Ascenty é reconhecida como empresa do ano pela Frost & Sullivan pelo terceiro ano consecutivo

Nomeação máxima posiciona a empresa como líder no mercado brasileiro de Data Centers e atesta melhores práticas focadas em inovação, desempenho e atendimento ao cliente

A Ascenty, maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, foi reconhecida pela Frost & Sullivan como empresa do ano no setor de Data Centers, no relatório Best Practices Company of the Year. A premiação, que contempla empresas que encabeçam a inovação e o crescimento nos seus respectivos setores, traz uma avaliação detalhada das boas práticas em diferentes empresas do setor.

Dentre os critérios avaliados, foram considerados aspectos ligados diretamente à performance de inovação visionária do negócio e impacto em clientes, como foco da liderança, valor de desempenho, experiência de compra, atendimento e valor da marca.

Além de liderar nos aspectos avaliativos, a Ascenty se destacou por consolidar sua autoridade, ao se concentrar no fornecimento de serviços de infraestrutura, refinar sua abordagem de conectividade e oferecer serviços de conexão em nuvem com várias opções de velocidade. O relatório salientou, ainda, a nota “excelente” no Net Promoter Score, de 75 a 100 pontos, recebida pela companhia pelo quinto ano consecutivo.

“O reconhecimento atesta o trabalho que temos realizado com foco no aprimoramento de nossas soluções e na experiência de clientes. Como um dos maiores provedores de colocation no Brasil, ano após ano, temos consolidado nossa liderança ao focar na entrega de serviços de infraestrutura de qualidade, otimizando nossa abordagem de conectividade e oferecendo serviços de múltiplas conexões, que contribuem diretamente para a boa desenvoltura dos negócios de nossos parceiros”, destaca Marcos Siqueira, VP de Operações da Ascenty.

Conectividade diferenciada

Segundo a Frost & Sullivan, entre os provedores de Data Center, a Ascenty se mantém à frente também no quesito conectividade. Ao posicionar-se como carrier-neutral, a companhia possibilita o acesso a diversas empresas de telecomunicações, além contar com uma rede de própria que contempla mais de 5 mil km. Assim, é capaz de conectar os principais pontos do país, reduzindo os riscos de inatividade ou interrupções de serviços em sua estrutura.

A Ascenty possui, ainda, um portfólio com mais de 200 certificações, incluindo as certificações Organização Internacional para Normalização (ISO) 45001 e ISO 14001, que qualificam as operações da companhia em diferentes aspectos ante a outros players do mercado.

Data Centers sustentáveis

Para definir a melhor empresa do ano na categoria, a Frost & Sullivan avaliou também iniciativas relacionadas à promoção da sustentabilidade e testificou o comprometimento da Ascenty para geração de energia sustentável, com o desenvolvimento de Data Centers que proporcionam uma operação de menor impacto ao meio ambiente.

Nos últimos anos, a companhia alcançou o status de “carbono neutro” no âmbito do Programa Brasileiro de Gases de Efeito Estufa (GHG Protocol), além de investir em centrais fotovoltaicas,  que convertem a radiação solar em eletricidade, otimizando o uso e melhorando a eficiência energéticas em seus data centers. Desde 2021, 100% da energia elétrica utilizada pela Ascenty vem de fontes renováveis, seja através da compra no mercado livre de energia, ou através da compensação via iRECs, corroborando diretamente com seu compromisso sustentável.

“A empresa se estabeleceu como uma parceira confiável para a jornada de transformação digital do cliente graças à sua experiência no setor, à infraestrutura de última geração e aos excelentes serviços. A Frost & Sullivan acredita que a Ascenty está preparada para consolidar sua posição como o principal provedor no mercado.”

– Valentina Barcia

Analista de pesquisa de melhores práticas da Frost & Sullivan

Acesse o relatório completo aqui.

Read More

Colocation: como ele pode impulsionar seu negócio?

Que tal escutar este artigo ao invés de ler? É simples, prático, gratuito e você pode continuar fazendo suas tarefas enquanto se informa. Aperte o play acima e experimente!

Nos últimos anos, o Data Center deixou de ser apenas um ambiente tecnológico para se transformar em um elemento fundamental para o crescimento dos negócios. E, nesse cenário, o serviço de Data Center Colocation tem um papel estratégico. 

Com a expansão do uso e geração de dados, muitas empresas estão diante do enorme desafio de manter padrões de alta qualidade e continuar crescendo. Para isso, a única saída é aumentar a capacidade de armazenamento.

Contudo, hospedar mais servidores dentro da própria empresa demanda altos investimentos e custos de propriedade. Além disso, com um budget de TI limitado, não é possível construir uma infraestrutura adequada — com as demandas de infraestrutura e energéticas que isso requer.  

Logo, a melhor alternativa para expandir a capacidade do data center é investir na modalidade Colocation, na qual a empresa entrega seus ativos para o provedor, alugando o espaço dentro de suas instalações. Quer conhecer um pouco mais sobre essa incrível solução? Continue a leitura!

Colocation: a melhor maneira de expandir seu data center

Expandir a infraestrutura atual ou construir novas instalações? Essa pergunta geralmente é feita pelos gestores quando um data center não consegue mais suportar as operações de TI da empresa e coloca em risco a continuidade dos negócios.

Nessa hora, nem sempre é simples tomar a decisão certa, afinal, existem muitos pontos a serem analisados. Porém, como mostraremos a seguir, algumas vantagens do Colocation reforçam a conclusão de que ele é a melhor maneira de expandir seu Data Center. Confira!

Redução de custos e economia de tempo

A redução de custos e a economia de tempo estão entre os maiores benefícios do Colocation. Isso porque, a solução é mais eficiente, gera um retorno mais rápido sobre o investimento e exige um menor tempo para a sua implantação.

Por outro lado, quem constrói seu próprio centro de dados precisa esperar meses (e até anos) para o início da operação e ainda deve investir uma grande quantia. Logo, se você quer uma alternativa imediata, investir nos serviços de um provedor de Colocation pode ser uma opção.

Flexibilidade e personalização na medida certa

Ao optar pelo serviço de Colocation, a empresa contará com servidores adicionais, projetos flexíveis e personalizados, de acordo com as suas necessidades. Além disso, poder usufruir da infraestrutura de um data center com alto nível de segurança e disponibilidade.

Todos os Data Centers da Ascenty  são construídos seguindo os mais rígidos padrões internacionais. Assim, oferecem a redundância e a confiabilidade necessárias para a operações ininterruptas de um ambiente de missão crítica.

Monitoramento e suporte ativos

O Colocation também é mais vantajoso do ponto de vista do suporte técnico. Nesse formato, a organização pode contar com suporte do ambiente de Colocation: 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano.

Portanto, se você quer ter a certeza de que os ativos de TI da sua empresa estarão hospedados sob a administração de times de especialistas certificados em infraestrutura, o Colocation é a escolha certa.

Total compatibilidade e integração com a sua infraestrutura

Algumas empresas também optam por combinar seus próprios centros de dados com os serviços de Colocation para satisfazer as suas necessidades.

Uma instituição financeira, por exemplo, pode utilizar uma instalação de Colocation para armazenar informações não estratégicas. Além disso, pode manter uma infraestrutura própria para garantir a segurança de dados sigilosos, com uma boa conectividade é possível integrar e compatibilizar a infraestrutura.

Características do Colocation que contribuem com a expansão do seu negócio e infraestrutura digital

Realmente, não é simples expandir a infraestrutura tecnológica. Afinal, é necessário contar com recursos financeiros e um bom espaço físico para alocar os equipamentos, de acordo com as melhores práticas do segmento de TI.

O Colocation é uma decisão estratégica, capaz de impulsionar seus resultados e a expansão de sua infraestrutura digital. Tem dúvidas disso? Confira as características do modelo que vão mudar os rumos do seu negócio!

Redundância

Um dos fatores que mais preocupam os gestores é a paralisação dos serviços em virtude de problemas ligados à infraestrutura de TI. Com um centro de dados de alto nível, uma empresa diminui consideravelmente os problemas relacionados com a indisponibilidade de acesso aos sistemas.

Isso é possível porque o Colocation apresenta redundância em diversos equipamentos, como nobreaks e geradores de energia, além de processos que suportam todo o ambiente físico. Assim, garante a continuidade dos serviços, mesmo com a falta de eletricidade por um longo período.

Em outras palavras, a redundância de ativos contribui para a empresa continuar as operações, inclusive em cenários adversos.

Escalabilidade

O aumento da demanda por serviços digitais e pela análise das informações tem provocado uma busca incessante das companhias por uma maior infraestrutura tecnológica. Por outro lado, essa tarefa exige um grande planejamento e recursos financeiros, caso haja uma opção pela nuvem privada.

Um bom caminho é optar por provedores de data center que se destaquem pelo dinamismo e a flexibilidade. Dessa forma, é viável aumentar a capacidade de infraestrutura física em curto prazo.

Esse aspecto é muito importante, principalmente em momentos de pico, como as comemorações de fim de ano para o comércio. Ao crescer o potencial de gerenciar dados rapidamente, maiores são as condições de uma empresa manter seus serviços digitais disponíveis com eficiência.

Reposição ágil

Ao optarem por um data center próprio, as companhias têm como uma das principais dificuldades a reposição ágil dos equipamentos quando apresentam defeitos de forma inesperada. Dependendo da situação, esse problema pode prejudicar consideravelmente o andamento das atividades.

Com a contratação do regime de Colocation, uma empresa pode contar com um parceiro qualificado que executa a substituição de ativos enviados pelo cliente. Assim, é possível ganhar agilidade na montagem da infraestrutura adequada para manter os serviços funcionando de acordo com a demanda institucional.

Adotar o Colocation: a decisão mais estratégica

Os serviços de Colocation são viáveis para a maioria das empresas que desejam controlar seus próprios recursos de data center. Em razão dos seus diferentes benefícios, inúmeras companhias em todo o mundo estão adotando esta modalidade para expandirem seus data centers.

Segundo um estudo da Absolute Reports, para o mercado global de Colocation, há uma previsão de um crescimento de US$ 50,1 milhões em 2022 para US$ 110,3 milhões em 2029. Isso representa um a um CAGR de 11,9% de 2023 a 2029.

Para contratá-lo, a empresa deve entrar em contato com o provedor, informar suas necessidades e, em seguida, migrar as suas cargas de trabalho para a infraestrutura terceirizada.

A partir daí, o provedor fica responsável pela manutenção da infraestrutura, além de:

  • energia elétrica;
  • suporte;
  • refrigeração;
  • segurança física e de acesso;
  • combate a incêndios;
  • garantia dos níveis de disponibilidade e redundância de todos os equipamentos.

Benefícios do serviço de Colocation Data Center

Ainda em dúvidas sobre esse investimento? Toda decisão estratégia requer análises aprimoradas e conscientes. Por isso, além de tudo que apresentamos até aqui, é importante falarmos sobre os benefícios do Colocation Data Center

Em primeiro lugar, toda a concepção dessa solução é baseada em um ideal: economia de escala. Assim, em vez de gastar dinheiro com a construção e manutenção de uma infraestrutura própria, é possível eliminar esses custos com a utilização de uma infraestrutura compartilhada, fornecida por um provedor especializado.

Dessa forma, é possível eliminar uma série de gastos do orçamento empresarial e compartilhá-los com outros usuários da mesma infraestrutura, como:

  • instalação e manutenção dos ativos;
  • espaço;
  • segurança;
  • conectividade;
  • energia elétrica;
  • redundância.

É por isso que o Data Center Colocation é a opção mais interessante para a maioria dos negócios atuais. A menos que você tenha demandas muito específicas, é importante avaliar essa opção que te dispensa de todo o custo e trabalho de manter um ambiente exclusivo.

Lembrando que esse modelo também pode poupar uma enorme quantidade de tempo que seria necessário para construir uma instalação autônoma, permitindo um arranque relativamente rápido.

Muito mais benefícios com o Colocation

Os benefícios adicionais para serviços de Colocation incluem a confiabilidade, qualidade e custo de conectividade. O provedor compra uma largura de banda em grande quantidade, assim o preço pago é inferior ao praticado no varejo, e essa economia é repassado para os clientes.

Além disso, os data centers desses provedores são estrategicamente posicionados, ficando mais próximos dos usuários dos serviços. Dessa forma, a latência é reduzida com as melhores ligações de nível 1 backbones de internet, com redes redundantes sempre disponíveis, isso faz com que a conectividade dos clientes possa ser mais rápida do que tradicionalmente em sua empresa.

Outra razão para investir no Colocation Data Center é a maior segurança dos dados cruciais e sensíveis. Esse é um benefício que as empresas muitas vezes ignoram na hora de escolher a localização para seus servidores.

Nesse sentido, destaca-se que a maioria dos data centers Colocation espalhados pelo mundo oferecem os ambientes mais seguros possíveis, incluindo:

  • sistema elétrico ininterrupto e redundante;
  • controle de temperatura e umidade;
  • filtragem do ar;
  • proteção passiva e ativa fogo;
  • monitoramento de vídeo;
  • controle de acesso por cartão de proximidade, reconhecimento de voz ou de impressão digital;
  • equipe de segurança no local.

Por fim, precisamos destacar a capacidade de escalar a sua instalação e crescer rapidamente, sem precisar construções adicionais e longos atrasos no aumento da largura de banda disponível. Em um Colocation, você pode simplesmente adicionar outro rack quase imediatamente.

Colocation de ponta é com a Ascenty!

Embora todos os pontos apresentados acima sejam grandes motivos para investir em um Data Center Colocation, precisamos enfatizar que o sucesso de sua decisão está intimamente relacionado à escolha do provedor.

Em outras palavras, é indispensável se unir a um parceiro confiável e experiente ao expandir o Data Center. Uma boa escolha faz toda a diferença para o processo de transformação digital do negócio e, claro, para a oferta de serviços diferenciados ao público-alvo.

Portanto, a Ascenty é a melhor escolha! Em 2023, pelo quarto ano consecutivo, fomos eleitos a empresa líder do quadrante de Colocation no Brasil, referência em toda a América Latina.

Temos um compromisso com qualidade e respeito aos nossos clientes que nos acompanha em todas as etapas. Com um forte investimento em infraestrutura de TI e profissionais de ponta, garantimos que sua empresa tenha as condições ideais para crescer e se destacar no mercado.

A Ascenty tem os maiores Data Centers do país e da América Latina e um serviço personalizado, pronto para te ajudar a identificar a solução que melhor atende suas necessidades. Por isso, não perca tempo e não corra riscos!

Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas! Queremos ajudar seu negócio com a melhor infraestrutura digital possível!

Read More

Ascenty lidera o Quadrante Colocation no Brasil da ISG Provider Lens™ pelo quarto ano consecutivo

Além da qualidade do atendimento e ecossistema estendido, relatório destaca rede robusta de baixa latência e integração completa com nuvens públicas

A Ascenty, maior provedora de serviços de data centers e conectividade da América Latina, foi reconhecida pelo quarto ano consecutivo como líder absoluta do Quadrante de Serviços de Colocation no Brasil, de acordo com o relatório ISG Provider Lens™ 2023 – Private/Hybrid Cloud – Data Center Services. Com seus 34 data centers em operação e/ou construção, 26 deles no Brasil, a Ascenty é reconhecida, segundo o analista Pedro Bicudo, por impulsionar o crescimento dos clientes, ao oferecer uma rede robusta de baixa latência e integração completa com nuvens públicas.

O quadrante de colocation avaliou 15 empresas fornecedoras de espaço de data center seguindo alguns critérios como: controle de acesso seguro, fontes de energia redundantes, sistema de supressão de incêndio e de refrigeração de ar, conectividade em nuvem e certificados de segurança.

“O reconhecimento da liderança no mercado brasileiro de Colocation, recebida mais uma vez pela Ascenty, é resultado dos esforços de toda a equipe e demonstra o nosso compromisso em oferecer um atendimento customizável, flexível e ágil”, ressalta Marcos Siqueira, VP de Operações da Ascenty.

O relatório também revela que as empresas brasileiras estão adotando arquiteturas híbridas, ou seja, plataformas de hospedagem gerenciadas juntamente com nuvem pública.

“As empresas estão buscando plataformas com uma experiência semelhante à nuvem que possuam tecnologia robusta e hiperconectividade. Na Ascenty, nós conectamos esses dois mundos para garantir mais segurança para os dados das empresas, flexibilidade para as operações e escalabilidade”, completa Siqueira.

Ofertas de hiperconectividade

A Ascenty oferece aos clientes diversas opções de conectividade com Cloud Connect para hiperescaladores e diversos pontos de presença (PoPs) em todo o Brasil. Os serviços Ascenty Cloud Connectivity Exchange (ACCX) e Ascenty Internet Connectivity Exchange (AICX) conectam clientes a diversos data centers, incluindo nuvens públicas, fornecedores de conteúdo e ISVs, proporcionando baixa latência na borda.

Com mais de 200 certificações, a Ascenty garante a competitividade no mercado ao oferecer 5.000km de rede de fibra óptica própria, o que permite a exploração de diferentes rotas, adequadas às necessidades de cada cliente.

Padrões de alta qualidade

Um dos principais diferenciais da Ascenty é a qualidade dos serviços prestados e a satisfação de seus clientes. A empresa registrou um Net Promoter Score acima de 90 pelo quinto ano consecutivo, seguindo altos padrões de segurança e construção de data center. Esse índice é calculado por meio de uma metodologia de satisfação de clientes desenvolvida para avaliar o grau de fidelidade dos mesmos.

Ecossistema estendido

A Ascenty ainda possui um marketplace no qual os clientes podem encontrar fabricantes de tecnologia e fornecedores de serviços para integração com o seu colocation. As categorias de marketplace incluem nuvem privada e hosting, armazenamento, e-mail, backup, segurança cibernética, soluções financeiras, terceirização, consultoria, telecomunicações e conectividade.

Para conferir o relatório completo, acesse: https://conteudo.ascenty.com/ascenty-relatorio-isg-2023

Read More

Mês do Meio Ambiente e Data Centers: inovação e boas práticas a favor da natureza

O que acha de ouvir este conteúdo? Clique no play abaixo e aproveite essa comodidade do blog da Ascenty!

Você já parou para pensar sobre o impacto do armazenamento de dados no planeta? Essa é uma discussão extremamente relevante, especialmente no Mês do Meio Ambiente.

Com o avanço tecnológico e da demanda por serviços digitais, os Data Centers se tornaram vitais para a sociedade moderna. Afinal, eles armazenam, processam e distribuem um grande volume de dados essenciais para a aplicativos, sistemas, serviços em nuvem e outras tecnologias do nosso cotidiano.

No entanto, não podemos ignorar os desafios que isso gera do ponto de vista ambiental. A Ascenty acredita que inovação e sustentabilidade podem caminhar juntas e o que não faltam são bons exemplos disso.

Sendo assim, o que acha de aprofundarmos no assunto? Continue conosco e veja como Data Centers e proteção ao Meio Ambiente estão cada vez mais conectados!

Qual é o Mês do Meio Ambiente?

Junho é considerado o Mês do Meio Ambiente em todo o mundo. Ele foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano e se tornou essencial para o desenvolvimento sustentável.

O intuito das ações promovidas nesse período é ampliar a consciência sobre os desafios ambientais e incentivar a participação das pessoas, empresas e governos na proteção do planeta. Assim, seu maior objetivo é chamar a atenção de toda a sociedade para um tema tão importante.

É importante dizer que essa é uma pauta cada vez mais valorizada no mundo moderno. Portanto, é dever de todos se engajar e investir em boas práticas que contribuam para um futuro mais verde.

A Declaração de Estocolmo de 1972: um marco para o desenvolvimento sustentável

A Declaração de Estocolmo de 1972 deu início a uma nova era no campo da proteção ambiental. Isso porque, impulsionou a conscientização sobre os desafios ambientais e a necessidade de ações concretas.

A partir da Conferência da ONU, foi possível criar órgãos, tratados, e acordos internacionais para abordar tais questões. Sobre isso, vale destacar o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e a Convenção sobre Diversidade Biológica.

Além disso, o documento deu origem a alguns princípios de proteção ambiental que, até hoje, direcionam as ações da sociedade quando falamos em sustentabilidade, como:

  • Princípio da Responsabilidade;
  • Princípio do Desenvolvimento Sustentável;
  • Princípio da Precaução;
  • Princípio da Cooperação Global.

Mês do Meio Ambiente e Data Centers: o que esperar para o futuro?

Estudos apontam que os últimos 6 anos foram os mais quentes desde 1880. Os números são alarmantes e chamam a atenção para ações imediatas que, aliás, é um dever de todos os setores.

Por isso, o mercado de Data Center tem se engajado nessa luta, não apenas durante o Mês do Meio Ambiente. Afinal, um futuro sustentável é construído pouco a pouco e depende de constância e perseverança.

Atualmente, é inquestionável a importância dos dados na evolução das empresas e da própria sociedade. Assim, é normal que a demanda por Data Centers cresça, já que eles são os responsáveis por guardar todo esse tesouro.

Nesse sentido, há uma previsão de que o consumo de energia nos Data Centers cresça mais de 12 vezes até o final de 2030 — passando de 200 TWh em 2016, para 2.967 TWh. Previsões como essa soam como um alerta e reforçam a necessidade de as empresas investirem ainda mais em boas práticas no setor.

Por isso, a Ascenty, líder do segmento na América Latina, vem priorizando a TI Verde há alguns anos e já colhe excelentes resultados. Cada vez mais, investimos em soluções e tecnologias com apelo ambiental, reforçando o nosso compromisso com meio ambiente e, principalmente, com a sociedade.

Data Center Sustentável? Sim, é possível!

Data Center e Sustentabilidade não só podem, como devem caminhar juntos. Aliás, existem bons exemplos no mercado que comprovam que os esforços valem a pena e garantem um futuro mais verde.

Vale lembrar que a eficiência energética é uma das maiores tendências para os próximos anos no setor. Isso porque, a digitalização e o processamento de dados estão no centro da economia e isso exige mais infraestrutura.

Nesse sentido, é possível trabalhar diferentes frentes para reduzir o consumo nos Data Centers. Afinal, existem diversos processos envolvidos, cada um com seu nível de impacto, como:

  • Climatização;
  • Sistemas e equipamentos de TI;
  • Fontes de alimentação;
  • Ambientes e suporte;
  • Iluminação.

Para termos um Data Center Verde nenhum detalhe pode ser ignorado. Alguns aspectos são mais críticos do que outros, mas é sempre possível otimizar atividades e recursos para torná-los sustentáveis.

Inovação e boas práticas em Data Centers em prol do Meio Ambiente

Depois de entender todo esse cenário, você pode estar se perguntando como é possível conquistar bons resultados na prática. Esse é um trabalho que requer dedicação, já que envolve diversos processos diferentes.

Entretanto, não há dúvidas de que inovação e boas práticas são a chave para promover o uso estratégico das informações no mundo sem prejudicar a natureza. Veja, a seguir, boas práticas que estão contribuindo para o desenvolvimento sustentável do setor!

Uso de energia renovável em Data Centers

Adotar energia renovável é um grande passo para um Data Center Sustentável. Lembrando que isso pode ser feito por meio de usinas próprias ou a partir de parcerias com fornecedores externos, especializados na geração e distribuição de energia limpa.

Práticas adequadas de descarte de lixo

Os Data Centers produzem lixo eletrônico e comum. Por isso, é importante assegurar um descarte consciente e adequado de todos os tipos de resíduos.

Em outras palavras, é importante estimular e promover a reciclagem. Para isso, muitas empresas firmam parcerias com instituições especializadas e que garantem uma destinação sustentável para o lixo.

Redução do consumo de água

E como reduzir o consumo de água nos Data Centers? Em primeiro lugar, é possível implementar mecanismos e sistemas de resfriamento mais eficientes.

Além disso, o reuso de água em processos secundários e a implementação de equipamentos que consomem menos recursos são estratégias eficientes. Por fim, medidas de conscientização dos colaboradores são sempre bem-vindas.

Adoção de tecnologias verdes e mais econômicas

Outra boa prática a ser replicada é a utilização de tecnologias verdes e mais econômicas. Assim, é válido substituir lâmpadas convencionais por iluminação em LED, que são mais econômicas e têm uma maior vida útil.

No mesmo sentido, o investimento em equipamentos modernos e que possuem melhor eficiência energética traz bons resultados, ajudando a reduzir ainda mais o consumo de energia e de recursos naturais no setor.

Redução da emissão de carbono

A emissão de carbono e gases do efeito estufa pelos Data Centers é uma preocupação recorrente do setor. Felizmente, as grandes empresas já estão se esforçando para reduzir esses índices, implementando ações estratégicas e sustentáveis, como o uso de energia renovável e a otimização dos sistemas de refrigeração.

O futuro do planeta é responsabilidade de todos!

Diante dos desafios ambientais que enfrentamos, é preciso reconhecer que a preservação do meio ambiente é responsabilidade de todos. Portanto, boas ações devem ser prioridade em todos os níveis: individual, empresarial e governamental.

Empresas com Data Center próprio têm o dever de adotar práticas sustentáveis em suas operações. Isso começa com a escolha de equipamentos eficientes e se estende pela manutenção dos ambientes até o descarte adequado de lixo eletrônico.

Da mesma forma, os negócios que terceirizam serviços de Data Center devem optar por empresas de Data Center que compartilham dos mesmos valores ambientais e que sejam reconhecidas pelo seu compromisso com o tema.

Gostou deste conteúdo e tem interesse em aprender um pouco mais? Baixe o nosso e-book sobre TI Verde!

Read More

Vinhedo: conheça o maior Data Center do Brasil e América Latina

Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo ou baixe o áudio e ouça quando quiser!

Os dados estão por toda parte, subsidiando decisões e operações em diferentes níveis: doméstico e empresarial. Mas isso só é possível graças a modernos Data Centers, como o “Vinhedo 1” — o maior Data Center do Brasil e da América Latina.

Essa robusta instalação faz parte da grande infraestrutura da Ascenty. A empresa é líder da América Latina no segmento de Data Centers e em conectividade, figurando como uma das maiores organizações do mundo.

A seguir, preparamos um conteúdo completo com uma série de informações e curiosidades sobre esse gigante da Era Digital. Confira seu papel para a evolução do mercado. Acompanhe!

Vinhedo: o maior Data Center do Brasil é da Ascenty!

O maior Data Center Center do Brasil é o Vinhedo, da Ascenty. Ele foi inaugurado em 2019 e segue como o líder em tamanho e infraestrutura digital no país e na América Latina.

O projeto audacioso e de grande porte foi um marco para o desenvolvimento das empresas nacionais. Afinal, o mercado de Data Centers estava em crescimento e exigia adaptações com a chegada do 5G.

Nesse sentido, Vinhedo 1 foi idealizado para suportar as demandas presentes e futuras de Transformação Digital das empresas. Para isso, oferece o que há de mais moderno e eficiente em termos de infraestrutura de dados.

De acordo com o último relatório da consultoria Arizton, o Brasil é o maior mercado de Data Centers da América Latina e responde por 50% da oferta total da região. Certamente, esse resultado é impulsionado pelo funcionamento eficiente desse gigante do mercado. 

Continue a leitura e confira algumas curiosidades e informações sobre a instalação!

Localização

O maior Data Center do Brasil fica localizado na cidade de Vinhedo/SP, a apenas 70km da capital paulista. Sua posição é estratégica, pois além de estar próximo dos maiores centros econômicos do país, dispõe de diversas rotas de acesso às principais rodovias e aeroportos da região.

Investimento

A execução desse audacioso projeto demandou um alto investimento. Para a primeira fase de construção, o aporte foi de R$ 500 milhões, dedicados a uma instalação total de 40 mil m² de área e 40 MVA de energia total, distribuídos em cinco infraestruturas.

No entanto, mesmo finalizado e em operação, Vinhedo segue recebendo investimentos constantes em modernização, manutenção e pessoal. Afinal, para garantir a disponibilidade, segurança e eficiência das atividades, o aprimoramento da infraestrutura deve ser contínuo.

Área total e quantidade de racks

O Campus Vinhedo conta com dois grandes Data Centers. O Vinhedo 1 está em funcionamento desde 2019 e conta com uma área total de 21.000 m², onde estão alocados 3.300 racks.

Já Vinhedo 2 opera desde 2020 e é ainda maior. Com uma área total de 25.000 m², comporta 4.000 racks.

maior data center do Brasil é o Vinhedo, da Ascenty

Certificações

A Ascenty trabalha diariamente para assegurar a continuidade das operações de clientes e parceiros com total qualidade, confiabilidade e disponibilidade. Assim, além de nossa credibilidade e expertise já comprovadas, somos reconhecidos e certificados por órgãos internacionais de renome.

Assim, entre as certificações obtidas, destacam-se:

  • Tier III Design;
  • Tier III Facility;
  • TR3;
  • SOC 1, 2 e 3 para segurança física e processos;
  • ISO 14001, como foco no meio ambiente;
  • ISSO 50001 de gestão de energia;
  • Carbono Neutro.

Demanda energética

Manter o maior Data Center da América Latina em operação contínua é um desafio. Aliás, por ser um projeto de larga escala, em uma extensa área, há uma grande demanda energética para abastecer os sistemas de refrigeração do ambiente, redes e todos os ativos de TI nele alocados.

Por isso, Vinhedo dispõe de uma subestação própria redundante Tri-bus, com três linhas de energia abastecendo cada módulo, e um sistema auxiliar de geração a diesel, com autonomia de 48 horas sem reabastecimento.

Além disso, é importante ressaltar a Ascenty se preocupa com questões ambientes e investe cada vez na construção e operação de data centers verdes — mais sustentáveis e eficientes.

Tecnologia Verde:

Diferenciais de segurança

Do ponto de vista da segurança, o maior Data Center da América Latina conta modernos recursos de proteção, como:

  • monitoramento 24×7;
  • câmeras de CFTV com detecção de movimento;
  • gravação e armazenamento digital;
  • controle de acesso com dupla autenticação: biometria e cartão magnético.

Entendemos o valor dos dados no mundo atual e reforçarmos a segurança de nossas instalações para que sua empresa cresça com segurança. Aliás, esse é um dos benefícios da migração de Data Center e implementação do Colocation.

Diferenciais de conectividade

Além da alta qualidade dos equipamentos empregados e a redundância da infraestrutura, o Data Center oferece excelência em conectividade, baixa latência e resiliência. Isso porque, o ambiente é interligado com uma rede de fibra óptica própria, unindo-o aos maiores provedores de nuvem do mundo.

Além disso, a infraestrutura tem conexão com as operadoras do mercado, o que reforça a disponibilidade da rede e garante a continuidade dos serviços e processos dos mais diferentes perfis de clientes.

Ascenty: a maior provedora de serviços de Data Centers e conectividade da América Latina

Fundada em 2010, a Ascenty oferece inúmeros serviços de data center ao mercado. Atendemos os maiores provedores de serviços de nuvem e tecnologia do mundo e clientes de diferentes segmentos: varejo, financeiro, saúde, indústria e integradoras de serviços.

Reforçando ainda mais o compromisso com a inovação e a Transformação Digital, temos o apoio de grandes parceiros e acionistas. Aliás, fazemos parte do grupo da Digital Realty — a maior empresa de data centers do mundo, com mais 300 unidades espalhadas por todo o mundo.

Outro grande diferencial da Ascenty é ter o olhar no futuro e a missão de contribuir com a evolução de nossas empresas hoje e amanhã. Por isso, já temos 34 Data Centers em operação e/ou construção no Brasil, Chile, Colômbia e México e o número não para de crescer!

Além do maior Data Center do Brasil e da América Latina, reafirmamos diariamente o compromisso de oferecer soluções de qualidade, com segurança e confiabilidade. Afinal, somos parceiros estratégicos e não apenas como fornecedor de infraestrutura.

Entre em contato com nosso time e veja como podemos ajudar sua empresa a crescer com mais conectividade e infraestrutura digital de ponta!

Read More

Empresas de Data Center: o que avaliar antes de assinar contrato?

O que acha de ouvir esse conteúdo ao invés de ler? Você pode dar o play agora mesmo ou baixar para ouvir depois. Aproveite essa comodidade!

A evolução da Transformação Digital impulsiona a produção e o uso de dados em negócios de todos os portes e segmentos. Por isso, a busca por empresas de Data Center também está crescendo.

A questão é que o mercado está repleto de fornecedores e escolher o parceiro ideal pode ser um grande desafio. Pensando nisso, preparamos este conteúdo para te ajudar a tomar uma decisão segura e vantajosa.

A seguir, você poderá conferir quais aspectos não devem ser ignorados antes de assinar contrato e escolher o seu Data Center. Confira!

Qual a importância das empresas de Data Center?

Nunca se produziu tantos dados como atualmente e, segundo a IDC, o mundo terá um total de 175 Zettabytes de dados até 2025. Isso é um reflexo da digitalização das empresas, do aumento de pesquisas na internet, das redes sociais e de várias atividades comuns na Era Digital.

Com tantas informações disponíveis, as organizações têm em mãos a oportunidade de transformar números em inteligência para crescer e encantar seu cliente. Mas, para isso, precisam do apoio das empresas de Data Center.

Essas parceiras são as responsáveis pelo armazenamento seguro, além da disponibilidade e conectividade das informações. Sem elas, seu negócio deixa de aproveitar esse oceano de dados valiosos e fica em desvantagem no mercado.

Portanto, podemos entender que um bom fornecedor pode impulsionar o crescimento empresarial. Afinal, fornece a infraestrutura necessária para implementar uma gestão realmente estratégica, de forma ágil e econômica.

migração de data center ebook

Checklist para escolher e contratar uma empresa de Data Center

O Data Center é o “cérebro” da empresa. Lá, se encontram equipamentos de ponta para receber, armazenar, processar e distribuir as informações que o seu negócio precisa para crescer.

Assim, do armazenamento até o processamento de dados para obter valor e respostas: tudo passa por suas robustas infraestruturas de TI. Em um mercado tão competitivo, não dá para ignorar seu papel, não é mesmo?

É importante dizer que os centros de processamento de dados evoluíram com a tecnologia. Ou seja, as empresas provedoras desses serviços estão apostando em novos recursos para proporcionar mais agilidade, segurança e qualidade aos seus serviços.

Mas a verdade é que Data Center não é tudo igual! Você precisa fazer uma boa escolha para usufruir do que há de melhor no mercado. Veja o que analisar antes da contratação!

1. Infraestrutura e escalabilidade

Empresas de Data Center precisam contar com uma boa infraestrutura, capaz de acompanhar o crescimento do seu negócio e oferecer o suporte tecnológico necessário ao longo de toda a jornada de transformação. Afinal, o desejo e o objetivo de toda empresa é crescer.

Um “cérebro” que não consegue se expandir mais atrapalha do que ajuda. Por isso, é importante pesquisar e selecionar os fornecedores com a melhor e maior infraestrutura.

Essas características garantirão escalabilidade às operações, com recursos sempre bem dimensionados, considerando as demandas presentes, mas, principalmente, as demandas futuras.

2. Conectividade

Um Data Center sem conectividade é como uma ilha. A empresa escolhida precisa entender e trabalhar ativamente para que seus dados estejam sempre disponíveis e possam ser compartilhados em tempo real, onde você estiver.

Hoje, com operações altamente dinâmicas e descentralizadas, os dados precisam fluir de um ponto a outro. Mais do que isso, devem estar à disposição de diferentes agentes, garantindo uma tomada de decisão rápida e inteligente.

Nesse cenário, a latência também é um ponto importante, já que a informação deve ser entregue no menor tempo possível.

Como você bem sabe, processos críticos, como os financeiros, não podem sofrer com gargalos e lentidão. As informações precisam ser atualizadas e transmitidas em tempo real, evitando erros e conclusões equivocadas.

ecossistema de conectividade da Ascenty

3. Credibilidade da empresa

A credibilidade da empresa de Data Center é um indício do seu nível de qualidade e confiabilidade. Com o crescimento da demanda, muitas empresas entraram no mercado, mas quantidade não é sinônimo de qualidade.

Por isso, antes de tomar qualquer decisão, a sua empresa precisa avaliar bem o histórico do parceiro, buscando aqueles mais experientes e de maior credibilidade. Lembre-se de que o seu sucesso dependerá da eficiência e comprometimento desse negócio.

A decisão mais segura é se unir a empresas sérias, com know-how e amplo reconhecimento do mercado para lidar com os desafios da Era Digital.

4. Nível de satisfação dos clientes

Clientes satisfeitos (ou insatisfeitos) não podem ser ignorados. Afinal, essa é uma das maiores demonstrações de que o fornecedor é sério, eficiente, seguro e comprometido com o desenvolvimento dos seus contratantes.

Por isso, antes de assinar contrato, avalie como a empresa de Data Center lida com os seus clientes e suas demandas. Nesse ponto, é importante ficar atento a existência de reclamações e entender como as falhas apresentadas podem impactar sua rotina.

Lembre-se de que um bom parceiro deve ser acessível e interconectado com as empresas que o contratam. Além disso, ele precisa estar envolvido com os projetos do cliente, auxiliando e buscando novas soluções para otimizar seus processos e resultados.

5. Qualidade do suporte e do atendimento

A qualidade e a agilidade do suporte e do atendimento também devem ser avaliadas. Já pensou não obter resposta quando você mais precisar?

A oferta de um atendimento consultivo e com foco no cliente são diferenciais importantes e que fazem a diferença no dia a dia de qualquer empresa. Da mesma forma, o uso de ferramentas automatizadas, que reportam falhas nas operações ao parceiro, deve ser valorizado.

Isso não só reduz o tempo de resposta, mas auxilia todos os envolvidos no processo de otimização dos processos, tornando-os mais estáveis, seguros e confiáveis.

6. Segurança

Por fim, você deve avaliar o nível de segurança oferecido pela empresa de Data Center. Esse é um ponto crítico da Transformação Digital, pois muitas ameaças virtuais podem afetar a privacidade dos dados e a continuidade de negócios.

Nesse contexto, a escolha do parceiro deve se pautar em uma análise criteriosa da infraestrutura tecnológica do ambiente de dados. É preciso considerar a disponibilidade de ferramentas de proteção, assim como a aplicação de políticas e boas práticas de segurança voltadas à infraestrutura e às pessoas.

Lembre-se de que bons parceiros colocam a segurança em primeiro lugar, pois sabem dos prejuízos financeiros e à reputação que invasões e vazamentos de dados podem implicar.

A Empresa de Data Center ideal faz o seu negócio crescer!

A avaliação das empresas de Data Center é uma das etapas mais importantes para o sucesso de um negócio da Era Digital. O tempo investido com essas análises representará uma operação fluida, segura e pautada no uso estratégico dos dados.

Ao se aliar a parceiros especializados, sua empresa tem muito mais chances de crescer de forma eficiente, superando os diferentes desafios que podem surgir.

Além disso, essa é uma forma mais econômica e estratégica para se ter acesso a recursos e políticas de ponta, o que seria mais difícil atuando por conta própria e sem o auxílio das empresas de Data Center.

Gostou deste conteúdo? Aproveite para conferir também nosso post sobre os problemas de conectividade e seguir aprendendo mais sobre o tema!

Read More

Conheça os tipos de Data Center e suas principais características

Que tal ouvir esse conteúdo? Basta clicar no play acima e aproveitar essa comodidade do blog da Ascenty!

Os dados estão no centro das decisões corporativas e isso exige que os líderes conheçam bem os tipos de Data Center disponíveis. Afinal, o mercado está evoluindo e a infraestrutura utilizada deve ser capaz de atender às demandas do negócio.

No passado, a localização dos arquivos determinava onde o trabalho deveria ser desenvolvido. Hoje, essa realidade mudou e a existência de várias equipes operando em home office e ao mesmo tempo deixa claro que os dados precisam estar sempre disponíveis e acessíveis.

A boa notícia é que o Datar Center não está mais limitado às paredes da sua empresa. Pelo contrário, já existem modelos mais flexíveis, econômicos e altamente eficientes — para todos os portes, demandas e tipos de negócio. Quer conhecê-los? Continue a leitura!

O papel do Data Center na evolução das empresas

Um Data Center é projetado para lidar com um grande volume de dados. Em um mercado cada vez mais acirrado e estratégico, fica claro o quanto ele é vital e determinante para o desenvolvimento empresarial.

Graças a essa estrutura, seu negócio consegue operar de forma eficiente e colaborativa, independentemente de onde os funcionários estejam. Afinal, o tráfego de dados rápido e seguro dá suporte à tomada de decisão e a vários recursos digitais que dependem dessas informações.

Portanto, o Data Center não é apenas útil. Ele é um elemento essencial para o dia a dia das empresas da Era Digital, desempenhando diferentes funções, como:

  • Hospedar softwares e aplicativos, como CRM e ERP;
  • Impulsionar o Big Data, o Machine Learning e a Inteligência Artificial;
  • Assegurar transações de alto volume no comércio eletrônico;
  • Garantir o armazenamento seguro e eficiente de dados;
  • Executar as rotinas de backup;
  • Garantir facilidade de conectividade com as principais operadoras e internet exchanges do mercado.

Dito isso, não é exagero afirmar que praticamente o funcionamento de quase todas os setores, de uma forma ou de outra, dependem dos recursos fornecidos pelo Data Center.

A arquitetura de um Data Center: o que você encontra lá?

Quando falamos em arquitetura de um Data Center, nos concentramos na forma com que este ambiente é organizado e nos elementos que o compõem. É um assunto curioso, visto que muitas pessoas não sabem como tudo funciona.

Na prática, o Data Center reúne tudo que é necessário para armazenar e processar dados com segurança, agilidade e alta disponibilidade, como:

  • Servidores físicos;
  • Discos rígidos;
  • Equipamentos de rede e conexão;
  • Pessoal especializado;
  • Sistemas complexos de fornecimento de energia e resfriamento.

Além de tudo isso, é preciso contar com modernos sistemas de backup, os quais garantem a segurança e disponibilidade dos dados armazenados. Afinal, é lá que estão guardadas informações valiosas para organizações.

Portanto, o ambiente precisa ser monitorado 24 horas por dia, 7 dias por semana. Afinal, se ele parar, os negócios também param.

Este cenário demonstra que manter uma infraestrutura de Data Center não é uma tarefa simples. Exatamente por isso, vários negócios optam por modelos descentralizados, fornecidos por empresas especializadas.

Data center

Conheça os 5 tipos de Data Center e suas características

Um levantamento realizado pelo Grupo Dell’Oro prevê que os gastos globais com Data Center crescerão 10% nos próximos 5 anos, totalizando US$ 350 bilhões. Assim, com o crescimento exponencial da demanda, é normal que novas tecnologias sejam implementadas e outras aprimoradas.

Para fazer um investimento inteligente, você precisa conhecer melhor os diferentes tipos de Data Center disponíveis no mercado. A seguir, destacamos 5 deles para você. Confira!

1. Enterprise

O Enterprise é um dos modelos mais comuns do mercado. Sua principal característica é que toda a infraestrutura do Data Center se encontra dentro da própria empresa, ou seja, ela é exclusiva.

Embora tenha um alto custo de estruturação e manutenção, diversas organizações optam por este formato. Isso porque, ele permite um controle maior sobre as operações e processos relacionados à segurança.

2. Colocation

O Colocation, diferentemente do Enterprise, se baseia em uma gestão descentralizada. Nesse formato, a infraestrutura física não se encontra dentro da empresa, mas em um ambiente externo, fornecido por um provedor.

Portanto, o negócio pode contratar espaço, hardware, largura de banda e diversas soluções para Data Center, conforme sua demanda. Isso significa que, mesmo sem um orçamento elevado para ter sua própria infraestrutura, é possível desfrutar de todos as vantagens de contar com centro de processamento de dados.

Você paga pelo que usa e o fornecedor fica responsável por manter seus dados sempre seguros e acessíveis. E o melhor: se a empresa cresce, basta ampliar o espaço de armazenamento, de forma simples e econômica.

3. Internet

Esse tipo de Data Center é baseado na nuvem, sendo classificado como virtual. Isso significa que também dispensa a construção de infraestrutura própria, já que as informações ficarão hospedadas e processadas nos servidores de um provedor.

Trata-se de um modelo interessante, especialmente pela flexibilidade e escalabilidade. Além disso, democratiza o acesso à recursos computacionais de maneira remota, como um serviço.

É importante saber que várias empresas compartilham a infraestrutura, que é de propriedade do provedor. Assim, o acesso às informações é feito por meio da Internet.

4. Hyperscale

O Hyperscale é um tipo de Data Center projetado para atender operações em larga escala. Por isso, conta com uma infraestrutura robusta, capaz de suportar atividades que demandam grande volume de armazenamento e alto poder de processamento.

Por ser vital para o funcionamento de atividades importantes, o modelo precisa contar com mecanismos reforçados para garantir a continuidade das operações. Em outras palavras, conta com uma infraestrutura de ponta, com redundância, backup e complexas redes de comunicação e fornecimento de energia.

5. Edge

Em meio aos diferentes tipos de Data Center, o modelo Edge tem se tornado cada vez mais comum no mercado. Aliás, ele é voltado para operações que demandam uma comunicação mais ágil entre os usuários e os servidores, solucionando o problema da latência.

O termo Edge significa borda, o que traduz bem o seu funcionamento. Nesse formato, os Data Centers são menores e mais numerosos, a fim de cobrir uma área maior do território e estar o mais próximo possível dos usuários finais dos serviços.

Vale a pena destacar que este é o formato utilizado por grandes provedores de streaming, como Netflix e YouTube. Isso porque, oferece uma conexão mais ágil e de baixa latência, ideal para a oferta de mídia e serviços em tempo real.

migração de data center ebook

Seu Data Center não está mais limitado às paredes da sua empresa!

Como vimos, o Data Center não está mais limitado às paredes da sua empresa. Isso porque, os avanços da tecnologia e do armazenamento de dados estão impulsionando novos modelos, garantindo mais flexibilidade, segurança e agilidade à gestão empresarial.

Nesse sentido, negócios de todos os portes podem explorar ao máximo o poder dos dados e investir na digitalização de suas atividades. Existem tipos de Data Center para todas as necessidades — e, agora, você já sabe um pouco sobre eles.

Para te ajudar nessa jornada e na escolha do modelo ideal, gostaríamos de sugerir a leitura de mais um post do nosso blog: entenda por que sua empresa não deve manter um Data Center Interno!

Read More

Conheça todos os segredos para o sucesso da migração de Data Center

Que tal ouvir este texto ao invés de ler? Basta apertar o play acima e aproveitar essa comodidade do blog da Ascenty!

Com a Transformação Digital, a migração de Data Center tornou-se uma demanda recorrente no mercado. Isso porque, o uso inteligente dos dados faz parte da rotina dos negócios e é fundamental para a tomada de decisão e sucesso de vários processos — sejam eles operacionais ou estratégicos.

Se os dados são ativos valiosos, é necessário aprimorar a infraestrutura de TI para que ela seja compatível com o volume de informações produzido e com as exigências de segurança e performance, certo? Acontece que isso nem sempre é possível em modelos de infraestrutura local.

É nesse cenário que a migração de Data Center se torna uma estratégia poderosa. Pensando nisso, preparamos este conteúdo para esclarecer dúvidas comuns sobre o processo e apresentar algumas dicas importantes para obter sucesso em seu negócio. Acompanhe!

Afinal, como acontece a migração de Data Center?

A migração de Data Center está baseada em um conceito simples: mudar de um modelo de utilização local dos ativos de TI para um formato mais robusto. Em geral, o novo padrão está baseado em uma infraestrutura terceirizada, alocada fora da empresa.

Com essa transferência, as organizações contam com diferentes recursos computacionais como serviço. Ou seja, sistemas, softwares, dados e demais ativos de TI são transferidos do ambiente local para a infraestrutura de um fornecedor terceirizado. Ele é o responsável por manter os recursos necessários para suportar as operações do contratante.

Na prática, cada migração de Data Center é única. Isso porque, cada negócio apresenta demandas específicas sobre os recursos de TI. Por isso, é fundamental que o processo seja conduzido de maneira personalizada, levando em conta o escopo do projeto, que pode ser:

  • aumentar a capacidade de processamento e armazenamento de dados;
  • ter acesso a novos recursos;
  • digitalizar processos;
  • integrar operações e centralizar dados;
  • simplificar a gestão dos ativos de TI;
  • garantir o compliance de TI;
  • reforçar a segurança dos dados.

Vale destacar que a migração de Data Center é uma das principais demandas dos negócios digitais. Para se ter uma ideia, em 2022, mais de US$ 1,3 trilhão em investimentos corporativos com TI foram destinados à jornada para a nuvem. Além disso, até 2025, esse valor deve alcançar US$ 1,8 trilhão, de acordo com o Gartner.

Quando esse procedimento deve ser feito?

Apesar de não ser possível definir uma resposta única, válida para todas as realidades empresariais, o mais recomendado é que a migração de Data Center seja realizada antes de a infraestrutura de TI se tornar ultrapassada.

Além disso, é fundamental que gestores e líderes tenham em mente o potencial e diferencial que contar com recursos computacionais de ponta podem agregar ao negócio em duas principais frentes:

  • operacional: a migração possibilita à empresa ter acesso à uma infraestrutura robusta e à profissionais especializados, prontos para assumir o gerenciamento do ambiente;
  • estratégico: a partir dessa migração, o negócio pode elevar o seu potencial de utilização inteligente de dados, escalar seus recursos e implementar novos softwares e soluções, atendendo às demandas do mercado.

Contudo, é preciso ter em mente que a migração de Data Center é uma tarefa complexa. Na prática, é preciso considerar diferentes variáveis na hora de partir para a migração, como:

  • nível de maturidade digital do negócio;
  • complexidade e volume das operações;
  • requisitos específicos de escalabilidade, segurança e performance;
  • equalização de custos.

No geral, essa mudança depende de um planejamento para ser bem executada. Ou seja, é necessário mapear o ambiente atual, identificar pontos mais críticos e, a partir disso, definir os objetivos centrais da migração, colocando-a em prática de maneira mais estratégica.

Como fazer a migração de Data Center?

Embora o conceito por trás da migração de Data Center seja relativamente simples, o mesmo não pode ser dito da sua implementação. Estamos falando de um processo amplo, que envolve um elevado número de ativos e recursos, muitos dos quais não poderão ser migrados ou precisão passar por adaptações.

Por isso, é essencial que a migração seja conduzida de maneira estratégica e escalonada, a partir de um bom planejamento. A seguir, destacamos algumas das práticas recomendadas para obter sucesso nessa jornada. Confira!

Mapeie a infraestrutura atual

O primeiro passo para o sucesso desse procedimento é mapear toda a infraestrutura atual e identificar cada um dos seus elementos e compreender seu papel.

A partir desse reforço na visibilidade, fica mais fácil fazer um balanço dos ativos que necessitarão ser migrados, adaptados e/ou reformulados, evitando subdimensionamentos ou superdimensionamentos no novo ambiente, por exemplo.

Desenvolva um inventário de aplicações

Outra etapa importante envolve identificar quais as aplicações e recursos utilizados em cada setor da empresa, desenvolvendo um completo inventário delas. Essa ação é fundamental para compreender melhor o status de cada aplicação, seu nível de eficiência e compatibilidade com as necessidades do negócio.

Com um inventário, os gestores conseguem compreender quais soluções e dados devem continuar na infraestrutura local. Além disso, visualizam as que podem passar pela migração e aquelas que precisam de cópias para garantir a total disponibilidade.

Identifique as soluções mais adequadas para cada tipo de demanda

A migração de Data Center, a depender do porte da organização e da quantidade de sistemas e recursos utilizados, poderá ocorrer de maneira escalonada. Ou seja, nem sempre será possível desenvolver uma migração completa em um único momento.

Dessa forma, é muito importante que se defina prioridades, elegendo os recursos mais importantes a serem migrados em um primeiro momento. Feito isso, o próximo passo envolve identificar as soluções mais adequadas para suportar cada uma dessas prioridades.

Crie um plano de migração

O plano de migração de Data Center é uma ação estratégica para aumentar a eficiência do processo e evitar que serviços e sistemas fiquem inoperantes por mais tempo que o necessário.

Ao migrar as operações para um data center terceirizado, o qual já dispõe de toda a infraestrutura física necessária, se elimina a necessidade de deslocar equipamentos. No entanto, ainda assim é preciso estabelecer um planejamento para a migração dos ativos lógicos, como ERPs e CRMs.

Além disso, é essencial estabelecer os requisitos de performance e segurança, garantindo que estejam em perfeita sintonia com as demandas e necessidades do seu negócio.

Busque auxílio de parceiros especializados

Por fim, é indispensável contar com o auxílio de parceiros especializados na hora de proceder com a migração de Data Center. Como visto, esse é um processo amplo, que demanda expertise no assunto para ser um sucesso.

O apoio de um parceiro especializado é crucial para a formulação de um bom plano de migração, estabelecendo-se as prioridades, metodologias e recursos necessários à jornada. Aliás, esse apoio é a chave para uma migração mais ágil, econômica e assertiva.

migração de data center

Conte com a Ascenty na migração de Data Center!

Como líder da América Latina em infraestrutura de Data Center, a Ascenty é referência em seu segmento e a parceira ideal para os mais desafiadores projetos de migração de Data Center. De forma especializada e inovadora, a empresa oferece todos os recursos necessários para seu negócio, antes, durante e após a migração.

Isso porque, temos um time altamente capacitado, mais de 32 Data Centers em operação e um serviço de alto nível, reconhecido pelos nossos clientes e usuários.

Nossa infraestrutura atende a todas as especificações de layout, cabeamento, densidade de energia e segurança. Além disso, trabalhamos para garantir a eficácia em ambientes de colocation, com monitoramento, segurança, conectividade e outras soluções para a sua empresa.

Por fim, a Ascenty contribui com a continuidade dos negócios, equalizando custos, otimizando processos e garantindo o uso inteligente e seguro dos dados. Em outras palavras, temos o orgulho de ajudar a materializar a Transformação Digital em diversas organizações.

Agora que você já sabe de tudo isso, dê o próximo passo! Entre em contato com o nosso time de especialistas e saia na frente!

Read More

Por que você precisa de um parceiro especializado em serviços de Data Center?

Você sabia que pode ouvir este artigo ao invés de ler? Aperte o play acima e aproveite essa comodidade!

Afinal, por que a sua empresa deveria contratar serviços de Data Center de uma empresa especializada, em vez de internalizar todas as demandas? Nós temos a resposta, que tal conferir?

Os data centers são tão cruciais para manter as operações diárias das empresas. Aliás, atualmente, é difícil encontrarmos uma organização conectada que não os utilize.

Seja por meio de serviços SaaS ou com uma gestão própria de infraestrutura de servidores e dados, é essencial ter conhecimento suficiente para administrar essa parte do negócio. Isso porque, os data centers são a base para manter as operações e crescer de forma escalável.

Mas afinal, vale mesmo a pena contar com um fornecedor especializado em serviços de data center? É o que vamos discutir neste conteúdo, confira:

O Data Center e seu papel fundamental nos negócios

Como mencionamos, os data centers são o coração dos negócios atualmente. Essa solução é utilizada para centralizar operações de TI compartilhadas e capacitar a gestão de dados, bem como suportar todo ecossistema tecnológico administrativo.

Não por menos, de acordo com dados da Globe Newswire, o mercado de data centers deve alcançar US$288 bilhões em 2027. Seja uma solução nativa da nuvem, um data center virtual, colocation ou on-primise, o Data Center possibilita que toda computação dentro de uma empresa funcione.

Ou seja, todos os seus processos digitais (qualquer um, mesmo o envio de um e-mail), armazenamento de dados, capacidade de rede e aplicações corporativas. Assim, como hoje basicamente todas as operações são realizadas por computadores, é justo dizer que um data center é o núcleo de um negócio.

Gerenciar um data center internamente pode ser uma tarefa difícil

Para qualquer organização em crescimento, pode ser tentador ter um data center interno. No entanto, esse pode ser um passo arriscado para sua empresa e para sua autonomia financeira e estratégica.

Entre os pontos de atenção, podemos mencionar o seguinte:

É impossível obter economia por escala

Economia por escala é um termo muito utilizado em vários setores, como no atacado. É quando uma empresa consegue economizar, por ter a capacidade de comprar algo em grande escala.

E no caso de data centers, quanto maior é melhor do ponto de vista financeiro, mas a maioria das organizações não pode justificar um investimento desse tamanho.

Na prática, é possível esperar um ROI real de um data center próprio apenas com vários metros quadrados de infraestrutura dedicada.

Isso é possível para uma grande empresa e, mais ainda, para uma instalação de colocation, mas não é realista para uma empresa de pequeno e médio porte

E, embora a equipe de TI geralmente almeje a propriedade de seus servidores, ela não tem acesso ao panorama geral do que está custando à empresa administrar seu data center, incluindo todos os custos.

Dificuldade em atualizar hardwares e rede

Os avanços em rede, computação e armazenamento estão se movendo em ritmo acelerado, e acompanhar esses ciclos de atualização requer dinheiro e experiência no tema. Sua empresa possui a expertise necessária? Por isso, contar com serviços de data center é tão importante.

Descobrir quais são suas necessidades de rede, computação e armazenamento com base em seus aplicativos e dados é demorado. Agora, considere o fato de que esses três elementos principais de sua infraestrutura raramente têm ciclos de atualização sincronizados.

Ou seja, esse torna-se um trabalho integral e complexo — que requer a atenção de especialistas no tema.

Exige enorme eficiência energética

Hoje, administrar uma infraestrutura de TI e de dados hoje requer muita energia. Para você ter noção, só esse elemento pode representar de 70% a 80% do custo total de operação da instalação.

Gerenciar todos os aspectos físicos de uma sala de servidores e equipamentos consome muito tempo e recursos. Assim, administrar seu próprio data center significa que você precisará expandir sua equipe de TI com conhecimentos específicos dedicados ao seu gerenciamento e manutenção.

Mesmo que você decida manter a infraestrutura local, não faz sentido executá-la você mesmo — são vários nós que devem ser desatados para manter o data center sempre em compasso com as demandas da atualidade.

Por que escolher um parceiro especializado em serviços de Data Center?

Um parceiro especializado em serviços de data center pode dar mais tranquilidade na gestão da sua infraestrutura de dados.

Uma empresa que já está no negócio, com expertise e equipe dedicada à gestão de colocation e outros serviços relacionados, pode facilmente assumir tarefas em seus data centers, incluindo:

  • Gerenciamento do Cabling e Rack elevation;
  • Configuração e gerenciamento do controle de acesso;
  • Configuração e documentação da infraestrutura instalada;
  • Gerenciamento de fornecedores, incluindo instalações e HVAC;
  • Monitoramento de hardware, rede e equipamentos ambientais;
  • Identificação de oportunidades para melhor eficiência energética e TI verde;
  • Auditorias, atualização e gerenciamento de mudanças conforme necessário.

Ascenty: a melhor escolha em serviços de Data Center!

A transformação digital exige que organizações de todos os tamanhos se concentrem menos nas operações de manutenção da infraestrutura de TI e mais no papel estratégico que a tecnologia desempenha em sua rotina.

O objetivo é agregar diferenciais dos concorrentes e ganhar terreno diante de um mercado tão competitivo.

Por isso, você pode contar com os serviços de data center da Ascenty!

Líder na América Latina, a Ascenty possui mais de 33 unidades de Data Centers (em atividade e em construção) por todo Brasil, Chile, México e Colômbia.

Muito além de ser campeão em infraestrutura, a Ascenty possui um catálogo completo de serviços para melhorar cada aspecto da gestão, manutenção, conectividade, segurança e escalabilidade dos seus dados e servidores.

Tudo isso complementado por vários certificados que atestam a qualidade e o serviços de qualidade da Ascenty! Que tal entender como podemos ajudar seu negócio? Agende uma reunião conosco agora!

Read More

Relatório: Ascenty é novamente líder no quadrante de Colocation do relatório ISG Provider Lens™

Assim como 2020, em 2021 a Ascenty apareceu como líder no quadrante de Colocation do relatório ISG Provider Lens™, ratificando que a empresa oferece data centers de classe mundial para os mais exigentes mercados.


Read More