

Com o cenário de incertezas tão grande, é missão das empresas se preparar para uma nova dinâmica de trabalho. E se no mundo dos negócios, tudo é uma oportunidade, essa agora deve ser encarada assim.

Por isso, a adoção do home office é uma solução mais que bem-vinda. Porém, como mencionamos, ela não se dá apenas pelo laptop ou smartphone do colaborador. É preciso que a empresa possua uma infraestrutura de tecnologia competente para oferecer a flexibilidade, escalabilidade e segurança que o trabalho remoto necessita.

Quer aprender mais sobre o tema e quais soluções podem se encaixar perfeitamente no fortalecimento da sua infraestrutura de tecnologia? Então continue a leitura!

Adoção de soluções em nuvem


O que queremos dizer quando falamos de infraestruturas de tecnologia engessadas, que não permitem uma mínima flexibilização do trabalho?

É quando toda sua gama de plataformas, programas e softwares fica restrita ao ambiente do trabalho. Normalmente, instalada de forma unitária em cada PC ou laptop.

Essa centralização, na verdade, burocratiza e dificulta o trabalho. Por isso, a adoção de soluções em nuvem é uma boa alternativa para você possibilitar o home office de maneira otimizada para a equipe.

Com isso, você consegue contratar soluções descentralizadas, que funcionam em qualquer lugar e de qualquer dispositivo capacitado — basta ter a licença do produto.

É o que se chama de SaaS ou PaaS — Software como Serviço ou Plataforma como Serviço. Alguns famosos, como o AWS da Amazon ou Azure da Microsoft são considerados verdadeiras plataformas de serviços.

Sabe o que pode ser ainda melhor e mais dinâmico? Contar com um serviço que possibilita a interconexão entre esses diferentes serviços. Quer saber mais? Confira o próximo tópico!

Interconexão de redes

A interconexão é o próximo passo no que diz respeito à liberdade do seu negócio de acessar diferentes serviços de distintas provedoras cloud.

Afinal, muitas vezes você pode se aproveitar de um núcleo de soluções da AWS, por exemplo, mas o core do seu negócio estar nas soluções da Azure. E então, como proceder?

Bom, apostar em um serviço de interconexão é o passo principal para atingir um alto nível de maturidade corporativa!

Por exemplo: o Cloud Connect, serviço da Ascenty, conecta sua empresa aos principais clouds do mercado. Dessa forma, você acessa sem restrições os recursos na nuvem de diversos provedores, por meio de conexões diretas — ou seja, com menos latência e mais eficiência.

Terceirização do Data Center da sua empresa

Se falamos em eficiência acompanhada de redução de custos, a terceirização do data center deve ser uma das estratégias por trás do seu home-office.

Afinal, manter um data center em sua empresa pode ser bastante custoso. Aqui, falamos de gastos que vão além do hardware: é preciso de espaço físico climatizado para sua permanência, assim como manutenção qualificada constante e investimentos em atualização de componentes, que podem ficar obsoletos em pouco tempo.

A terceirização surge como uma solução para prevenir isso.

Ou seja, você se utiliza da infraestrutura de data centers de uma empresa especializada no assunto, como a Ascenty.

Com a maior infraestrutura da América Latina, a Ascenty possui 21 data centers em funcionamento ou construção. Com qualidade e padrão mundial TR III, ela consegue proporcionar um ambiente eficiente, com alta redundância, resiliência e suporte, além de segurança de ponta.

Além disso, todo serviço da Ascenty é garantido por SLAs firmados ao contratar o data center. Ou seja, toda escalabilidade para que seu negócio cresça — mesmo em tempos de crise, seja no escritório ou no home office.

Vantagens do Colocation em épocas de crise

Para quem busca uma solução ainda mais em conta para manter a infraestrutura de dados rodando durante a crise e ativa no home office de sua equipe, o colocation é uma alternativa.

O serviço se trata do aluguel de um data center. Ou seja, você aluga toda a estrutura na empresa especializada conforme sua necessidade.

Basta instalar seu servidor na infraestrutura da provedora e pronto — você economiza com gastos como energia, manutenção, e tudo mais!

Além disso, é um serviço totalmente escalável — sua empresa pode aumentar a demanda conforme necessitar, sem limites.

Disaster Recovery

Em tempos de instabilidades, é essencial estar de olho no andamento de todos os serviços contratados. Afinal, qualquer desastre pode ser fatal e ocasionar perdas inimagináveis para sua empresa, em especial no quesito dados.

Ter um plano de Disaster Recovery, portanto, é essencial para que as empresas se mantenham tranquilas durante o dia a dia de produção no home office. Pois significa que no back-office tudo ocorre bem e com máxima segurança.

O plano oferecido pela Ascenty, por exemplo, cobre todas as áreas críticas da sua empresa.

Com o estabelecimento de uma política reforçada de segurança, com procedimentos predefinidos, você tem a certeza de manter a sua operação em atividade.

Além de desastres naturais, o plano de Disaster Recovery com a Ascenty é ideal para empresas que vão aderir ao home office. Afinal, antecipa também falhas humanas, investidas hackers, falta de conectividade etc.

A importância da conectividade para o Home Office

Para se manter competitivo hoje em dia, especialmente em tempos de home office, é essencial garantir a melhor conectividade para suas operações. Que esse é um fator importante para o sucesso do seu negócio, portanto, não há dúvidas.

A Ascenty está preparada para assumir essa demanda para sua empresa. Além da infraestrutura de data centers, ela possui uma rede de fibra óptica própria com mais de 4.500 km de extensão.

Além disso, possui em seu portfólio serviços como Lan to Lan, MPLSDWDMLink IP e PIX(IX.br). Tamanha variedade de soluções se adequa à diversas realidades corporativas, capaz de colocar sua empresa no topo da corrida contra a concorrência — e ainda prepará-la para o futuro, seja no escritório ou no home office. 

E então, que tal contar com a Ascenty para melhorar a sua experiência home office e manter a produtividade do seu time em alta, mesmo em tempos de crise? Conte conosco e venha conversar com um de nossos especialistas agora mesmo!

Ecossistema de Conectividade: uma entrevista que conta tudo o que você precisa saber

Que tal ouvir o nosso conteúdo?

Ecossistema de Conectividade é uma resposta da Ascenty aos apelos do mundo corporativo.

Afinal, não é segredo que contar com um bom serviço de conectividade é cada vez mais uma necessidade latente das empresas. Manter um nível de estabilidade e latência que potencializem a produtividade é um pré-requisito do mercado atual.

Destacar-se, portanto, com níveis de serviço mais efetivos e alta capacidade de conexão, é um excelente diferencial competitivo.

E a Ascenty procura estar na retaguarda desse movimento de transformação.

Por isso, ela criou o Ecossistema de Conectividade para que seus clientes possam contar com uma imensa gama de serviços ao seu dispor. Tudo conforme suas necessidades de negócio e seus objetivos, com flexibilidade para escolher aquilo que melhor se encaixa com a sua empresa no momento.

A qualidade de cada entrega é garantida pela sua rede de fibra óptica própria, com mais de 4.500 km de extensão e que continua crescendo.

Além disso, claro, escalabilidade total.

São mais de 21 Data Centers de padrão global, o que consiste em uma infraestrutura robusta para possibilitar o seu crescimento com segurança.

Agora, chegou a hora de você entender todas as camadas de serviço e de entrega do Ecossistema de Conectividade Ascenty. Continue a leitura para entender mais!

Tudo que você precisa saber sobre o Ecossistema de Conectividade Ascenty


A Ascenty sabe do que as empresas precisam para se manterem competitivas. Assim, seu desafio é criar soluções justamente para isso, com um diferencial: a transparência. O Ecossistema de Conectividade é um produto desse modus-operandi.

Uma plataforma de serviços modernos e, em alguns casos, inéditos para boa parte das empresas brasileiras, com um preço acessível e nível de entrega superior à média.

A meta da Ascenty é ser uma facilitadora para que seus clientes possam prosperar.

Com o Ecossistema de Conectividade, ela possibilita justamente esse cenário.

No entanto, a Ascenty sabe que nem todos conhecem a fundo cada um desses serviços. Muitas empresas nem mesmo têm a noção de que esse Ecossistema pode ser essencial para o seu futuro no mercado.

Por isso, nos reunimos com João Walter, Gerente de Produtos e Soluções da Ascenty para responder as principais questões acerca do Ecossistema de Conectividade. 

Confira! 

Qual o conceito de Ecossistema que está implementado nas soluções Ascenty e qual a sua importância para as grandes empresas?

O ecossistema de conectividade é um conjunto de tecnologias aliado a um conjunto de facilidades que entregam ao cliente aquilo que ele precisa. Porém, um ecossistema não pode ser apenas uma rede fechada e autônoma. 

O ecossistema da Ascenty foi elaborado para que os clientes tenham acesso à informação de forma simples, confiável e economicamente viável.

No passado, muitas empresas associavam conectividade ou conteúdo a um local específico, mas hoje não é assim. Não se associa a um local.

Não importa onde o cliente está, ele não precisa de um Rack ou colocation para ter uma conexão com nuvem pública. Ele precisa ou de uma operadora que o conecte com a Ascenty e que integre o sistema ou, ainda mais fácil, que contrate a Ascenty para levar a conexão até sua empresa. 

Qualquer operadora de Telecomunicações pode trazer um cliente até o ecossistema da Ascenty.

Por outro lado, um cliente da Ascenty que tenha ponto de presença em algum dos 15 Data Centers operacionais, para acessar todos os serviços de conectividade, precisa apenas de um Cross Connect, que proporciona todo conteúdo desejado.

Outro ponto do Ecossistema de Conectividade é que, para o cliente fora da Ascenty e que deseja contratar um serviço dentro da empresa, basta estabelecer um link com as diversas operadoras que compõem o ecossistema e acessar todos os  serviços e conteúdo de mercado.

Tudo com apenas uma única porta e um link, abrindo diversos serviços, sem a necessidade de pagar por serviços adicionais.

Como a Ascenty garante a segurança da informação do cliente?

A Ascenty cumpre todos os padrões mundiais de segurança, com certificados como o ISO 270001 e 20000, além de ambientes certificados para processamento de transações financeiras, como por exemplo o PCI-DSS.

E dentro de seu Ecossistema de Conectividade, ela funciona quase como um Marketplace, reunindo serviços de todos os níveis para que os clientes possam busca-los.

Qual a importância de estar dentro de um Data Center Carrier Neutral?

Carrier Neutral pode levar o seu negócio ao topo do mercado em pouco tempo.

Vamos do começo: a grande facilidade de um Data Center é a sua localização e nível de serviço em questão de disponibilidade, o que é muito importante para os negócios.

Porém, hoje, a grande dor dos clientes em questão de conectividade é a seguinte: se você solicitar um link em sua empresa, os custos serão consideravelmente altos, pois além dos serviços, você pagará por todo caminho percorrido para entregá-los.

Ao considerar um Data Center com um ponto de presença, esse caminho está pronto.

Ou seja, a cobrança será apenas em cima dos serviços, não em novos investimentos.

Já o conceito de Carrier Neutral é, simplesmente, de o Data Center ser totalmente justo com as operadoras, sem concorrência no posicionamento, sem valores altíssimos em Cross Conexões e dutos para acesso das Fibras. De forma que, se o cliente lá dentro está requisitando uma operadora que não esteja instalada, a Ascenty irá viabilizar seu acesso dentro da infraestrutura de Data Center para atender bem este cliente.

A Ascenty se posiciona dentro do conceito Carrier Neutral em seus Data Centers de forma completa, tudo para viabilizar aos clientes todos os serviços que eles necessitam.

Como funciona cada serviço da Ascenty?

NAP: Trata-se de um conceito aplicado a um ou mais locais onde os clientes podem acessar os mais diversos conteúdos (Plataformas de Streaming, redes sociais, acervos de conteúdo), serviços diversos (CDN’s de mercado, Soluções de segurança, Clouds Públicas), sempre com total facilidade, baixa latência e nível de serviço diferenciado.

Link L2L: Trata-se de um serviço de Telecomunicações, que através de uma rede própria em fibra conecta uma rede local a outra rede local, em uma conexão ponto a ponto. Por exemplo: Uma conexão da empresa A à empresa B.

MPLS: Semelhante ao Link L2L, mas com a diferença de interconectar várias regiões dentro de um mesmo contexto, conectando um ponto a vários outros. No contexto do exemplo acima, seria uma conexão entre Empresa A, Empresa B, Empresa C, com comunicação realizada entre todas elas.

DWDM: Um equipamento com altíssima capacidade de transmissão de dados, que é responsável por iluminar as fibras óticas e estabelecer a comunicação por meio sinais óticos.. O que isso quer dizer? Pense que sua empresa possui uma ponta A e uma ponta B e você quer melhorar a qualidade do tráfego entre eles e reduzir a latência, com uso da fibra óptica e aumentar a gama de serviços transmitidos.

Para isso, você pode utilizar um sistema DWDM, que dá mais intensidade ao feixe de luz que ilumina a fibra e, por isso, otimiza a qualidade de tráfego de informações, além de possuir algumas conexões diferenciadas e controles de alto nível.

Ele é especial para empresas com necessidade de baixíssima latência e alta estabilidade. Um exemplo de aplicação é em replicação de dados de storage.

Link IP: Uma composição de um link Lan to Lan que sai de um dos mais de 20 pontos de presença da Ascenty e vai até o cliente como um acesso. Dentro desse acesso, a Ascenty entrega o serviço de Internet (ou seja, um link IP).

É semelhante à entrega de Internet em residências, porém, com uma qualidade muito superior, derivada de uma fibra dedicada (100% de velocidade de download e de upload garantidos).

PIX: É o Ponto de Interconexão do IX (o principal ponto de troca de tráfego, onde estão reunidos as principais operadoras e provedores).

Com o PIX, é possível se aproveitar dessa troca de tráfego, utilizando os serviços de milhares de operadoras de telecomunicações e provedores de conteúdo centralizados na plataforma de Internet Exchange. 

Tudo isso com fibras ópticas dedicadas a cada PIX, o que proporciona uma alta qualidade e capacidade, com latência baixíssima.

Como a plataforma conta com um sistema de interconexão dedicado e acesso por fora da rede convencional, ele não está dentro da Internet, o que reduz os custos relativos a esse tráfego.

Qual a importância do ACCX no Ecossistema de Conectividade da Ascenty?

Primeiro, é importante contextualizar o momento.

O cenário que impera no Brasil é o do Cloud Connect, uma conexão privada ponto a ponto com uma nuvem pública. Ou seja, o cliente conecta seu Data Center com serviços de provedoras de sua preferência (Oracle, Azure, Google Cloud, etc) a partir de um Cross Connect.

Todo restante da configuração é de responsabilidade do cliente. É o principal serviço do tipo no mercado.

No entanto, com o desenvolvimento corporativo e a evolução tecnológica, as demandas mudaram e subiram de patamar.

A Ascenty notou essas tendências de mercado e as necessidades de seus clientes. Por isso, buscou evoluir seu próprio portfólio de serviços.

Foi assim que nasceu o ACCX: Ascenty Cloud Connectivity Exchange.

O ACCX, uma solução simples, diferenciada e que funciona de três formas:

No cenário 1, a própria Ascenty faz a interface com todas as nuvens públicas (centralizando os diferentes provedores, em uma sessão BGP entre Ascenty e as nuvens), estabelecendo sua conexão. Ao cliente, cabe informar qual rede ele busca conectar com a nuvem pública (e vice-versa), pois a Ascenty fará toda configuração.

No cenário 2, o cliente estabelece uma única sessão BGP com a Ascenty (Camada 3), que então propaga suas redes para as nuvens públicas.

No cenário 3, para empresas que não tem uma infraestrutura extremamente complexa e apenas acessam as nuvens públicas pela Internet, mas se veem na necessidade de uma interconexão de baixa latência. Nesse caso, a Ascenty estabelece uma conexão com todas as nuvens dentro da mesma limitação de rede do seu cliente. Ou seja, dentro de um mesmo contexto, em um ACCX, o cliente acessa os serviços necessários de várias nuvens públicas.

Dessa forma, a Ascenty consegue proporcionar 100% de dinamismo e flexibilidade para o seu cliente.

O ACCX também estabelece uma única conexão posicionada de forma estratégica para que os clientes tenham todas as necessidades em nuvem pública atendidas, quebrando as barreiras da interconexão.

E para empresas que nasceram na nuvem, o ACCX elimina a preocupação com investimentos em equipamentos de rede ou infraestrutura de Data Center. Para o bem dessas empresas, o ACCX cumpre esse papel, viabilizando total conectividade.

O desafio do Cloud Lock-in

Com o ACCX, o cliente também consegue realocar seu workload para a nuvem pública que melhor vai atender o seu negócio, migrando com facilidade para qualquer provedor. 

Assim, o cliente pode fugir do lock-in, flexibilizando seu uso de acordo com suas necessidades. Ou seja, alta disponibilidade e interoperabilidade das nuvens a um preço acessível.

Quais os diferenciais da Ascenty dentro da necessidade das empresas por conectividade?

O que move o mercado hoje é a busca pelo conteúdo. Quanto melhor a sua qualidade, melhor a informação para o seu negócio, o que impacta diretamente em seu planejamento estratégico.

Qualidade e agilidade são os pilares do mundo corporativo. Com um conteúdo aprofundado e disponibilizado de forma ágil, as empresas se adaptam (e se antecipam) aos movimentos de seus consumidores e concorrentes, criando soluções para se colocarem à frente na corrida contra a concorrência.

Esse é o verdadeiro diferencial competitivo moderno, porém, alcançar esse nível de desempenho é um desafio: há obstáculos e elementos limitadores, tanto internos como externos.

E a Ascenty sabe disso — por isso, sua função é ser uma facilitadora.

Ela leva o cliente ao conteúdo através de seu Ecossistema de Conectividade.

Além disso, toda sua rede de Data Centers de padrão mundial é uma garantia para que ele encontre espaço físico para crescer e se expandir da forma que necessitar. Tudo isso sendo 100% Carrier Neutral, com foco na qualidade e na flexibilidade da prestação de serviços.

É a forma de viabilizar aos clientes, através de seu Data Center, que possam focar apenas na estratégia do negócio, naquilo que o fará se expandir.

Infraestrutura Interconectada da Ascenty

A Ascenty possibilita tamanho nível de serviço por contar com uma infraestrutura totalmente interconectada.

Ou seja, para o cliente, é como ter acesso a uma verdadeira “teia” de diferentes serviços, que são:

  • ACCX (L2 e L3 conectada);
  • 17 Data Centers Ascenty no Brasil, 1 Data Center Ascenty no Chile e + 200 pelo mundo;
  • + de 20 Data Centers abordados;
  • Cabos Submarinos em Fortaleza, Rio de Janeiro e Santos (SP);
  • IX.Br em Campinas, São Paulo e Fortaleza;
  • NAP Ascenty localizado em São Paulo;
  • Conexão com operadoras globais;
  • Com isso, sua empresa está conectada fim a fim e com acesso ilimitado ao melhor conteúdo, com a melhor qualidade de Internet. 

Conclusão

Ao contar com os serviços da Ascenty, você tem os benefícios de uma empresa que trabalha com Data Centers Carrier Neutral. Ou seja, você pode escolher entre usar a própria rede da Ascenty ou selecionar os serviços de outra operadora presente em uma infraestrutura com mais de 21 unidades de classe mundial, e que mais se encaixa em suas necessidades.

A enorme infraestrutura de fibra óptica, com uma rede própria de mais de 4.500 km, auxilia empresas de múltiplas cidades do estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Região Metropolitana de Fortaleza a se conectarem com a melhor tecnologia do mercado.

Além disso, a Ascenty assegura 100% de seus serviços com os SLAs (acordos de nível de serviço), comprometida sempre com entregas de qualidade e alta disponibilidade para seus clientes.

A parceria da Ascenty e os serviços de seu Ecossistema de Conectividade são um passo além na jornada de tornar a sua empresa moderna e interconectada.

É a ponte entre sua rotina corporativa atual e aquela ágil, confiável e altamente produtiva, que vai levar a sua empresa ao sucesso e ao crescimento.

Ficou interessado e quer saber como o Ecossistema de Conectividade e os outros serviços da Ascenty podem ajudar o seu negócio? Fale conosco!

Certificações de TI Ascenty: confiabilidade para o seu negócio

Está sem tempo para ler? Que tal ouvir o nosso artigo?

No segmento de tecnologia, a confiança precisa ser uma certeza. E uma das maneiras de apresentar credibilidade é por meio da adoção de diversos controles e efetividade das ações operacionais que são atestados por meio das certificações. 

Elas estão entre as maneiras de atestar se os parceiros de tecnologia estão atualizados e seguindo plenamente  as diretrizes de segurança e podem assegurar infraestrutura, versões atualizadas de softwares e hardwares e as entregas necessárias com máxima segurança para a sua empresa. 

Data Centers, por exemplo, precisam estar totalmente certificados para garantir a segurança nos processos que envolvem trocas e armazenamento de dados.

Para entender um pouco melhor sobre o que são as certificações de TI e quais as principais exigidas para Data Centers, separamos os tópicos abaixo. Confira! 

O que são certificações em TI?

De maneira geral, as certificações em TI são documentos oferecidos pelas fornecedoras de tecnologia às empresas parceiras para que se mantenham atualizadas sobre quaisquer mudanças em aplicações e infraestrutura. 

Essas atualizações são fundamentais para minimizar problemas, acelerar soluções e, principalmente, garantir toda a segurança necessária aos dados e informações críticas sobre o seu negócio.

Atualmente, são 5 os principais segmentos em TI que contam com certificações bastante necessárias:

  • Infraestrutura;
  • Segurança da informação;
  • Serviços;
  • Transferências financeiras;
  • Meio ambiente.

Confira suas principais certificações:

Certificações de infraestrutura

A infraestrutura é o alicerce da TI. Softwares, hardwares, componentes e recursos são elementos que compõem essa base. Sem eles, não há como implementar quaisquer serviços e soluções mais específicas.

Para garantir a confiabilidade da infraestrutura de uma empresa parceira, observe se as certificações estão devidamente alinhadas com as mais recentes atualizações e exigências do mercado.

Nesse contexto, existem três certificações que não podem faltar: 

  • Tier III Design/Tier III Facilities;
  • TÜV;
  • ISAE 3402/SSAE 18.

O que é certificação Tier?

Na infraestrutura de TI, os Data Centers centralizam todas as informações com alta tecnologia e aceleram as respostas para empresas e fornecedores. Logo, é importante que correspondam aos níveis indicados por centros especializados.

Um desses centros é o Uptime Institute, que diferencia os tipos de Data Centers de acordo com sua infraestrutura e base em padrões de redundância.

Para que estejam disponíveis, esses Data Centers utilizam Tiers, que são padrões importantíssimos para medição do nível de qualidade necessários e que bloqueiam os mínimos riscos nas operações para sua empresa.

Quais os benefícios das certificações Tier para as empresas?

  • Disponibilidade de 99,982% – sendo que, com a Ascenty, essa disponibilidade é de 100%;
  • Capacidade redundante na infraestrutura local para disponibilidade de 99,982%;
  • Distribuição independente com múltiplos caminhos para atender os equipamentos de TI;
  • Equipamentos dual-alimentos que têm plena compatibilidade com a arquitetura local.

O que é certificação TÜV?

A certificação TR3 da TÜV tem o objetivo de atestar a conformidade do Data Center conforme os requerimentos necessários para montagem, instalação, manutenção, operação, documentação técnica, sustentabilidade, execuções de obra e testes integrados de comissionamento e auditorias de operação.

Quais os benefícios da certificação TÜV para sua empresa?

  • Garantia de disponibilidade e segurança para o Data Center;
  • Alta qualidade dos sistemas e operações;
  • Capacidade de redundância para todos os tipos de sistemas.

O que são certificações ISAE 3402 e SSAE 18

São certificações fundamentais para comprovar o alto nível dos processos de segurança física nos Data Centers.

Quais os benefícios das certificações ISAE 3402 e SSAE 18?

  • Comprovação de que os controles de segurança atendem os principais requisitos de conformidade;
  • Economia com auditores, já que a certificação Ascenty atua como adicional para as empresas.

Certificação de segurança da informação: ISO
 27001

Qualquer empresa, de qualquer tamanho, trabalha trocando informações sigilosas. E se não há a devida proteção com barreiras tecnológicas, há o grande risco de esses dados serem acessados criminosamente por invasores.

As certificações de segurança da informação são importantes para atestar que a sua empresa parceira de TI oferece toda a proteção necessária sem deixar brechas.

Com isso, surgiu a norma ISO 27001 com diretrizes que definem o padrão mundial no gerenciamento da segurança de dados em TI, como:

  • Políticas bem definidas para a organização da segurança da informação;
  • Criptografia de ponta a ponta;
  • Cadeia de suprimentos;
  • Recursos humanos.  

Quais os benefícios da certificação ISO 27001 para a sua empresa?

  • Segurança com limites de acessos aos dados conforme autorização;
  • Integridade original de informações e conteúdos;
  • Disponibilidade com a manutenção de informações para uso legítimo.

Certificação para serviços de TI: ISO 20000

Para contratar um Data Center, é necessário que a infraestrutura de TI seja suficiente e tenha suporte técnico.

Para esse controle, foi criada a certificação ISO/IEC 20000, que tem como foco específico o gerenciamento total de qualidade para serviços de tecnologia, garantido que os fornecedores contratados ofereçam evolução constante nos tipos de serviços oferecidos.

Quais os benefícios de certificação ISO 20000 para a sua empresa?

  • Garantia de que o melhor serviço será prestado de acordo com o padrão máximo exigido pelas certificadoras;
  • Apuração dos serviços contratados;
  • Dedicação completa Ascenty para o melhor atendimento aos clientes. 

O que é certificação PCI para transferências financeiras?

Empresas com grandes volumes de transações financeiras podem chamar a atenção de criminosos e, com isso, sofrer com repetitivas tentativas de fraudes.

Para garantir que os profissionais estejam atualizados com padronizações de segurança, foi criada a certificação PCI-DSS (Payment Card Industry Data Security Standard), que protege os dados trocados durante transações com cartão de crédito.

Quais os benefícios da certificação PCI para a sua empresa?

O principal benefício é cumprir os pré-requisitos exigidos por padrões de segurança internacional quanto a transações com cartão de crédito, evitando o acesso não autorizado a dados sigilosos.  

Certificação ISO 14001 para meio ambiente

As mudanças climáticas alertam para atitudes e comportamentos sustentáveis de todos os setores – inclusive, TI.

Por isso a Ascenty procurou se adequar a esse cenário e foi a primeira empresa brasileira a adotar a certificação 14001 em seus Data Centers.

Como resultado, a empresa segue regras de sustentabilidade na implantação e operação, priorizando pontos cruciais para o meio ambiente, como:

  • Qualidade ambiental;
  • Responsabilidade social corporativa;
  • Saúde e segurança ocupacional.

Quais os benefícios do ISO 14001 para a sua empresa?

  • Hospedagem segura em Data Centers que fazem uso de energia renovável;
  • Ambiente preparado para detecção e combate a incêndios com gás ecológico;
  • Acompanhamento em tempo real dos processos por meio de ferramentas de gestão que seguem o programa Papel Zero;
  • Vantagem comercial.

Certificação ISO 37001 antissuborno

Ética e profissionalismo são condições indispensáveis para a Ascenty. E para garantir que isso ocorra com máxima transparência, foi adotada a certificação ISO 37001, que atua com sistema voltado à atenção antissuborno e anticorrupção.

Quais os benefícios da certificação ISO 37001 para a sua empresa?

  • Fiscalização atuante para garantir honestidade e ética em todos os negócios;
  • Controle apurado no combate às tentativas de suborno ou corrupção;
  • Dedicação total da Ascenty na atuação profissional e integra sob quaisquer aspectos.

Certificações: o primeiro passo para contratar uma empresa parceira em TI

Como você percebeu, empresas parceiras de TI precisam estar com seus certificados constantemente atualizados. Isso é importante para o funcionamento, infraestrutura e segurança em seus negócios, pois deixa claro a responsabilidade e comprometimento com processos, negócios e soluções de segurança.

A Ascenty conta com as principais certificações para seus Data Centers e, por isso, está comprovadamente preparada para atender às principais necessidades de sua empresa a partir de infraestruturas tecnológicas altamente estruturadas.

Se você ainda tem dúvidas sobre como contratar corretamente as soluções de TI envolvendo Data Centers, fale conosco agora mesmo: estamos preparados para ajudar!

7 vantagens que o colocation traz para a sua empresa

Em vez de ler, que tal ouvir nosso artigo?

Você sabia que, de acordo com a Research and Markets, até o fim de 2021 o mercado de Colocation deve chegar a US$ 55 bilhões? E mais: tendo uma taxa de crescimento anual de 14%? Isso se deve aos diversos benefícios do colocation, tais como a redução de custos, segurança, infraestrutura de topo etc. 

Mas antes de entender sobre eles, você sabe o que é o colocation? Esse serviço, também conhecido como housing, é basicamente um aluguel de infraestrutura. Nele, a sua empresa terá um data center de alto nível para instalar os seus servidores e manter os seus dados sem precisar depender de algo interno – e investir nisso.

Isso pode ser ótimo para negócios que devem ter ambientes de TI bem equipados, mas que precisam fazer essa transição rapidamente e com menos gastos possíveis. Afinal, mesmo alocando as informações em um local externo, você ainda poderá controlar seus servidores. É possível até mesmo configurá-los antes de levá-los ao data center.

  E todos esses são apenas alguns dos benefícios do colocation para os empreendimentos atuais. Neste artigo te apresentaremos outras 7 vantagens que todo gerente de TI gostaria de ter. Mas antes, vamos entender um pouco mais sobre os motivos da migração? 

Por que mudar para o colocation?
 

Equipes de TI que trabalham com servidores internos geralmente precisam gastar muito tempo com tarefas operacionais. Afinal, os dados empresariais devem estar bastante seguros e qualquer problema na rede de servidores pode afetar horas (e até mesmo dias!) de trabalho.  

Sendo assim, essas equipes costumam monitorar o data center, fazer manutenções, gerenciar entradas e saídas de equipamentos etc. Com tantos afazeres, não há tempo hábil para pensar em soluções que impactem no cerne do negócio. Logo, o setor deixa de ser estratégico para ser meramente operacional.  

O grande benefício do colocation está nesse ponto: foco no core business do negócio. Como todos os colaboradores do setor não estarão centrados em cuidar dos servidores internos, o seu time pode focar em diversos outros assuntos que sejam realmente relevantes para a empresa. 

 Nesse cenário, o gerente de TI pode direcioná-los para novas estratégias que envolvam Big Data, inteligência artificial, Internet das Coisas etc. A partir daí, essa área poderá propor soluções inovadoras para o empreendimento, aumentando os lucros, a produtividade e diversos outros pontos!  

Os benefícios do colocation
 

Apenas o fato de tornar o setor de TI mais estratégico já é algo altamente relevante para qualquer gerente de TI. No entanto, ainda trazemos mais outros sete benefícios do colocation que certamente elevarão o setor a outro patamar. Veja-os abaixo: 

Redução de custos


Ao migrar todos os seus dados para o colocation, você não precisará se preocupar com a estrutura de servidores internos. Dessa maneira, o seu empreendimento não terá gastos com manutenções, monitoramento, energia elétrica, climatização e diversos outros temas. Afinal, todos eles serão de responsabilidade da empresa terceirizada.

Reposição de hardware mais rápida


Qualquer equipe de TI sofre quando acontece um problema de hardware em um servidor interno. Um dos benefícios do colocation entra justamente nesse ponto, pois a troca de peças é feita de uma maneira muito mais ágil. Afinal, a empresa terceirizada geralmente trabalha com bons fornecedores que enviam produtos rapidamente. 

Mais segurança


Manter os servidores completamente seguros dentro de um empreendimento pode ser uma tarefa difícil, mas não em um serviço de housing. Isso ocorre, pois os locais costumam ter vários pontos de checagem, entrada apenas de pessoas autorizadas, segurança 24h, prevenção a incêndios (com sprinklers a seco, supressão de gás etc.) e diversas outras tecnologias! 

Redundância


A redundância aumenta a segurança citada anteriormente, sendo um dos grandes benefícios do colocation. A partir dela, o seu data center não terá períodos de interrupções a partir do uso de diversas camadas de segurança físicas e lógicas. 

 Além disso, outras tecnologias como sistemas de backup redundantes, nobreaks e geradores próprios costumam estar presentes nos SLAs (Acordo de Nível de Serviço) das empresas terceirizadas. 

Escalabilidade


Pensou em fazer um downgrade ou um upgrade devido às necessidades do seu empreendimento? Bem, com um servidor alocado isso pode ser bastante difícil, mas não com o housing. Nele, você pode pedir mais ou menos recursos a qualquer momento do contrato. E o melhor: pagando apenas por aquilo que for utilizado. 

Suporte constante


Quem trabalha com tecnologia sempre precisa ter um suporte altamente qualificado à disposição. E esse é outro grande benefício do colocation, visto que as empresas terceirizadas estão focadas apenas nesse tipo de serviço. Logo, geralmente oferecem suporte 24h, durante 7 dias por semana para atender os seus clientes caso haja qualquer problema ou dúvida.  

Infraestrutura de topo


Diferentemente de algo interno, o colocation foi feito especificamente para atender diversas instituições que precisam das melhores tecnologias disponíveis no mercado. Sendo assim, o seu negócio terá vantagens como entradas redundantes de fibra ótica, redes com alta conectividade, subestações próprias etc. 

Como você viu neste artigo, o seu setor de TI pode ser muito mais estratégico devido aos diversos benefícios do colocation. Ter soluções como essa a sua disposição é algo que pode mudar o patamar do seu negócio para algo que antes era inimaginável. Que tal começar a pensar nisso? 

Deseja saber como a Ascenty pode te ajudar a encontrar a melhor solução de colocation para a sua empresa? Entre em contato conosco.

Como a conectividade entre Cloud e Colocation é essencial

Sem tempo de ler? Que tão ouvir o nosso artigo?

A computação em nuvem já é uma realidade e, atualmente, muitas pessoas estão descobrindo o Colocation como opção para seus Data Centers. O que muita gente não sabe é que essas duas soluções podem funcionar muito bem juntas, desde que a conectividade entre Cloud e Colocation esteja garantida.

 A necessidade de ter cada vez mais espaço de armazenamento e a consequente demanda por escalabilidade deu origem ao crescimento das soluções de Cloud e de terceirização de Data Centers. Em muitos casos, se torna inviável expandir a infraestrutura no próprio ambiente da empresa e essas soluções se tornam indispensáveis.

Se a sua empresa também passa por isso e precisa de uma infraestrutura condizente com o crescimento do negócio, a conectividade entre o provedor de Cloud Computing e o ambiente de Colocation provavelmente é um assunto do seu interesse. Entenda mais a respeito dos dois serviços e como a conectividade é importante para garantir os benefícios de ambos. 

 Vantagens do Colocation


O Colocation é um modelo de terceirização de infraestrutura de Data Centers no qual a empresa passa a utilizar o espaço físico do fornecedor em vez da sua própria estrutura. Espaço, energia, refrigeração, segurança física, manutenção e garantia de disponibilidade passam a ser responsabilidade do fornecedor de Colocation.

É possível contratar uma área dedicada dentro das dependências do fornecedor que será exclusiva da sua empresa ou contratar parte de uma infraestrutura que já está montada. As principais vantagens do Colocation são:

Menor investimento necessário para instalar e ampliar os Data Centers;
Custos com equipamentos e mão de obra reduzidos;
Todo o esforço de manutenção e gerenciamento da infraestrutura de Data Center é transferido para o fornecedor;
Escalabilidade garantida, já que existe flexibilidade para aumentar a infraestrutura sempre que necessário;
A TI pode focar em outras atividades mais estratégicas para o desenvolvimento do negócio.
Esse modelo garante flexibilidade e custos reduzidos, permitindo aos negócios ter uma infraestrutura de primeira com um bom custo-benefício.

Vantagens da Cloud

A Cloud Computing está em voga já faz alguns anos e surgiu como uma forma de reduzir custos e aumentar a escalabilidade. Nesse modelo, a empresa não tem qualquer espaço físico à sua disposição e todos os dados ficam armazenados na nuvem, sob controle e responsabilidade do provedor.

As principais vantagens da computação na nuvem são o baixo custo, o investimento inicial extremamente reduzido, a flexibilidade e a portabilidade. Funcionários podem trabalhar na nuvem de qualquer local e acessar os dados a qualquer momento, dependendo apenas da conexão à internet.

A Cloud é a primeira escolha de empresas que querem flexibilidade total, custos baixos e que não têm problemas em transferir informações para os servidores do fornecedor de nuvem.

Colocation e Cloud: como os dois podem coexistir?
Como tudo em tecnologia, não existe uma solução universal que garanta vantagens para todas as situações dentro de um negócio. Por exemplo, para elementos de segurança crítica, pode ser mais interessante manter os dados sob controle dentro de um servidor dedicado à empresa.

Em outras situações, a nuvem atende melhor devido à sua extrema flexibilidade e custo ainda mais baixo. Felizmente, as duas soluções podem coexistir e sua empresa pode extrair o melhor dos dois mundos ao mesclar ambas.

Assim, você pode pensar no Colocation como um espaço físico e equipamentos que, apesar de não estarem nas dependências da sua empresa, pertencem a você e estão inteiramente sob seu controle. Já no Cloud, você está usando a infraestrutura do provedor e nem sempre consegue controlar tudo que acontece com os dados.

Ao escolher a solução que se adapta em cada processo, aplicativo e sistema da sua empresa, você ganha em flexibilidade. Por que se limitar a uma solução quando você pode utilizar as duas ao mesmo tempo?

Conectividade entre Cloud e Colocation é essencial
Para extrair o que há de melhor entre os dois serviços é necessário ter uma boa conexão entre o ambiente de sua empresa, o Colocation, a Cloud e entre essas duas soluções. A conexão deverá ser rápida e confiável.

Por exemplo, já imaginou se nos momentos em que você mais necessita, a conexão entre o Colocation e a Cloud falha?

Um longo período esperando o sistema carregar, a demora no acesso a uma informação ou uma solução na nuvem que não sincroniza da maneira correta podem ocasionar paradas na operação, quedas de sistemas e perda de dados sensíveis. O resultado disso tudo são prejuízos enormes para a corporação.

Ou seja, a conectividade entre Cloud e Colocation, bem como entre os dispositivos da sua empresa é um fator crítico para o sucesso das operações.

Além disso, caso os seus funcionários tiverem problemas em acessar os servidores localizados na infraestrutura do fornecedor ou os serviços e dados armazenados na nuvem, a produtividade da empresa cairá consideravelmente por causa de possíveis gargalos nos processos.

Portanto, não importa se você vai contratar apenas o Colocation, apenas a Cloud ou as duas soluções. Ao optar por ter servidores, aplicativos e dados fora do ambiente físico do negócio, será necessário escolher um fornecedor que garanta uma conexão estável, com baixa latência e alta capacidade. Todas essas características estão presentes nas soluções em conectividade que a Ascenty oferece no mercado.

Ao contar com uma conexão desse tipo, você garante que a comunicação entre o Colocation, Cloud Computing e sua companhia seja sempre estável, ou seja, sem oscilação de velocidade e tenha a capacidade de trabalhar com um grande volume de dados.

Em resumo, a escolha entre Cloud e Colocation é individual e deve ser feita pela equipe de TI conforme as particularidades de cada negócio e aplicação. As duas soluções podem coexistir e a combinação pode até mesmo ajudar melhor a performance da TI, contanto que a conectividade entre ambos seja garantida.

A Ascenty oferece soluções de qualidade para conexão com os principais Cloud Providers, soluções de Colocation e Telecomunicações, garantindo uma conexão rápida e sem falhas.  Entre em contato conosco e marque uma reunião para saber mais a respeito de nossos serviços.

Como a conexão Lan to Lan auxilia na conexão com nuvens públicas

Em vez de ler, que tal ouvir nosso artigo?

No mundo atual, a tecnologia facilita muito o nosso dia a dia, mas, ao mesmo tempo que traz facilidade, também traz alguns riscos, como a falta de segurança na transmissão de dados, por exemplo. Para driblar esse perigo, muitas empresas têm adotado o serviço de conexão Lan to Lan. 

Neste artigo nós iremos abordar como esse tipo de rede é a solução que a sua empresa procura para conexão segura com nuvens públicas. Continue a leitura e descubra como a conexão Lan to Lan pode te ajudar! 

Como funciona a conexão Lan to Lan 

Na era da transformação digital a conectividade é o que define o sucesso de um negócio. No mercado podemos encontrar diferentes soluções que podem melhorar o fluxo de informações de uma empresa, e o Lan to Lan é uma dessas opções. 

A Local Area Network (Lan) conecta um grupo de dispositivos, dentro de uma mesma empresa, permitindo o compartilhamento de aplicativos, informações e dados de modo eficiente e seguro. 

No entanto, muitas vezes, empresas de médio e grande porte não se limitam a um único espaço e, por esta razão, precisam de um sistema de transporte de dados capaz de interligar as filiais por meio de uma conexão exclusiva, rápida e segura, como o oferecido pela rede local Lan.  

E é essa a ideia da conexão Lan to Lan, que por meio de infraestruturas de fibra óptica melhorou a comunicação entre todas as unidades de um negócio, independentemente da localização de cada um.  Neste modelo, é possível conectar todas as redes Lans instaladas nas filiais de uma companhia, potencializando a ligação de hardwares e softwares instalados em todos os computadores, mesmo em longas distâncias como outros estados e até mesmo outros países. 

Do ponto de vista corporativo, os benefícios são muito atraentes: maior rendimento, despesas menores e redução significativa de erros por causa da má qualidade da comunicação. Em suma, a conexão Lan to Lan é uma das melhores alternativas se a sua companhia busca mais segurança, transparência e velocidade. 

Vamos aprofundar um pouco mais sobre seus benefícios e como esta solução pode te auxiliar na conexão em nuvens públicas. 

Benefícios ao adotar a conexão Lan to Lan 

Baixa latência

A conexão Lan to Lan diminuiu consideravelmente o tempo de envio de um pacote de informações entre diferentes destinos, sempre com uma capacidade de transmissão imediata e continua, tornando possível o acompanhamento da produção de uma filial, não importando a distância com a matriz, por exemplo. 

Ganho de tempo 

Em redes convencionais são geradas filas de entrada e saída de informações, o que faz com que pacotes de dados e execução de programas fiquem em espera. Assim, quanto menor for a capacidade da rede, maior será a lentidão na transmissão desses dados. Com a adoção da conexão Lan to Lan não existe esse problema, além disso, ela garante maior agilidade no tráfego de informações. 

Maior disponibilidade 

Uma conexão com maior disponibilidade é mais resistente a falhas de hardware, de software e de energia, garantindo que os serviços estejam sempre disponíveis e sem qualquer risco de interrupção. 

Menos overhead de protocolos 

Um bom plano contratado de conexão Lan to Lan diminui o temido overhead. E isso é possível pois tanto a memória quanto os demais recursos são compartilhados e utilizados pelo sistema de maneira prática e inteligente.  

Menos buffering 

Em redes comuns, os dados precisam ser alocados temporariamente até serem transferidos de um ambiente digital para outro. Na conexão Lan to Lan, o buffering é reduzido. 

Essa característica é positiva para as organizações que necessitam compartilhar programas e outras mídias que requerem grande espaço de armazenamento. 

Como funciona a conexão Lan to Lan na nuvem pública 

O sistema Lan to Lan é a melhor opção para conseguir uma conexão segura e de qualidade em nuvem pública, sem que ocorram interrupções, interferências ou roubo de informações. 

Isso é possível pois cada operação abre um canal específico de comunicação, que protege os dados e evita que eles sejam visualizados por quem não esteja envolvido no procedimento.  Vale ressaltar que este canal suporta vários tipos de dados, como mensagens escritas, voz e vídeo, por exemplo. 

A conexão Lan to Lan é uma das soluções oferecidas pela Ascenty, que conta com uma rede de fibra óptica de alto desempenho e que garante disponibilidade, alta capacidade e conexão direta com os maiores fornecedores de nuvem pública do mercado. 


Principais funcionalidades e diferenciais da Ascenty para a conexão Lan to Lan com nuvens públicas 

A solução Lan to Lan disponibilizada pela Ascenty proporciona aos colaboradores da sua empresa um acesso simples, rápido e direto às informações necessárias para a execução de suas tarefas, resultando em aumento de produtividade, facilidade na tomada de decisões e na entrega de respostas a curto prazo.

 A Ascenty também oferece apoio e suporte profissional para a configuração da solução e possui uma equipe própria, especializada e comprometida em entregar um serviço ágil e de alta qualidade ao cliente. 

Através de uma rede de fibra óptica, a Ascenty garante disponibilidade, circuitos de alta capacidade e conexão direta com os principais provedores de nuvens públicas do mercado.

Outros benefícios relativos à integração e conectividade:

  • Baixa latência entre os pontos de conexão;
  • SLA de disponibilidade agressivo;
  • Comunicação e transferência de dados entre Data Centers;
  • Interconexão e integração com os principais cloud providers e Pontos de Troca de Tráfego;
  • Transmissão de dados de sistemas e aplicações de CRM, ERP e gestão;
  • Conexão de servidores remotos com sistemas já interligados na web;
  • Tráfego de diversos protocolos e extensão de serviços;
  • Segurança e estabilidade na troca de dados e acesso à internet;
  • Interconexão direta entre a matriz e as filiais da sua empresa, mesmo em lugares remotos. 

A todos esses benefícios soma-se a expertise da Ascenty no mercado de tecnologia. Em apenas uma década de atuação, somos maior empresa em infraestrutura de Data Centers da América Latina, com 21 unidades em operação ou em construção. Todos os Data Centers estão em lugares estratégicos e são interligados por rede própria, nova e com 100% de fibra óptica, totalizando 4.500 km de extensão. 

E então gostou como essa solução pode auxiliar o seu negócio? Caso queira saber mais sobre a nossa conexão Lan to Lan e como esta solução pode auxiliar a sua empresa nas conexões em nuvem pública, entre em contato conosco e agende uma reunião.